Navigation path

Left navigation

Additional tools

Horizonte 2020: «um impulso vigoroso em prol da investigação europeia e dos empresários», afirma Androulla Vassiliou

European Commission - MEMO/13/1021   21/11/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO HR

Comissão Europeia

NOTA INFORMATIVA

Bruxelas, em 21 de novembro de 2013

Horizonte 2020: «um impulso vigoroso em prol da investigação europeia e dos empresários», afirma Androulla Vassiliou

As Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA), para financiamento de bolsas de investigação, e o Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (IET) receberão significativamente mais dinheiro no âmbito do novo orçamento da UE para o programa «Horizonte 2020» destinado a apoiar a investigação e a inovação, hoje adotado pelo Parlamento Europeu. As MSCA e o IET são da responsabilidade de Androulla Vassiliou, Comissária Europeia para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, que descreveu a votação do PE como «um impulso vigoroso em prol da investigação europeia e os futuros empresários».

As MSCA representam 8 % do total do orçamento para o programa-quadro «Horizonte 2020», com mais de 6 mil milhões de euros de financiamento para o período de 2014-2020.1 Este valor é cerca de 30 % superior à atual dotação de 4,7 mil milhões de euros afetada às Ações Marie Curie para o período de 2007-2013. O novo orçamento irá apoiar mais de 65 000 investigadores, dos quais quase 40 % serão doutorandos. O IET receberá 2,7 mil milhões de euros para o período de 2014-20202, 3,5 % da dotação total do orçamento da UE afetada à investigação e à inovação. Este valor representa um aumento significativo do orçamento inicial do IET, que correspondia a cerca de 300 milhões de euros para o período de 2008-2013. Os fundos reforçarão as capacidades de investigação e de inovação da UE e contribuirão para o crescimento e o emprego.

«Com o Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia e as Ações Marie Skłodowska-Curie, a UE está a aumentar significativamente o seu investimento nas pessoas que têm os conhecimentos e o talento para inovar e mudar vidas. É uma excelente notícia para a comunidade de investigadores e para os empresários do IET de amanhã,» afirmou a Comissária Androulla Vassiliou.

O aumento do orçamento realça a importância atribuída às MSCA, que irão formar a próxima geração de investigadores na Europa. As MSCA darão apoio aos investigadores em todas as fases da sua carreira, independentemente da sua nacionalidade. Investigadores de todas as disciplinas, desde os cuidados de saúde de emergência à investigação científica fundamental aberta («blue-sky»), serão elegíveis para receber o financiamento. As MSCA apoiarão também os doutoramentos no domínio da indústria, que combinam a investigação académica e o trabalho nas empresas, bem como outros tipos de formação inovadora que reforcem a empregabilidade e a progressão na carreira.

O IET terá um papel essencial a desempenhar no crescimento dinâmico e inovador da Europa, colmatando lacunas entre o ensino superior, a investigação e as empresas, bem como dando apoio às novas empresas e à formação pós-graduada especializada. Opera através de Comunidades de Conhecimento e Inovação (CCI), que constituem um conceito pioneiro de parcerias transnacionais público-privadas. Para além das três CCI existentes dedicadas ao clima, às TIC e à energia, o IET irá lançar cinco novas CCI entre 2014 e 2020, nos domínios da vida saudável e do envelhecimento ativo (2014), matérias-primas (2014), alimentação para o futuro (2016), produção de valor acrescentado (2016) e mobilidade urbana (2018).

Antecedentes

Ações Marie Skłodowska-Curie da UE

As Ações Marie Skłodowska-Curie apoiam a progressão na carreira e a formação dos investigadores – com ênfase nas competências de inovação – em todas as disciplinas científicas, com base na mobilidade transnacional e transetorial.

As MSCA tornar-se-ão o principal programa da UE em matéria de formação para o doutoramento, apoiando 25 000 candidatos. Incluem-se aqui o financiamento de doutoramentos no domínio da indústria, doutoramentos conjuntos e outras formas inovadoras de formação em investigação que aumentem a empregabilidade. Investigadores experientes serão incentivados a passar algum tempo fora do mundo académico, nas empresas e noutras organizações, durante o período de duração das suas bolsas.

As MSCA irão também apoiar o intercâmbio de pessoal de investigação e de inovação em toda a Europa, no âmbito de parcerias que incluam meios académicos outras organizações, bem como intercâmbios a nível mundial, a fim de reforçar a cooperação internacional no domínio da investigação e da inovação. Através da vertente do COFUND, as MSCA irão igualmente complementar programas regionais, nacionais e internacionais de formação no âmbito da investigação, com um máximo de 50 % do financiamento total. Este regime será igualmente alargado aos investigadores em início de carreira e irá reforçar os laços com os Fundos Estruturais e de Investimento da UE.

Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia

A principal missão do IET, instituído em 2008, consiste em fomentar a competitividade dos Estados-Membros, agregando os melhores estabelecimentos de ensino superior, centros de investigação e empresas, com o objetivo de abordar os principais desafios da sociedade. O IET está sediado em Budapeste, mas as CCI operam a partir de 17 sítios em toda a Europa.

Existem atualmente três CCI (a CCI «Climate», a CCI «InnoEnergy» e a CCI «EIT ICT Labs») que agrupam mais de 350 parceiros entre universidades, empresas e centros de investigação de vanguarda. O IET já forneceu formação empresarial a mais de 1000 estudantes e contribuiu para a criação de mais de 100 empresas em fase de arranque («start-ups»). Cerca de 90 novos produtos, serviços ou processos foram lançados e mais de 400 ideias de negócio estão atualmente em fase de incubação nas CCI.

A partir de 2014, o IET e as CCI continuarão a partilhar a sua nova abordagem da inovação através da divulgação e de atividades de sensibilização. Em especial, o Sistema de Inovação Regional irá promover a inovação em toda a União, permitindo parcerias entre estabelecimentos de ensino superior, organismos de investigação, empresas e outras partes interessadas na inovação a fim de trabalharem estreitamente com as CCI.

Para mais informações, consultar:

IP/13/1133

Ações Marie Skłodowska-Curie

Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia num ápice

Comissão Europeia: Educação e Formação

Sítio web de Androulla Vassiliou

Acompanhe Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos:

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

1 :

6,16 mil milhões de euros, se tivermos em consideração a inflação estimada. Tal equivale a 5,45 mil milhões de euros a preços fixos/constantes de 2011.

2 :

2,4 mil milhões de euros a preços de 2011.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website