Portal Europeu da Juventude

Informações e oportunidades para os jovens na Europa.

A picture
© shutterstock.com - iko

Cuida de ti! Sê tu mesmo! A UE e a saúde dos jovens

As atividades da UE em prol da saúde dos jovens visam ajudar o governo, as ONG e outros intervenientes do teu país a tomarem medidas para melhorar a tua saúde e a saúde dos teus amigos. Mas chegou agora a altura de também colaborares, fazendo escolhas responsáveis sobre o teu estilo de vida.

A saúde dos jovens é um elemento importante da Estratégia de saúde da UE. Porque não dar o teu contributo. Afinal é a tua saúde que está em jogo!

 

Iniciativa da UE sobre a saúde dos jovens

Em 2008, o Conselho da UE adotou uma Resolução sobre a saúde e o bem‑estar dos jovens, no qual sublinhava a importância  de promover a saúde e o bem‑estar dos jovens na Europa.

 

Em 2009, a Comissão Europeia  lançou a Iniciativa sobre a saúde dos jovens com o objetivo principal de incentivar  os jovens a intervirem na tomada de decisões sobre a sua saúde e promover um empenhamento das partes interessadas no sentido de melhorar a saúde dos jovens. Na conferência «Cuida de ti! Sê tu mesmo!», organizada pelo Fórum Europeu da Juventude, foi delineado um roteiro com medidas de promoção da saúde dos jovens.

 

Medidas da UE em prol da saúde dos jovens

A Comissão desenvolve várias atividades no domínio da saúde dos jovens, destacando-se as seguintes três:

Portal da Saúde - UE: Jovens –  informações sobre questões relacionadas com a saúde, atividades dentro e fora da Europa e programas de saúde pública da UE.

Cartão Europeu de Seguro de Doença – como poupar tempo e dinheiro e evitar problemas se adoeceres ou tiveres um acidente no estrangeiro.

Organização Mundial da Saúde/Europa: saúde infantil e juvenil – informações sobre os perigos do consumo de álcool, de drogas ilícitas e de tabaco, bem como do sexo desprotegido, da violência e das lesões.

 

Abordagem da UE em matéria de juventude e saúde

Muitos dos problemas de saúde que normalmente afetam os idosos como as doenças e os acidentes cardiovasculares, a diabetes, o cancro ou as perturbações psíquicas são influenciados pelos hábitos adquiridos na infância e na adolescência. Por esta razão, são precisamente os jovens que deveriam ver a saúde no seu sentido mais lato, de acordo com a definição da OMS que diz  que a saúde não é simplesmente a ausência de doença mas antes um estado de bem-estar completo que envolve os aspetos físico, psicológico e social.

Para a UE, a noção de saúde nos jovens deve abranger as capacidades físicas, o funcionamento psicológico, as relações sociais e as possibilidades de desenvolvimento pessoal (por exemplo, as oportunidades de adquirir novas competências, as possibilidades de acesso a atividades de lazer, o ambiente físico).