Portal Europeu da Juventude
Informações e oportunidades para os jovens na Europa.

Como participar num intercâmbio de jovens

Gostarias de passar alguns dias no estrangeiro para aprender e partilhar experiências com jovens de outros países? Descobre o que é um intercâmbio de jovens e como podes participar.

A organização de juventude «Para além das barreiras» em Tirana, na Albânia, é um dos pontos de contacto nacionais Erasmus+ neste país. Nos últimos dez anos, foi responsável por mais de uma centena de intercâmbios de jovens, seminários e ações de formação para jovens no estrangeiro. O gestor do programa SVE, Ira Topalli, explica o que fazer para participar.

 

O que é um intercâmbio de jovens?

Um intercâmbio de jovens é uma atividade que permite a grupos de jovens partilhar experiências vivendo juntos num país diferente durante 5 a 21 dias.

Os participantes seguem um programa de trabalho sobre um tema, com o apoio de animadores. Por exemplo, podem debruçar-se sobre questões ambientais, a  educação para a saúde, a aprendizagem intercultural, etc. O programa de trabalho combina seminários, exercícios, debates, simulações e mesmo atividades ao ar livre e é preparado pelos participantes antes do intercâmbio.

 

Quem pode participar?

Qualquer pessoa entre os 13 e os 30 anos. Um intercâmbio de jovens envolve um mínimo de 16 e um máximo de 60 participantes, excluindo os animadores juvenis.

 

Como me posso informar sobre os intercâmbios de jovens que procuram participantes?

Podes contactar o teu ponto de contacto nacional Erasmus+ ou organizações do teu país que trabalhem com o programa Erasmus+. Também podes encontrar informações sobre novos convites em sítios Web especializados, bem como através das redes sociais.  Por exemplo, consulta a página da «Para além das barrairas» no Facebook

 

O que devo fazer para participar?

Tens de contactar a organização e comunicar-lhe que estás interessado em participar. Se houver muitos candidatos, a organização poderá pedir-te que envies o teu CV e uma carta de motivação.

Se fores selecionado, deves preencher o formulário de candidatura que a organização te fornecerá. Podes pedir para te encontrares com os responsáveis. «Convidamos o grupo para os nossos escritórios, damos-lhe formação antes da partida, seguimos as suas atividades enquanto estão no estrangeiro e quando regressam, convencemo-los a participar a nível local» afirma Ira Topalli. «Por exemplo, neste momento estamos a preparar um grupo de seis jovens que no fim do mês irão juntos para Itália para participar num intercâmbio de jovens sobre questões ambientais e formas de lutar contra os estereótipos entre os jovens.»

 

O meu inglês não é nada de especial... Será que posso participar?

«Enquanto organização, procuramos não ser demasiado exigentes ao selecionar os jovens, uma vez que o mais importante para nós é incluir todos os jovens. É por este motivo que aceitamos jovens que falam menos bem inglês, porque os outros jovens podem sempre ajudá-los a fazer-se entender e porque isso não é uma razão para os excluir. A experiência pode até motivá-los para, mais tarde, estudarem a língua.»

 

A participação é gratuita?

Sim. A participação é gratuita na maioria dos casos. Além disso, de acordo com o regulamento do programa, o alojamento, a alimentação e as necessidades quotidianas são assegurados pelos organizadores. Os bilhetes de avião também estão incluídos. Em geral, somos nós que compramos os bilhetes para os participantes e depois somos reembolsados pelos nossos parceiros. Por vezes, os bilhetes podem ser um bocado mais caros do que a subvenção fixada com a ajuda da calculadora de distâncias e os participantes podem ter de pagar a diferença.  Também há organizações que aplicam uma taxa de participação, mas são minoritárias. 

 

Por que razão aconselha os jovens a participar num intercâmbio?

«Trata-se de uma oportunidade que vale a pena aproveitar. Para além de desenvolverem as suas competências em diversos domínios, os jovens também adquirem uma maior consciência social de temas e áreas com que não estão familiarizados na sua vida quotidiana. Enquanto associação, incentivamos os jovens a explorar novas culturas, novos hábitos e novos estilos de vida e a aprender com jovens parecidos com eles. Isto é o melhor que podem levar de um intercâmbio de jovens: aprender e melhorar as suas competências. Há pessoas que vêm de contextos culturais diferentes mas que partilham semelhanças. Nós concentramo-nos nessas semelhanças para sensibilizar os jovens para o facto de serem o futuro.

Publicado: seg, 27/06/2016 - 15:25


Tweet Button: 


Info for young people in the western balkans

Precisas de aconselhamento especializado?

Pergunta-nos!