Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

Comissão nomeia Mauro Ferrari para o posto de presidente do Conselho Europeu de Investigação

Bruxelas, 14 de majo de 2019

A Comissão Europeia nomeou hoje o Professor Mauro Ferrari para o posto de presidente do Conselho Europeu de Investigação (CEI), organismo responsável pelo financiamento da investigação científica de fronteira realizada por iniciativa dos investigadores, na Europa.

O Professor Ferrari tomará posse do seu novo cargo em 1 de janeiro de 2020, data em que expira o mandato do atual presidente, o Professor Jean-Pierre Bourguignon. O novo presidente chega ao CEI num momento muito importante da evolução deste organismo. Para o próximo orçamento da UE a longo prazo, a Comissão propôs o Horizonte Europa, o programa de investigação e inovação mais ambicioso de sempre da UE. Em abril, foi alcançado um acordo político sobre o novo programa. O Horizonte Europa preserva a independência do CEI, sob a orientação do Conselho Científico, e continua a apostar exclusivamente na excelência científica. A Comissão propôs um aumento significativo do orçamento do CEI, que passará de 13,1 mil milhões de EUR no período 2014-2020 para 16,6 mil milhões de EUR no período 2021-2027.

Carlos Moedas, Comissário com o pelouro da Investigação, Ciência e Inovação, declarou: «O CEI tem reputação mundial no financiamento da investigação de excelência estimulada pela curiosidade. O Professor Mauro Ferrari é internacionalmente reconhecido pela sua excecional carreira académica interdisciplinar. Devido à sua sensibilização para o valor social das ciências, ao seu forte espírito de liderança e aos seus excecionais dotes de comunicação, é a pessoa certa para elevar o CEI e a ciência europeia a novos cumes. Gostaria também de prestar uma homenagem a Jean-Pierre Bourguignon, sob cuja liderança o CEI ganhou novo impulso.» 

Por seu turno, o Professor Ferrari, futuro presidente do Conselho Europeu de Investigação, declarou: «Tenho muita honra em ter sido escolhido para presidente do Conselho Europeu de Investigação. Gostaria de agradecer à Comissão Europeia, bem como ao Conselho Científico do CEI, por me darem a necessária confiança para enfrentar este desafio único, numa altura em que preparamos o terreno para o novo programa Horizonte Europa da UE.»

O Professor Ferrari tem uma carreira académica distinta, tendo passado muitos anos nos Estados Unidos, onde trabalhou, nomeadamente, nos domínios da matemática, da engenharia, da medicina e da biologia, tendo tido uma ação pioneira no domínio da nanomedicina.

A decisão da Comissão resulta de um procedimento competitivo realizado por um comité de seleção de alto nível constituído pelos seguintes Professores: Mario Monti (presidente do comité, presidente da Universidade Bocconi), Alice Gast (presidente do Imperial College), Fabiola Gianotti (Diretora-Geral do CERN), Carl-Henrik Heldin (presidente da Fundação Nobel), Jules A. Hoffmann (Prémio Nobel da Medicina), Helga Nowotny (antiga presidente do CEI) e Maciej Zylicz (presidente da Fundação para a Ciência da Polónia).

Processo de seleção

O convite à manifestação de interesse lançado pelo comité de seleção em julho de 2018 recebeu mais de 50 candidaturas de personalidades de alto nível. Na sequência de um processo de avaliação, que incluiu entrevistas com os candidatos mais promissores, o comité apresentou ao Comissário Moedas uma lista restrita com os três candidatos mais adequados. Os candidatos tiveram entrevistas com o Conselho Científico do CEI, que também aprovou a escolha do Professor Ferrari. Este é nomeado pela Comissão para um mandato de quatro anos, renovável uma vez.

Contexto

O Conselho Europeu de Investigação, estabelecido pela UE em 2007, é financiado exclusivamente pelo Orçamento da UE, no âmbito do atual programa Horizonte 2020. Seleciona e financia, todos os anos, os melhores e mais criativos investigadores, de todas as nacionalidades e idades, para dirigirem projetos na Europa. Desde 2007, foram selecionados por concurso público cerca de 9000 projetos para financiamento, tendo sido publicados, com o apoio do CEI, mais de 110 000 artigos em publicações científicas internacionais. Alguns investigadores sob a égide do CEI ganharam prémios de prestígio, nomeadamente seis Prémios Nobel, quatro medalhas Fields e cinco Prémios Wolf. O CEI já permitiu aos investigadores encontrar vias promissoras conducentes a descobertas científicas, como a primeira imagem de um buraco negro, avanços importantes na investigação sobre o cancro ou a deteção precoce de falhas de segurança nos processadores informáticos.

O presidente é o representante formal do Conselho Europeu de Investigação e preside o Conselho Científico, órgão de gestão do CEI. O Conselho Científico, composto por cientistas e académicos, define a estratégia de financiamento científico e as metodologias do CEI.

Mais informações

IP/19/2471

Contactos para a imprensa:

Perguntas do público em geral: Europe Direct pelo telefone 00 800 67 89 10 11 ou por e-mail


Side Bar