investEU
Partilhe

Dominó, cerâmicas do futuro

Terceira geração de empresários dinamiza indústria tradicional

Sobre este projeto

A Dominó é uma empresa situada na região de Coimbra gerida por uma família que se dedica à cerâmica há três gerações. Fundada em 1988, produz pavimentos e revestimentos para construção e decoração. A partir de 2009, sofreu as consequências da crise económica e financeira. Sem baixar salários ou despedir funcionários, manteve-se no mercado ao apostar na exportação e em mão-de-obra qualificada.

Ousadia de jovem empresário revitaliza indústria cerâmica

Como a Dominó ultrapassou as adversidades em tempo de crise

A Dominó dedica-se à indústria cerâmica desde há três gerações. O seu responsável, João José Xavier, sucedeu ao pai e assumiu a gestão desta empresa familiar ainda antes dos 30 anos. Um dos seus primeiros desafios foi ultrapassar o ambiente adverso provocado pela crise económica e financeira em Portugal, mas nem por isso deixou de acreditar na retoma. A Dominó contou com o apoio financeiro da União Europeia para se revitalizar e atrair novos mercados para exportação. Sem despedir ou cortar salários (as únicas reduções foram feitas na administração), deu a volta à crise. "Recorremos a fundos comunitários para tornarmos a Dominó mais competitiva, o que nos permitiu operar num mercado tão exigente como o europeu, onde os melhores do mundo da cerâmica se encontram em força. Acredito que a crise foi uma oportunidade de reestruturação e inovação”, afirma João José Xavier.

João José Xavier, Presidente do Conselho de Administração da Dominó, Indústrias Cerâmicas
Partilhe

A cerâmica que alia tecnologia e tradição

A Dominó é um bom exemplo de uma PME que superou o difícil contexto económico e financeiro português dos últimos anos e conseguiu elevar o seu negócio ao investir em exportação e tecnologia. Apostou na aliança entre tradição e investigação, e o seu produto resulta de uma mão-de-obra especializada em revestimentos e pavimentos cerâmicos. 

A Dominó tem um forte impacto regional, pela criação de cerca de 200 postos de trabalho, e contribui para o aumento das exportações nacionais: 65% da sua produção destina-se a 60 mercados dos cinco continentes. 

O investimento no design também é outro dos seus valores. Ao criar pavimentos e revestimentos esteticamente diferenciados e com alto nível de qualidade, esta empresa já conquistou arquitetos e designers no mundo.

Partilhe
Factos e números

Dominó :

  • Dá emprego a cerca de 200 trabalhadores
  • Exporta 65% da produção
  • Vende para 60 países dos cinco continentes
  • Produz 14 mil metros quadrados de cerâmica por dia
Coordenador:
João José Xavier (CEO)
Parceiros:
N/A
Localização:
Portugal, Condeixa, Coimbra
Calendário:
2015 - 2016
ECAS Login