Percurso de navegação

Actualização : 28/07/2015

Perguntas frequentes - Admissão e entrada na universidade

  • Pretendo frequentar um curso universitário noutro país da UE. As autoridades locais exigem-me que passe um exame para avaliar os meus conhecimentos linguísticos. Podem fazê-lo?

    SIM - as autoridades competentes podem exigir que os candidatos passem um exame linguístico. Mas estas regras devem ser aplicadas de forma proporcionada, devendo ser previstas exceções para ter em conta situações individuais, por exemplo, caso o candidato já tenha vivido ou trabalhado num país onde se fala a língua em questão.

  • Obtive o meu diploma nos Países Baixos e gostava de continuar a estudar em Espanha. Mas a universidade que contactei em Espanha recusa-se a equiparar o meu diploma neerlandês ao diploma espanhol necessário para entrar no curso que tenho em vista. Podem ajudar-me?

    TALVEZ - Embora o reconhecimento das qualificações académicas seja da exclusiva responsabilidade das autoridades nacionais, a Comissão Europeia pode intervir nos seguintes casos:

    • se a recusa do reconhecimento das qualificações académicas constituir uma discriminação com base na nacionalidade
    • se os procedimentos de reconhecimento forem de tal forma demorados e onerosos que possam ser considerados uma restrição à livre circulação

    Para obter ajuda, dirija-se ao centro ENIC-NARIC English (uma rede europeia de informação sobre o reconhecimento das qualificações académicas) do país de acolhimento, que entrará em contacto com o respetivo homólogo no seu país.

  • Acabo de concluir o ensino secundário no meu país. Posso começar a frequentar um curso universitário noutro país da UE?

    Em princípio, pode matricular-se numa universidade noutro país da UE. Cabe, no entanto, a cada país determinar o nível de habilitações de ensino secundário necessário para a admissão à universidade. Estes aspetos são devidamente explicados na informação prévia aos candidatos disponibilizada pelas universidades.
  • De que documentos necessito para ir estudar para outro país da UE?

    Depende do país, da universidade e do curso. Regra geral, deve apresentar

    • os originais de todas as suas habilitações académicas
    • um CV (por exemplo, o CV Europass English, um modelo de apresentação das suas habilitações académicas reconhecido em toda a Europa).
  • Estou inscrito numa universidade italiana. Posso inscrever-me numa universidade alemã e ao mesmo tempo conservar o meu estatuto de estudante numa universidade italiana?  Aparentemente, a Itália não permite que esteja inscrito simultaneamente em duas universidades, mesmo que a segunda seja uma universidade estrangeira. A Alemanha permite?

    As regras da UE não contemplam esta situação. É legítimo que uma universidade exija que os seus estudantes frequentem as aulas e outras atividades académicas. Daí que possa considerar que os estudantes não podem estar inscritos simultaneamente em dois cursos universitários.

 

Ajuda e aconselhamento