Portal Europeu da Juventude
Informações e oportunidades para os jovens na Europa.

Obter a autorização de residência para estudar na Europa

Dina Filipovic nasceu em Derventa (Bósnia-Herzegovina) há 29 anos. Agora, depois de ter concluído estudos de mestrado na Áustria, trabalha em Bruxelas (Bélgica). Descobre como obteve a sua autorização de residência como estudante.

 «Depois de terminar a minha licenciatura em Economia em Sarajevo, visitei uma feira educacional onde encontrei alguns programas de estudo de universidades europeias que me pareceram interessantes. Um deles chamou-me particularmente a atenção: um Mestrado em Controlo, Contabilidade e Gestão Financeira na Áustria. Candidatei-me e, após uma entrevista em linha, fui aceite».

 

Este foi apenas o início da história de Dina no estrangeiro. Após ter sido aceite num estabelecimento de ensino superior no espaço Schengen, a etapa seguinte foi pedir a autorização de residência como estudante.

 

«Comecei por pedir a autorização de residência na Embaixada da Áustria em Sarajevo mas, como fui aceite em meados de julho e as aulas tinham início em setembro, aconselharam-me a dirigir-me diretamente à Autoridade de Imigração na Áustria» — conta Dina. «Fui para a Áustria em setembro com o meu passaporte e fiz aí diretamente o meu pedido de autorização de residência como estudante. Recebi a autorização mês e meio depois».

 

Para obter a autorização de residência como estudante, para além da carta de aceitação da universidade de acolhimento, é ncessário provar que se satisfaz determinadas condições. Uma delas é ter dinheiro suficiente para cobrir as despesas durante a estadia. «A pessoa pode provar que tem uma bolsa ou um trabalho ou apresentar um extrato bancário que mostre que tem um certo montante no banco ou dar o nome da pessoa que irá assegurar a sua subsistência. Ou seja, tem de provar que está em condições de fazer face às suas próprias despesas.»

 

Consoante o país, também pode ser necessário apresentar outros documentos. «No meu caso, na Áustria é também preciso ter um seguro de saúde, por isso fiz um seguro junto de uma companhia local.»

 

A autorização de residência como estudante tem a duração de um ano e pode ser renovada caso o seu titular continue a satisfazer as condições necessárias. «É um conselho que dou a todos: vivam algum tempo noutro país», afirma Dina. «É bom para o desenvolvimento pessoal, especialmente em termos profissionais, e também nos permite ajudar a nossa família e o nosso próprio país, partilhando conhecimentos, experiências e pontos de vista».