Sociedade ecológica

Excelente!
É ótimo saber que tens uma paixão por
Sociedade ecológica
Ver todas as paixões
A MINHA SUSTENTABILIDADE. A MINHA VIDA.

Recicla, reutiliza, repara e impede que os plásticos cheguem aos nossos oceanos  

PENSAR NO PLÁSTICO DE UMA FORMA DIFERENTE

Quando deito fora o plástico à volta da sandes ou salada que comprei, ou a garrafa de água, não desaparece, transforma-se em resíduos. O plástico que deito fora sem pensar fica nos nossos oceanos e destrói a vida marinha. E o que entra no mar acaba no nosso prato. Calcula-se que 30% do peixe que compro possa ter plástico nas entranhas. A EU está a levar a sério a redução da quantidade de plástico que deitamos fora, para o manter fora dos nossos oceanos e tornar todas as embalagens de plástico recicláveis até 2030.

REPARAR, REUTILIZAR, REPETIR

Pensar duas vezes antes de deitar fora eletrodomésticos que ainda funcionam. Para sermos sustentáveis, precisamos de mudar a forma como reutilizamos as coisas. Ao aumentar a eficiência dos produtos que uso através de regulamentações de ecodesign específicas, a UE está a construir uma sociedade em que os bens são desenhados para durar, para serem reparados com facilidade e, quando atingem o fim da vida útil, para serem reciclados. Coser o casaco, arranjar o aspirador e reciclar o frigorífico - é um recurso valioso para a nossa economia e ainda melhor para o meio ambiente !

DE MIM PARA TI

Lembras-te daquela ferramenta elétrica comprada há uns anos? Só a usei para dois projetos de bricolage. Talvez possamos partilhá-la? A UE, sendo a favor de uma economia circular, está a encorajar os cidadãos a serem inteligentes no que toca a poupar e a reutilizar os seus bens. Lojas de empréstimo, balcões de reparação e pontos de reciclagem estão a aparecer por toda a UE, encorajando uma forma ecológica, harmoniosa e criativa de usar e reutilizar produtos.

GESTÃO DO METAL

Quer seja um televisor velho avariado ou um portátil que já não funciona, os meus artigos elétricos ainda podem servir um fim: os metais preciosos dentro deles podem voltar a ser usados. A UE assegura que estes metais preciosos são devidamente extraídos, limitando os resíduos e tornando mais fácil que os velhos teclados e leitores de DVD avariados possam voltar a ser úteis. Então, da próxima vez que a minha torradeira der o último suspiro, posso ajudar a proteger os recursos naturais valiosos do planeta, reciclando-a.

SUBIR A FASQUIA

Todos nós temos que fazer a nossa parte em favor do ambiente e a UE não é diferente. Como resultado direto da legislação da UE, vivo numa sociedade que está continuamente a melhorar as suas estratégias de gestão de resíduos. Os aterros sanitários abaixo dos padrões da UE estão a fechar, os edifícios públicos estão mais eficientes energeticamente, levando ao consumo de menos combustíveis fósseis, reciclando-se mais resíduos do que nunca. E não só, pois o investimento da UE também ajudou a ligar 7 milhões de pessoas ligadas a centrais de tratamento de águas residuais novas ou melhoradas. 

Como funciona?

A UE está a mudar de uma sociedade que deita tudo fora, desperdiçando recursos naturais e acelerando as alterações climáticas, para entrar numa economia ecológica, sustentável e circular. Ao abrigo das regras da UE, é agora exigido às empresas que criem produtos mais duradouros e fáceis de reparar, reutilizar e reciclar. Já foram definidos alvos ambiciosos em termos de redução de resíduos e reciclagem, sendo agora a prioridade encontrar forma de tornar os resíduos de uma indústria na matéria-prima de outra.

    Sabias?

    480 kg

    /euandme/file/765_ptgreen-society.png

    Peso dos resíduos municipais gerados por pessoa, por ano na UE, o mesmo peso que um urso pardo!

    47%

    /euandme/file/764_ptgreen-society2.png

    dos resíduos municipais foram reciclados ou transformados em composto em 2016, o que representa um aumento de 30% desde 1995.

    59%

    /euandme/file/763_ptgreen-society3.png

    A proporção de resíduos plásticos que vem diretamente das embalagens.

    4,2 milhões

    /euandme/file/762_ptgreen-society4.png

    Número de pessoas da UE atualmente a trabalhar em indústrias ou empregos ecológicos, um setor que cresceu muito mais rapidamente que outras áreas da economia desde 2000.

    500 € por ano

    /euandme/file/761_ptgreen-society5.png

    Montante que cada agregado familiar na UE pode poupar reduzindo os desperdícios alimentares.

    Director's Video

    /euandme/file/21236_ptOona: uma curta-metragem #EUandME realizada por Zaida Bergroth

    Oona, realizado por Zaida Bergroth

    Depois de ficar perdida e abandonada numa floresta ameaçadora, uma jovem rapariga tem que confiar na ajuda de uma amiga improvável para encontrar o caminho de casa.

    /euandme/file/21236_ptOona: uma curta-metragem #EUandME realizada por Zaida Bergroth

    /euandme/file/21237_ptOona: o trailer oficial #EUandME

    /euandme/file/21238_ptNos bastidores de Oona: uma curta-metragem #EUandMe

    Histórias #EUandME

    The story of Jael

    #EUandME Thanks to the EU, she was able to reduce her plastic footprint and work in a packaging-free grocery store.

    You might want to read these

    “I’m dreaming of a world without food waste”

    Dalibor Matijević has founded some 6 start-ups in the last 8 years, combining lasting social innovation for people and for the environment. He embarked on this path as a child, helping all those who needed it. He is the founder and owner of the Robin Food store and trademark, which tackles...

    The Story of Josephine

    #EUandME Thanks to the EU, she has set up a company to manufacture eco-friendly cloth bags in order to curb plastic waste. 

    The story of Sandra

    #EUandME Thanks to the EU, she was able to study abroad which inspired her to combine her hobby of painting with ecology to reduce plastic bag usage.

    The Story of Demetra

    #EUandME Thanks to EU funding, she is able to utilise her InnovOleum project to promote healthy, environmentally friendly schools.

    The story of Jill

    #EUandME Jill is passionate about protecting nature and creating a sustainable Europe. The EU supports her every step of the way.

    The story of Ev

    #EUandME Thanks to EU support, Ev set up her company, Straw by Straw, to fight against plastic straws and other single-use plastic products. She uses dried grain stems as straws in 50 locations around Europe.

    The story of Valters

    #EUandME Thanks to the EU, Valters is able to educate consumers on reducing daily waste and help implement EU initiatives to encourage responsible eating.

    Que mais o apaixona?

    Para uma sociedade feliz, devemos preservar o ambiente e não só

    O que é importante para ti?

    As pessoas precisam de proteção!Informação é poder: devemos manter os nossos dados em segurança