Portal Europeu da Juventude

Informações e oportunidades para os jovens na Europa.

© fotolia.com - FotolEdhar
© fotolia.com - FotolEdhar

Cria a tua própria empresa noutro país da União Europeia

Existe dentro de ti um empreendedor que anseia por se libertar? Evita perderes-te numa selva burocrática, informando-te sobre os procedimentos e requisitos aplicáveis noutros países.

Enquanto cidadão europeu, tens direito a constituir a tua própria empresa em qualquer país da UE ou a estabelecer uma sucursal de uma empresa com sede noutro país da UE. Os requisitos diferem de país para país, por isso é importante informares-te sobre as diligências que terás de fazer. Para facilitar ao máximo esse processo, indicamos-te algumas ligações para sítios onde poderás encontrar as informações de que necessitas. 

 

A UE incentiva os Estados‑Membros a cumprir determinados objetivos, pelo que deverás conseguir:

  • criar uma empresa no prazo máximo de três dias úteis
  • não pagar mais de 100 euros
  • cumprir todos os trâmites necessários através de um organismo administrativo único
  • cumprir todas as formalidades de registo via Internet
  • registar uma empresa noutro país da UE via Internet (através de balcões únicos)

 

Como estas são meras recomendações (e não obrigações regulamentares), começa por te informar quanto custa na prática a criação de uma empresa, quanto tempo demora e se no país que tens em vista é possível levar a cabo todos os procedimentos necessários através de um único organismo administrativo.

 

No portal Criar uma Empresa, podes consultar os requisitos específicos aplicáveis em cada país, designadamente a legislação a ter em conta e os trâmites administrativos a realizar. O portal «A sua Europa» contém ainda outras informações úteis sobre temas como o IVA e as questões aduaneiras, vender no estrangeiro, requisitos aplicáveis aos produtos e rótulos ambientais.

 

Se pretendes estabelecer a tua empresa em mais de um país da UE, talvez te interesse criar uma Sociedade Europeia (societas europaea). Deste modo, poderás transferir a sede da tua empresa para outro país da UE sem teres de a dissolver primeiro e poderás contratar pessoal em mais de um país.

 

Queres descobrir por ti próprio como é a vida de um empreendedor noutro país da UE? Vai ao sítio Erasmus para Jovens Empreendedores, obtém conselhos e sugestões de um empresário experiente durante seis meses e verás como a tua empresa se desenvolve!