European Union website, the official EU website

Os anos 60 – Um período de crescimento económico

Os anos 60 – Um período de crescimento económico

1960 | 1961 | 1962 | 1963 | 1964 | 1965 | 1966 | 1967 | 1968 | 1969

Um período de crescimento económico

A década de sessenta é um bom período para a economia, favorecida pelo facto de os países da União Europeia terem deixado de cobrar direitos aduaneiros sobre as trocas comerciais realizadas entre si. Estes países decidem também gerir em conjunto a produção alimentar, de forma a assegurar alimentos suficientes para todos. Rapidamente, passam a existir excedentes de produtos agrícolas. O mês de Maio de 68 tornou-se famoso pelas manifestações de estudantes em Paris, tendo muitas mudanças na sociedade e a nível dos comportamentos ficado para sempre associadas à denominada «geração de 68».

13 de agosto de 1961

O regime comunista da República Democrática Alemã (RDA) inicia a construção de um muro em Berlim para impedir que a população fuja para o oeste em busca da liberdade. Algumas pessoas ainda conseguem escapar, outras são abatidas por guardas fronteiriços ao tentarem fugir.

30 de julho de 1962

A UE lança a sua «política agrícola comum» e a produção de alimentos passa a estar sob o controlo conjunto dos Estados-Membros. Os agricultores vendem os seus produtos ao mesmo preço. A UE é autossuficiente em termos alimentares e os agricultores são bem pagos. Mas a PAC tem um efeito negativo: a sobreprodução, que gera montanhas de excedentes. A partir da década de noventa, a prioridade é reduzir os excedentes e melhorar a qualidade dos alimentos.

20 de julho de 1963

A UE assina o seu primeiro grande acordo internacional que visa ajudar 18 antigas colónias em África. Em 2015, a UE tem uma parceria especial com 79 países de África, das Caraíbas e do Pacífico (países ACP). A UE é o maior doador mundial de ajuda ao desenvolvimento aos países mais desfavorecidos. Para receberem esta ajuda, os beneficiários têm de respeitar os direitos humanos.

Maio de 1968

Manifestações violentas dos estudantes e dos operários em França abalam as fundações do próprio Estado. Estas manifestações repetem-se noutros países da UE, embora de forma menos violenta, refletindo a frustração face a governos distantes e ausentes, bem como a oposição à Guerra do Vietname e à corrida ao armamento nuclear.

1 de julho de 1968

Os seis países fundadores suprimem os direitos aduaneiros aplicáveis aos bens que importam entre si, criando, pela primeira vez, condições para o comércio livre transfronteiras, e passam a aplicar os mesmos direitos aduaneiros aos produtos importados dos outros países. Nasce assim o maior mercado do mundo. O comércio entre os seis países e entre a UE e o resto do mundo aumenta rapidamente.

Agosto de 1968

Os tanques soviéticos invadem Praga para esmagar a «primavera de Praga» da efémera democracia checoslovaca. Os checos e os eslovacos não dispõem de meios para fazer face aos mais de 600 000 homens que ocupam o seu território.

20 de julho de 1968

A nave espacial norte-americana Apolo 11 aterra na Lua. Neil Armstrong, é o primeiro homem a pisar a superfície lunar, seguido de Buzz Aldrin. O terceiro astronauta da equipa, Michael Collins, fica em órbita, aos comandos da aeronave.

1960 | 1961 | 1962 | 1963 | 1964 | 1965 | 1966 | 1967 | 1968 | 1969
Ver também: