EU PROTECTS > A nossa sociedade > Em pé de igualdade: como é que a UE assegura o comércio justo

«A concorrência desleal poderia levar a nossa pequena cidade à beira de uma crise económica.»

Monika Božíková

As bicicletas elétricas são um modo de transporte rápido e ecológico utilizado por pessoas de todas as idades. A partir de 2016, os fabricantes de bicicletas europeus começaram a sentir dificuldades em competir com as importações de bicicletas elétricas provenientes da China. Com a sua entrada em massa no mercado europeu, estas bicicletas elétricas mais baratas ameaçavam destruir 90 000 postos de trabalho na Europa em apenas alguns anos.

Alertada pelos fabricantes de bicicletas europeus, a Comissão Europeia investigou as exportações provenientes da China e a situação do setor na Europa. No espaço de alguns meses, as equipas de investigação da UE tinham recolhido provas suficientes de que as bicicletas elétricas importadas estavam a ser vendidas a preços desleais no mercado da UE. Conheça os investigadores da UE especializados na defesa comercial, os funcionários aduaneiros e as empresas que asseguraram que os importadores de bicicletas elétricas chinesas passassem a cumprir as regras.

Ver vídeo

Em pé de igualdade: como é que a UE assegura o comércio justo

A Europa está aberta ao comércio, mas todos devem operar em condições de concorrência equitativas. As regras comerciais da UE impedem que importações artificialmente baratas inundem o mercado europeu e levem as empresas europeias à falência. Quando os fabricantes europeus de bicicletas suspeitaram que algumas destas regras tinham sido violadas, inspetores comerciais e funcionários aduaneiros da UE entraram em ação para proteger o futuro do setor.

Desloque-se para continuar

EU Protects: Como a UE mantém as rodas do comércio livre a girar

Moreno Fioravanti

Italiano, Associação Europeia de Fabricantes de Bicicletas

Bélgica

«Recebi telefonemas de fabricantes de bicicletas de toda a Europa. Queixavam-se de que não podiam concorrer com um afluxo de bicicletas elétricas importadas vendidas a preços aparentemente desleais.»

«As bicicletas elétricas são populares e apelativas para pessoas de todas as idades. Mas esta invenção de nada vale se as regras do comércio justo não forem respeitadas. Não fosse a intervenção dos investigadores da UE especializados na defesa comercial, não haveria hoje uma indústria europeia de bicicletas elétricas.»

«Alertámos a Comissão Europeia no intuito de proteger as 800 PME e os 90 000 postos de trabalho do setor.»

 - Moreno Fioravanti

Michał Struk

Polaco, Direção-Geral do Comércio, Comissão Europeia

Bélgica

«A Associação Europeia de Fabricantes de Bicicletas pediu-nos que investigássemos as alegadas práticas de dumping nas importações de bicicletas elétricas para o mercado da UE. A minha equipa visitou cinco fabricantes de bicicletas elétricas na Europa para averiguar se havia algum fundamento nas suas queixas de concorrência desleal. Visitámos também cinco importadores europeus de bicicletas elétricas chinesas para verificar como iriam as nossas medidas afetar as suas empresas.»

«Um ano depois, tínhamos provas suficientes de que os produtores de bicicletas europeus tinham registado uma redução da sua quota de mercado. Mas a nossa investigação do comércio desleal de bicicletas elétricas não ficou por aqui.»

«Confirmámos o efeito negativo na indústria de bicicletas europeia. Mas precisávamos de saber mais sobre a causa.»

 - Michał Struk

Arto Leppilahti

Finlandês, Direção-Geral do Comércio, Comissão Europeia

Bélgica

«Enquanto os nossos colegas investigavam na Europa, tivemos apenas alguns meses para visitar vários fabricantes de bicicletas elétricas na China, bem como um fornecedor de motores para as mesmas. Verificámos que estas empresas eram apoiadas pelo Governo chinês com empréstimos a taxas reduzidas, peças de bicicletas e até terrenos para construírem fábricas e expandirem as suas atividades para exportação. Tal explicava como era possível vender as bicicletas elétricas a preços muito inferiores aos da UE.»

«Para executarmos corretamente o nosso trabalho, tivemos de investigar as atividades das empresas chinesas e analisar o papel das autoridades económicas e comerciais chinesas. De volta a Bruxelas, com base em todas as provas recolhidas na Europa e na China, decidimos aplicar impostos especiais sobre estas importações de bicicletas elétricas. Esta medida contribuiu para restabelecer o comércio justo na UE.»

«Asseguramos o cumprimento das regras comerciais da UE. Não permitiremos que vantagens de preços injustos alterem as condições concorrenciais.»

 - Arto Leppilahti

Oliver Christ

Alfândega, porto de Hamburgo

Alemanha

«Efetuamos até 500 controlos por dia. Se, por exemplo, for declarado um contentor de bicicletas elétricas, procedemos à uma verificação cruzada numa base de dados eletrónica. Certificamo-nos de que as bicicletas cumprem as regras comerciais da UE. Se assim não for, têm de pagar direitos antidumping.»

«Lidamos com muitas empresas e produtos. Ao longo dos anos, desenvolvi um "olhar clínico" para identificar e travar importações que violem as regras e ameacem o mercado europeu.»

«Depois de concluirmos com êxito uma investigação no domínio da defesa comercial, temos de atuar para assegurar o pagamento de direitos de importação suplementares.»

 - Oliver Christ

Monika Božíková

Fabricante de bicicletas Kenzel

Eslováquia

«O meu irmão e eu crescemos rodeados de bicicletas. Sempre fomos uma empresa familiar e recorremos a fornecedores europeus e não só.»

«Empregamos 80 pessoas e investimos recentemente numa nova unidade de produção. Mas nunca poderíamos competir com importações a preços desleais. As regras comerciais europeias protegem o nosso futuro e permitem que a nossa comunidade prospere.»

Ao dar voz a pequenas empresas como a minha, a Europa tem desempenhado efetivamente um papel importante. Quando unimos forças, podemos proteger melhor a nossa indústria.»

 - Monika Božíková

Sabia que...?

Exagerar no acelerador

As bicicletas elétricas têm tamanhos e estilos diferentes. Os seus sistemas elétricos alimentados a bateria permitem aliviar o esforço nas subidas ou em qualquer tipo de terreno. Os modelos mais recentes podem até comunicar com outros veículos, alertando-os quando se aproximam demasiado.

Eficiência elétrica

Os fabricantes de bicicletas elétricas europeus orgulham-se de reduzir a sua pegada de carbono. Se todas as bicicletas elétricas vendidas na UE fossem importadas da China, as emissões de CO2 e outras emissões perigosas poderiam aumentar 2 milhões de toneladas.

800

Número de PME europeias inovadoras da indústria europeia de bicicletas, que emprega cerca de 90 000 trabalhadores.

1 milhão

Número de bicicletas elétricas produzidas anualmente pelos fabricantes europeus.

Serviços elétricos

Projeto financiado pela UE Pro E-Bike. Promove a utilização pública de bicicletas e trotinetas elétricas como uma alternativa atrativa aos veículos convencionais (movidos a combustíveis fósseis). O projeto está em curso em Itália, Suécia, Croácia, Espanha, Países Baixos, Portugal e outros países.

QUEM SÃO OS OUTROS HERÓIS QUE PROMOVEM A SOLIDARIEDADE NA EUROPA?

Talvez alguns destes heróis sejam do seu país.

Apoiada pela UE, existe uma rede de heróis locais que trabalham em conjunto para ajudar a ultrapassar problemas sociais como a pobreza, as práticas comerciais prejudiciais, os despedimentos, entre outros. Desde assistentes sociais a bombeiros, especialistas em defesa comercial e detetives policiais, saiba como a UE apoia os heróis locais no seu país.