Portal Europeu da Juventude
Informações e oportunidades para os jovens na Europa.

Bullying, o que fazer?

Há barreiras que nunca deveriam ser violadas. Ações que deveriam ser evitadas. Palavras que deveriam ser esquecidas. Mas será que é possível?

O bulling não é um comportamento exclusivo da sociedade actual. Sempre existiu e muito provavelmente continuará a existir enquanto existir a diferença. É um comportamento caracterizado pela sua agressividade repetida e intencional, praticada por um período de tempo, com o intuito de magoar física, emocional e psicologicamente alguém. Tantas vezes camuflado, outras tantas intencional, o bulling é exercido por uma pessoa, ou um pequeno grupo de pessoas, contra alguém identificado pela sua raça, género, orientação sexual, aparência, religião ou incapacidade. Existem vários tipos de bulling: físico, sexual, social, ciberbulling e homofóbico. Um problema real que afeta vários jovens, mas que tem soloção.

Como combate-lo?

Caso sejas vítima de bulling ou conheças alguém que sofre com este comportamento, deixamos-te aqui algumas dicas que poderão ajudar-te a lidar com este problema.

  • Desabafa com alguém, pois isso vai ajudar-te a lidar com a situação e fazer com que te sintas melhor;
  • Fala com um adulto em quem confie. Evitar falar sobre o assunto não irá não resolver o teu problema;
  • Não desistas até seres ouvido/a;
  • Não te culpes;
  • Afasta-te dos agressores. Enfrentá-los não é a melhor solução. Os agressores querem atenção e, por isso, sentem-se mais confiantes quando demonstras medo ou desconforto;
  • Expressa o que sentes. Se preferires, podes fazer um registo diário com os teus pensamentos e sentimentos;
  • Não tenhas medo de denunciar o(s) culpado(s);
  • Tenta arranjar novas atividades para ocupares o teu tempo de uma forma positiva. Evita o isolamento.
  • Frequenta lugares onde te sintas mais seguro/a. Sempre que possível tenta estar junto dos teus amigos e em locais onde estejam adultos;
  • Sorri para os agressores. Tenta imaginar que estão a contar algo engraçado e ri-te. Se a vontade deles é que chores, faz o contrário: sorri;
  • Se gostares, podes ainda aprender arte marcial como karaté, taekwondo, kung fu ou outra. Vai ajudar-te a desenvolver competências defensivas, a melhorar a tua forma física e a auto estima;
  • Ajuda outros colegas teus que também sofrem de bullying;
  • Podes sugerir à associação de estudantes ou à direção da tua escola/universidade a organização de seminários ou palestras sobre a temática para que a comunidade escolar possa também ajudar a combater o bullying;

Nunca desistas dos teus objetivos por causa daqueles que praticam o bullying. Ignora-os. Mostra-lhes que o comportamento e as palavras deles não te afetam. Mostra confiança.

Publicado: qui, 29/12/2016 - 18:18


Tweet Button: 

Ligações úteis


Info for young people in the western balkans

Precisas de aconselhamento especializado?

Pergunta-nos!