EYCH

2018: Ano Europeu do Património Cultural

O ano de 2018 será dedicado à comemoração da riqueza e diversidade do património cultural europeu – tanto a nível da UE como a nível nacional, regional e local.

Sob o lema «Património: onde o passado encontra o futuro», o Ano Europeu do Património Cultural pretende incentivar mais pessoas a descobrir e explorar o património cultural da Europa e reforçar o sentimento de pertença a um espaço europeu comum.

Ao longo do ano, terão lugar por toda a Europa uma série de iniciativas e eventos que permitirão às pessoas aproximarem-se do património cultural e desempenharem um papel mais ativo nas questões que lhe dizem respeito. O património cultural influencia a nossa identidade e vida quotidiana. Rodeia-nos nas vilas e cidades, nas paisagens naturais e nos sítios arqueológicos da Europa. Não está circunscrito à literatura, à arte ou aos objetos expostos nos museus. Está igualmente presente nas técnicas que aprendemos com os nossos antepassados, nas histórias que contamos aos nossos filhos, nos pratos com que nos deliciamos e nos filmes que vemos e em que nos reconhecemos.

Porquê o património cultural

O património cultural tem um valor universal para todos nós, enquanto indivíduos, comunidades e sociedades. É importante preservá-lo e transmiti-lo às gerações futuras. Embora possa ser considerado como algo estático ou «do passado», na realidade, através do nosso empenhamento, o património evolui. Acima de tudo, tem um papel importante a desempenhar na construção do futuro da Europa. É por isso que, durante o Ano Europeu, estamos especialmente interessados em chegar aos jovens.

O património cultural assume muitas e variadas formas:

  • material – edifícios, monumentos, artefactos, vestuário, obras de arte, livros, máquinas, cidades históricas, sítios arqueológicos
  • imaterial – práticas, representações, expressões, conhecimentos, competências – e os instrumentos, objetos e espaços culturais que lhe estão associados – valorizados pelas pessoas, incluindo as línguas e tradições orais, as artes do espetáculo, as práticas sociais e o artesanato tradicional
  • natural – paisagens, flora e fauna
  • digital – recursos criados em formato digital (por exemplo, arte ou animação digital) ou que foram digitalizados como meio para assegurar a sua conservação (incluindo textos, imagens, registos)

Ao prezar o nosso património cultural, podemos descobrir a nossa diversidade e dar início a um diálogo intercultural sobre o que temos em comum. Haverá melhor forma de enriquecer as nossas vidas do que através da interação com algo tão crucial para a nossa identidade?

O património cultural não deve ser deixado ao abandono e a sua deterioração e destruição devem ser evitadas. É por esta razão que, em 2018, procuramos formas de o comemorar e preservar.

O que acontecerá em 2018?

Durante este ano, todos poderão vivenciar, apreciar e usufruir do património cultural. Todos estão convidados a aderir aos milhares de atividades que serão levadas a cabo em toda a Europa para aproximar os cidadãos do património cultural.

Cada país da UE designou um coordenador nacional responsável pelas comemorações e pela coordenação dos eventos e projetos a nível local, regional e nacional.

As principais partes interessadas do setor cultural, assim como organizações da sociedade civil, estão intimamente associadas às atividades de comemoração.

A nível europeu, todas as instituições da UE estão empenhadas em fazer com que o ano seja um êxito. A Comissão Europeia, o Parlamento Europeu e o Conselho da União Europeia, bem como o Comité das Regiões e o Comité Económico e Social organizarão eventos para comemorar o Ano Europeu e lançarão atividades que porão em destaque o património cultural.

Além disso, a UE financiará projetos de apoio ao património cultural. No âmbito do programa Europa Criativa, foi lançado um convite específico à apresentação de propostas de projetos de cooperação relacionados com o Ano Europeu. Uma grande variedade de outras oportunidades estarão disponíveis ao abrigo dos programas Erasmus+, Europa dos Cidadãos, Horizonte 2020 e de outros programas da UE.

Para garantir que os efeitos dos nossos esforços se farão sentir para além de 2018, a Comissão, em colaboração com o Conselho da Europa, a UNESCO e outros parceiros, irá lançar dez projetos com impacto a longo prazo. incluindo atividades com escolas, investigação sobre soluções inovadoras para a reutilização de edifícios históricos e a luta contra o tráfico ilícito de bens culturais. O objetivo é ajudar a desencadear um processo de mudanças efetivas no modo como usufruímos, protegemos e promovemos o património, assegurando que o Ano Europeu terá benefícios para os cidadãos a longo prazo.

O Ano Europeu no seu país

Por toda a Europa, realizam-se eventos, de grande e pequena dimensão. Visite o sítio do Ano Europeu do seu país para saber o que está a acontecer perto de si.

Procurar por país

#EuropeForCulture

Facebook Twitter Instagram