Navigation path

Left navigation

Additional tools

Other available languages: EN

Comissão europeia

Declaração

Bruxelas, 17 maio 2014

Declaração do Vice-Presidente da Comissão Europeia, Siim Kallas, sobre Portugal

Faz três anos que Portugal embarcou num enorme ajustamento económico com o apoio dos seus parceiros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional.

Graças ao esforço determinado das autoridades portuguesas e à capacidade de resistência e coragem dos portugueses, registaram-se progressos significativos na correção dos desequilíbrios económicos que há muitos anos estrangulavam o País.

O Governo português teve uma ação decisiva para recolocar as finanças públicas numa trajetória sustentável. Foi possível estabilizar o sector financeiro, bem como torna-lo mais forte. As reformas estruturais levadas a cabo em muitos sectores da economia estão a melhorar a competitividade de Portugal e a remover os obstáculos ao investimento e à criação de emprego.

Depois da Irlanda e da Espanha, Portugal é o terceiro país da Zona Euro a terminar com sucesso o seu programa de ajustamento. Se por um lado este é um momento de satisfação, por outro não podemos ser complacentes. Para alcançar uma recuperação mais robusta e para diminuir os níveis de desemprego que continuam inaceitáveis, é essencial que, nos próximos meses e anos, se mantenha um verdadeiro empenho na prossecução das políticas de rigor orçamental e das reformas necessárias ao crescimento.

Ao longo desta crise a Comissão Europeia esteve sempre ao lado de Portugal. Continuaremos a apoiar o país e a encorajar Portugal nos seus esforços para construir uma base económica mais sólida para o futuro dos seus cidadãos.

Contactos :

Simon O'Connor (+32 2 296 73 59)

Vandna Kalia (+32 2 299 58 24)

Audrey Augier (+32 2 297 16 07)

Para o público: contacte o serviço Europe Direct por telefone (00 800 6 7 8 9 10 11) ou por correio eletrónico


Side Bar