União Européia

Dinamarca

Em síntese

Capital: 

Copenhaga

Superfície: 

42 924 km²

População: 

5 707 251 habitantes (2016)

População em % da população total da UE: 

1,1 % (2016)

Produto interno bruto (PIB): 

276,805 mil milhões EUR (2016)

Língua ou línguas oficiais da UE: 

dinamarquês

Sistema político: 

monarquia constitucional parlamentar

Adesão à UE: 

1 de janeiro de 1973

Lugares no Parlamento Europeu: 

13

Moeda: 

coroa dinamarquesa DKK

Membro do Espaço Schengen: 

 Sim, o país é membro do Espaço Schengen desde 25 de Março de 2001

Presidência do Conselho: 

A ligação seguinte encaminha-o para um sítio Web externopresidência do Conselho da UE em curso. - Datas das presidências dinamarquesas

A Dinamarca é o país mais pequeno, o mais meridional e o mais plano dos três países escandinavos, sendo constituída pela da península da Jutlândia e por um arquipélago de mais de 400 ilhas, das quais 72 desabitadas. A Dinamarca faz fronteira com a Alemanha a sul, está ligada à Suécia por estrada e por uma linha ferroviária e tem uma costa marítima de 7 314 km.

Em 2015, os principais setores da economia dinamarquesa foram a administração pública, a defesa, a educação, a saúde e os serviços sociais (23,1 %), o comércio grossista e retalhista e os serviços de transportes, alojamento e restauração (18,8 %) e a indústria (18,7 %).

A Dinamarca exporta principalmente para a Alemanha, a Suécia e os EUA. Por sua vez, as suas importações provêm sobretudo da Alemanha, da Suécia e dos Países Baixos.

A Dinamarca na UE 

Parlamento Europeu

A Dinamarca tem 13 deputados no Parlamento Europeu. Descubra quem são.

Gabinete de Informação do Parlamento Europeu na Dinamarca

Conselho da União Europeia

Os ministros nacionais reúnem-se regularmente no Conselho da UE para adotar legislação europeia e coordenar as suas políticas. Os representantes do governo dinamarquês participam regularmente nas reuniões do Conselho, em função da matéria tratada.

Presidência do Conselho da União Europeia

O Conselho da UE não tem um presidente permanente (ao contrário do que acontece, por exemplo, com a Comissão ou o Parlamento). Em vez disso, os seus trabalhos são presididos pelo país que assume rotativamente, por períodos de seis meses, a presidência do Conselho.

Durante os seis meses de presidência, os ministros do governo do país em questão ajudam a estabelecer a ordem de trabalhos do Conselho e presidem às suas reuniões nos vários domínios políticos, facilitando igualmente o diálogo com as outras instituições europeias.

Datas das presidências dinamarquesas:

jul. a dez. de 1973 jan. a jun. de 1978 jul. a dez. de 1982 jul. a dez. de 1987 jan. a jun. de 1993 jul. a dez. de 2002 jan. a jun. de 2012

Presidência do Conselho da UE

Comissão Europeia

O Membro da Comissão Europeia nomeado pela Dinamarca é Margrethe Vestager, responsável pela Concorrência.

A Comissão está presente em cada um dos países da UE com um gabinete local, a chamada «representação».

Representação da Comissão na Dinamarca

Comité Económico e Social Europeu

A Dinamarca tem 9 membros no Comité Económico e Social Europeu. Este órgão consultivo - que representa os empregadores, os trabalhadores e outros grupos de interesses - é convidado a pronunciar-se sobre propostas legislativas, emitindo pareceres sobre as suas possíveis consequências a nível laboral e social nos Estados-Membros.

Comité das Regiões Europeu

A Dinamarca tem nove membros no Comité das Regiões Europeu, a assembleia da UE que reúne representantes locais e regionais. Este órgão consultivo é convidado a pronunciar-se sobre propostas legislativas, a fim de garantir que as mesmas têm em conta o ponto de vista das regiões da UE.

Representação permanente junto da União Europeia

A Dinamarca também comunica com as instituições europeias através da sua representação permanente em Bruxelas. Enquanto «embaixada da Dinamarca na UE», a sua principal tarefa é assegurar a defesa dos interesses e a prossecução das políticas do país a nível da UE, de forma tão eficaz quanto possível.

Orçamento e financiamento

Com quanto contribui e quanto recebe do orçamento europeu a Dinamarca?

As contribuições financeiras dos Estados-Membros para o orçamento europeu são repartidas de forma equitativa, de acordo com as respetivas possibilidades. Quanto maior for a economia do país, maior é a sua contribuição e vice-versa. O orçamento europeu não tem como objetivo redistribuir a riqueza, mas antes dar uma resposta às necessidades dos europeus no seu conjunto. 

Repartição de quanto recebeu e quanto deu a Dinamarca para o orçamento europeu em 2015: 

  • Total da despesa da UE na Dinamarca: 1,529 mil milhões EUR
  • Despesa da UE em % do rendimento nacional bruto (RNB) da Dinamarca: 0,56 %
  • Total da contribuição da Dinamarca para o orçamento da UE: 2,191 mil milhões EUR
  • Contribuição da Dinamarca para o orçamento da UE em % do seu RNB: 0,80 % 

Mais informações sobre o orçamento, as receitas e a despesa da UE:

Projetos financiados pela União Europeia na Dinamarca

Os fundos pagos para o orçamento europeu pela Dinamarca contribuem para financiar programas e projetos em todos os países da UE, ajudando, por exemplo, a construir estradas, subsidiar a investigação e proteger o ambiente.

Informe-se sobre os projetos financiados pela UE na Dinamarca

Informações práticas