União Europeia

Comércio

Comércio

Por um comércio mundial aberto e justo

A União Europeia é uma das economias mais viradas para o exterior do mundo. É também o maior mercado único do mundo. O comércio livre entre os países da UE é um dos princípios fundadores da própria UE, que está também empenhada em abrir o comércio a nível mundial.

Entre 1999 e 2010, o comércio externo da UE duplicou, representando atualmente mais de 30 % do seu produto interno bruto (PIB). A UE é responsável pela política comercial dos Estados-Membros e negoceia acordos em nome destes. Falando a uma só voz, a UE tem mais peso nas negociações comerciais internacionais do que cada país isoladamente.

A UE colabora ativamente com países ou agrupamentos regionais para negociar acordos comerciais que concedem um acesso mutuamente vantajoso aos mercados da UE e dos partes em causa. As empresas da UE podem expandir as suas atividades e importar mais facilmente as matérias-primas que utilizam para fabricar os seus produtos.

Cada acordo é único e pode incluir reduções pautais, regras em matérias como a propriedade intelectual ou o desenvolvimento sustentável, ou cláusulas relativas aos direitos humanos. Ao negociar acordos ou regras comerciais, a UE tem também em conta as observações de entidades públicas, empresas e ONG.

A UE apoia e defende a indústria e as empresas da UE, esforçando-se por eliminar os entraves ao comércio de modo a que os exportadores europeus beneficiem de condições justas e consigam aceder a outros mercados. Ao mesmo tempo, a UE apoia as empresas estrangeiras facultando-lhes informações práticas sobre como aceder ao mercado da UE.

A UE colabora igualmente com a Organização Mundial do Comércio (OMC) para ajudar a definir as regras do comércio mundial e eliminar os obstáculos ao comércio entre os membros da OMC.

Back to top