Percurso de navegação

Actualização : 01/10/2014

education-youth

Tributação dos investigadores

Onde pagar os impostos

Regra geral, quando se vai trabalhar para outro país, é nesse país que se deve pagar os impostos.

Porém, por vezes, os investigadores da UE podem continuar a pagar os impostos no país de origem.

Esta é, frequentemente, a situação dos doutorandos ou dos investigadores remunerados por uma entidade pública do país de origem. Nesse caso, os seus rendimentos estão abrangidos pelos acordos fiscais bilaterais em vigor entre o país de origem e o novo país de residência.

Estes acordos destinam-se a evitar uma dupla tributação. Geralmente, é necessário seguir determinados trâmites ainda no país de origem.

Investigadores pós-doutorados

Regra geral, os investigadores pós-doutorados devem pagar os impostos no país de residência, quer como trabalhadores assalariados numa universidade ou num instituto de investigação quer como independentes que realizam trabalhos de investigação em parceria com essas instituições.

Situação fiscal por país

Uma vez que as disposições das convenções em matéria de dupla tributação podem variar consoante os países, verifique a situação do país para onde pretende ir trabalhar:

Selecione um país:

Ajuda e aconselhamento

Footnote

Neste caso, os 27 países da UE + Islândia, Liechtenstein e Noruega

Retour au texte en cours.