União Europeia

Países que usam o euro

Países que usam o euro

O euro é o símbolo mais concreto da integração europeia: cerca de 341 milhões de pessoas usam-no todos os dias, o que o torna a segunda moeda mais utilizada em todo o mundo. As suas vantagens são óbvias para qualquer pessoa que viaje para o estrangeiro ou faça compras pela Internet através de sítios estabelecidos noutro país da UE.

Países que usam o euro

Atualmente, o euro (cujo símbolo é €) é a moeda oficial de 19 dos 28 países da UE.

Países da zona euro

Embora todos os países da UE façam parte da União Económica e Monetária (UEM), só 19 países substituíram as suas moedas nacionais pela moeda única, o euro. Estes países formam a «área do euro», também conhecida como «zona euro».

Países da UE não pertencentes à zona euro

Os países seguidamente enumerados ainda não adotaram a moeda única, mas aderirão à zona euro assim que reunirem as condições necessárias. Na sua maioria, trata-se de países que aderiram à UE em 2004, 2007 e 2013, isto é, depois da introdução do euro em 2002.

Países que optaram por não participar no euro

Pontualmente, os países da UE podem negociar uma cláusula de exclusão voluntária em relação a qualquer ato legislativo ou tratado da União Europeia e decidir não participar em determinados domínios. No caso da moeda única, dois países, o Reino Unido e a Dinamarca, optaram por não adotar o euro e manter a sua moeda nacional.

Como aderir à zona euro

Para poderem aderir à zona euro, os países da UE devem cumprir os chamados critérios de convergência.

Estas condições económicas e jurídicas vinculativas estão consagradas no Tratado de Maastricht de 1992, sendo também conhecidas como «critérios de Maastricht». Assim que cumprirem esses critérios, todos os países da UE, com exceção da Dinamarca e do Reino Unido, são obrigados a adotar o euro e a aderir à zona euro.

O Tratado não define um calendário para a adesão à zona euro, mas deixa aos países a responsabilidade de desenvolverem as suas próprias estratégias para satisfazer as condições de adoção do euro.

A Comissão Europeia e o Banco Central Europeu decidem em conjunto se um país candidato à zona euro reúne as condições para poder adotar o euro. Depois de avaliarem os progressos realizados em relação aos critérios de convergência, estas instituições publicam as suas conclusões em relatórios que devem ser ratificados pelo Conselho ECOFIN, em consulta com o Parlamento e os Chefes de Estado e de Governo. Em caso de parecer favorável, o processo de adoção do euro pode começar.

Back to top