Estás a utilizar uma versão antiga do Microsoft Internet Explorer. Este sítio foi otimizado para a versão 9 e versões mais recentes do Internet Explorer. Para beneficiares de todas as funcionalidades, deves atualizar o teu programa de navegação. Visita o sítio Web da Microsoft http://www.microsoft.com para descarregar uma versão mais recente do Internet Explorer.

Portal Europeu da Juventude

Informações e oportunidades para os jovens na Europa.


flag

Escola e universidade

A picture
© fotolia.com - Drivepix

Experimenta frequentar uma escola no estrangeiro

Se decidires passar uns tempos numa escola no estrangeiro, terás obviamente de estudar, mas poderás também fazer novas amizades, melhorar os teus conhecimentos linguísticos e conhecer uma cultura totalmente diferente.

Frequentar durante algum tempo uma escola no estrangeiro é uma grande oportunidade em termos de desenvolvimento pessoal e académico, além de valorizar, é claro, o teu currículo.

 

Estadia individual

É uma das modalidades mais comuns: o aluno fica alojado numa família de acolhimento e frequenta uma escola local durante 3 a 12 meses.

Em síntese:

  • A maior parte dos alunos ficam alojados numa família de acolhimento Por vezes, é possível ficar alojado no estabelecimento de ensino em regime de internato, mas o custo é, em geral, mais elevado
  • A maior parte dos alunos em regime de intercâmbio tem entre 15 e 18 anos
  • Certas organizações e associações especializadas podem ajudar-te a organizar a estadia
  • Deves planear a tua estadia com, pelo menos, um ano de antecedência
  • Os custos, bem como os serviços incluídos, são muito variáveis. Na maioria dos casos, todos os custos são suportados pelos próprios alunos

 

Intercâmbio de grupos

Os programas de intercâmbio entre escolas, no âmbito dos quais alunos de diferentes países trocam de escola entre si, é geralmente organizado por escolas parceiras ou cidade geminadas.  A maioria desses intercâmbios são de curta duração, variando aproximadamente entre uma semana e um mês.

 

Se estiveres interessado, informa-te junto da tua escola ou da câmara municipal para saber se estão associadas a algum programa em que possas participar. Não sendo o caso, podes informá-las de que existem possibilidades de financiamento europeu, por exemplo no âmbito dos programas Comenius e Europa para os Cidadãos.

 

Por último, deves informar a tua escola com bastante antecedência para verificar se o período de escolaridade no estrangeiro é contabilizado como um período normal. Tem em conta que algumas escolas podem obrigar-te a repetir o ano.