Fazer negócios
Última verificação : 01/03/2018

Estudar no estrangeiro e bolsas de estudo

Decisão do Reino Unido de invocar o artigo 50.º do TUE: Mais Informações

De momento, o Reino Unido continua a ser um membro de pleno direito da UE, continuando os direitos e obrigações inerentes a este estatuto a aplicar-se-lhe na íntegra.

  • Perguntas e respostas com base no relatório conjunto da UE e do Reino Unido de 8 de dezembro de 2017en
  • Publicações da UE sobre o Brexit
  • Informações e diretrizes do Governo do Reino Unido sobre o Brexiten

Estudar no estrangeiro com o Erasmus+

Se é estudante universitário, o programa Erasmus+ oferece-lhe a possibilidade de fazer parte dos estudos ou um estágio numa empresa no estrangeiro.

Se estiver interessado em fazer parte dos estudos no estrangeiro, deve começar por contactar a sua universidade.

Se decidir estudar no estrangeiro através do Erasmus+:

Reconhecimento do período de estudos no estrangeiro

A sua universidade deve reconhecer o período de estudos no estrangeiro para efeitos de obtenção do diploma universitário, desde que tenha concluído o programa de estudos previamente acordado.

Programas de diplomas conjuntos

No âmbito do programa Erasmus Mundus, pode inscrever-se num curso de pós-graduação proposto conjuntamente por universidades de vários países da UE e, em certos casos, de países terceiros. Após um período de estudos ou um trabalho de investigação em, pelo menos, dois países, obterá um diploma conjunto, duplo ou múltiplo. As bolsas de estudo Erasmus Mundus são concedidas a estudantes europeus e não europeus.

Interessado? Veja quais são os programas de mestradoen e de doutoramentoen que participam no Erasmus Mundus e consulte os respetivos sítios Web para ficar a par das condições de admissão e do calendário para apresentação de candidaturas.

Parcerias além UE

As bolsas de estudo Erasmus Mundus também podem ser atribuídas no quadro de parcerias com universidades de uma série de países e regiões do mundo.

Essas bolsas destinam-se a jovens europeus que pretendam estudar em países que não pertencem à UE e a jovens não europeus que pretendam estudar em universidades europeias. Veja quais as parceriasen que oferecem bolsas a cidadãos do seu país e consulte os respetivos sítios Web para mais informações sobre os cursos disponíveis, as condições de admissão e o calendário para apresentação de candidaturas.

Interessado na cooperação académica entre a UE e a Austrália, o Japão, a Nova Zelândia e a República da Coreia? Consulte o programa de cooperaçãoen com estes países.

Contacte o serviço de relações internacionais da sua universidade

É provável que a sua universidade participe noutros programas de intercâmbio internacionais. Pará mais informações sobre o programa Erasmus+ e outras possibilidades de intercâmbio, contacte o serviço de relações internacionais da sua universidade.

Perguntas frequentes

Precisa de mais informações sobre as regras em vigor num determinado país?

Precisa de ajuda dos serviços de assistência?

Contacte um serviço de apoio especializado

Partilhar esta página: