Percurso de navegação

Actualização 08/2015

Actualização 08/2015

Comunicação de irregularidades


Partilhar no 
		Partilhar no Facebook
	
		Partilhar no Twitter
	
		Partilhar no google+
	
		Partilhar no linkedIn

Se participou num concurso organizado por uma entidade pública e considerar que foi objeto de discriminação ou tiver constatado irregularidades no processo, tem várias possibilidades de recurso.

Meios de recurso

Qualquer pessoa que tenha apresentado uma proposta no âmbito de um concurso público tem o direito de solicitar a reapreciação de todo o processo. Os países da UE podem exigir que a reapreciação seja solicitada, em primeiro lugar, à entidade pública que organizou o concurso, sendo o processo de adjudicação, nesse caso, imediatamente suspenso.

A entidade pública em causa não pode celebrar o contrato enquanto estiver em curso a reapreciação do processo por parte de uma instância de recurso independente.

 

Os candidatos devem dispor de, pelo menos, 10 dias para interpor recurso, a contar da data de receção da decisão de exclusão enviada por fax ou por correio eletrónico (15 dias, se a decisão tiver sido enviada por via postal). Durante esse prazo suspensivo, a entidade adjudicante não pode celebrar o contrato.

O prazo suspensivo não é aplicável se:

  • a publicação prévia do anúncio de concurso não for obrigatória
  • o adjudicatário do contrato for o único proponente
  • o contrato se basear num acordo-quadro

Contratos desprovidos de efeitos

Um contrato já adjudicado será considerado desprovido de efeitos pela instância de recurso independente se:

  • a entidade pública em causa tiver adjudicado o contrato sem publicação prévia de um anúncio de concurso, caso essa publicação seja obrigatória
  • os proponentes preteridos não tiverem tido qualquer possibilidade de interpor recurso (por exemplo, em caso de incumprimento do prazo suspensivo)
  • existirem provas de que os proponentes excluídos foram objeto de discriminação
 

Os proponentes que pretendam interpor recurso e, eventualmente, obter a privação de efeitos do contrato, dispõem de um prazo mínimo de 30 dias consecutivos (que poderá ser alargado até 6 meses) a contar da data de publicação do anúncio de adjudicação do contrato, para informar a instância de recurso da sua decisão.

Em alguns países da UE, um contrato poderá continuar a produzir efeitos mesmo que a instância de recurso tenha constatado irregularidades que a levariam, normalmente, a declarar o contrato desprovido de efeitos (por exemplo, quando a instância de recurso considera ser do interesse público geral manter os efeitos do contrato). Nesse caso, devem ser aplicadas sanções alternativas (tais como  sanções pecuniárias) à entidade adjudicante ou a duração do contrato deve ser reduzida.

Apoio da Rede de Contratação Pública Europeia (European Public Procurement Network)

A European Public Procurement Network (PPN) tem por objetivo melhorar a aplicação das regras em matéria de contratos públicos através do intercâmbio de experiências entre peritos na matéria e de uma cooperação informal eficaz, incluindo a resolução informal de problemas em processos que envolvem vários países. A Comissão Europeia tem estatuto de observador na PPN e apoia as suas atividades.

Se participou num processo de adjudicação estrangeiro e considerar que foi objeto de discriminação ou suspeitar de alguma irregularidade, pode solicitar a ajuda à PPN dirigindo-se ao ponto de contacto PPN nacional English .

Este entrará em contacto com o respetivo homólogo no país onde decorreu o concurso no qual participou.  O ponto de contacto PPN desse país esclarecerá a sua situação com a entidade pública em causa.

Se este procedimento informal e gratuito não resolver o problema, pode recorrer aos tribunais no país em causa. Se considerar que esse país violou a legislação da UE, pode apresentar uma denúncia à Comissão Europeia. Os pontos de contacto PPN podem dar informações úteis sobre os procedimentos necessários.

A apresentação de uma denúncia a um ponto de contacto PPN nacional não suspende o processo de adjudicação. É importante ter isso em conta, caso pretenda requerer a aplicação de medidas provisórias obrigatórias para obter compensação por alegadas infrações.



Apoio local às empresas

Contacte um parceiro local de apoio às empresas

O seu pedido será enviado a um parceiro da Enterprise Europe Network . Para obter uma resposta rápida e correta, dê o maior número de informações possível.

EEN-logo

Formulário de contacto

(Todos os campos são obrigatórios)
Obrigado, a sua mensagem foi enviada.
Devido a problemas técnicos, não foi possível enviar a sua mensagem. Volte a tentar mais tarde.
Indique um endereço eletrónico válido

Dados pessoais

Dados da empresa

País

Alemanha

Berlin

Bremen

Bremenhaven

Chemnitz

Dresden

Düsseldorf

Erfurt

Frankfurt/Oder

Freiburg

Hamburg

Hannover

Kaiserslautern

Kiel

Konstanz

Leipzig

Magdeburg

Mannheim

Mülheim an der Ruhr

München

Potsdam

Reutlingen

Rostock

Saabrücken

Stuttgart

Trier

Ulm

Villingen-Schwenningen

Wiesbaden

Áustria

Wien

Bélgica

Brussel

Bruxelles

Namur

Bulgária

Dobrich

Plovidiv

Ruse

Sandanski

Sofia

Stara Zagora

Vratsa

Yambol

Chipre

Nicosia

Croácia

Zagreb

Dinamarca

Aalborg

Copenhagen

Herning

Kolding

Næstved

Viborg

Eslováquia

Bratislava

Prešov

Eslovénia

Ljubljana

Espanha

Barcelona

Madrid

Oviedo

Palma

Santa Cruz de Tenerife

Sevilla

Valencia

Vitoria- Gazteiz

Zaragoza

Estónia

Tallinn

Finlândia

Helsinki

Oulu

Tampere

Turku

Vantaa

França

Amiens

Annecy

Aulnat

Besançon

Bordeaux

Bourg en Bresse

Caen

Cayenne

Chalons-en-Champagne

Chambéry

Dijon

Fort-de-France

Grenoble

Lille

Limoges

Lyon

Marseille

Marseille

Montpellier

Montpellier

Nancy

Nantes

Orléans

Paris

Pointe-à-Pitre

Poitiers

Privas

Rennes

Rouen

Saint-Denis

Saint-Etienne

Strasbourg

Toulouse

Valence

Grécia

Athens

Hungria

Budapest

Debrecen

Eger

Győr

Miskolc

Nyíregyháza

Pécs

Szeged

Székesfehérvár

Zalaegerszeg

Irlanda

Dublin

Itália

Firenze

Milano

Napoli

Pieta

Roma

Torino

Venezia

Letónia

Riga

Lituânia

Vilnius

Luxemburgo

Luxembourg

Malta

Pieta`

Noruega

Ås

Oslo

Stavanger

Tromsø

Países Baixos

Den Haag

Nieuwegein

Polónia

Kielce

Lublin

Warsaw

Wroclaw

Portugal

Lisboa

Reino Unido

Belfast (Northern Ireland)

Cardiff (Wales)

Edinburgh (Scotland)

London (England)

República Checa

Brno

Brno

Liberec

Ostrava

Ostrava

Pardubice

Plzen

Praha

Usti nad Labem

Roménia

Arad

Bacau

Bucuresti

Cluj-Napoca

Constanta

Craiova

Galati

Iasi

Ramnicu Valcea

Timișoara

Suécia

Borlänge

Göteborg

Jönköping

Kramfors

Luleå

Malmö

Örebro

Östersund

Stockholm

Umeå

Västerås

Växjö

3000/3000

As informações que constam deste formulário são enviadas diretamente a um parceiro da Enterprise Europe Network. Os dados pessoais indicados no formulário serão utilizados exclusivamente para ajudar os consultores a responder ao seu pedido e não serão guardados.

Ajuda e aconselhamento