Percurso de navegação

Actualização : 01/10/2014

travel

Transportar produtos animais

Não existem restrições gerais ao transporte destes produtos nas deslocações no interior da UE, uma vez que todos os países membros têm de respeitar normas veterinárias comuns rigorosas. O mesmo se aplica quando se vem de Andorra, Liechtenstein, Noruega, São Marinho ou Suíça.

São aplicáveis pontualmente restrições em caso de surtos de doenças animais.

Quando se regressa à UE vindo de um país terceiro diferente dos acima referidos, pode não ser permitido transportar produtos de carne ou produtos lácteos sem documentação veterinária oficial. Estas normas foram introduzidas para impedir a propagação na UE de doenças animais graves English .

No entanto, é permitido trazer para a UE leite em pó e comida para bebés, bem como alimentos especiais necessários por razões de saúde, desde que sejam cumpridos certos requisitos. É igualmente permitido trazer quantidades limitadas, para consumo próprio, de outros produtos de origem animal, nomeadamente produtos da pesca, caracóis e mel.

Os viajantes que cheguem à UE provenientes das Ilhas Faroé, da Gronelândia e da Islândia  podem trazer pequenas quantidades de carne e de produtos lácteos para consumo próprio.

Ajuda e aconselhamento

Footnote

Neste caso, os 27 Estados-Membros da UE + a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega.

Retour au texte en cours.