Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

Alterações climáticas: A Comissão Europeia e Bill Gates lançam um fundo de investimento no domínio das energias limpas, num montante de 100 milhões de EUR

Bruxelas, 17 de outubro de 2018

A Comissão Europeia e Breakthrough Energy, dirigida por Bill Gates, assinaram hoje um memorando de entendimento relativo à criação de Breakthrough Energy Europe (BEE) – um fundo de investimento comum destinado a assistir as empresas europeias inovadoras a desenvolver tecnologias radicalmente novas no domínio das energias limpas e a assegurar a sua introdução no mercado.

Através desta iniciativa, a Comissão adota medidas para continuar a liderar o combate às alterações climáticas, aplicar o Acordo de Paris e promover a eficiência energética – assinalando claramente aos mercados de capitais e aos investidores que a transição global para uma economia moderna e não poluente veio para ficar.

Segundo o Presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker: «A Europa deve continuar a liderar o combate às alterações climáticas, tanto no seu território como em todo o mundo. Temos de fazer avançar a modernização da economia e da indústria na Europa, a fim de alcançar os objetivos ambiciosos fixados para proteger o nosso planeta. No intuito de viabilizar soluções a longo prazo que permitam reduzir as emissões dos gases com efeito de estufa, é essencial conjugar a realização de investimentos públicos e privados em novas tecnologias inovadoras no domínio das energias limpas. Para que a Europa possa dispor de um futuro suscetível de assegurar o bem-estar de todos os seus cidadãos, é necessário que seja respeitadora do clima e sustentável.»

O Vice-Presidente da Comissão responsável pela União da Energia, Maroš Šefčovič, declarou: «A envergadura e a celeridade das medidas que se impõem para atingir os nossos objetivos climáticos exigem ideias inovadoras e ações arrojadas. Este novo veículo de investimento público-privado não só foi criado em tempo recorde, como constituirá também um exemplo da conjugação dos esforços desenvolvemos para acelerar a inovação de ponta na Europa.»

O Comissário responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, acrescentou o seguinte: «Estamos a respeitar o compromisso que assumimos no sentido de estimular a cooperação entre os setores público e privado em prol do financiamento da inovação no domínio das energias limpas. O fundo de 100 milhões de EUR será direcionado para intervenientes inovadores e empresas da UE que sejam suscetíveis de assegurar reduções significativas e duradouras nas emissões dos gases com efeito de estufa

O Presidente da Breaking Energy Ventures, Bill Gates, afirmou: «Precisamos de novas tecnologias para evitar os piores efeitos das alterações climáticas. A Europa demonstrou uma liderança exemplar mediante a realização de avultados investimentos na I&D. Os cientistas e empresários em vias de desenvolver soluções inovadoras para combater as alterações climáticas requerem capitais para criar empresas em condições de introduzir essas inovações no mercado mundial. O fundo Breakthrough Energy Europe foi concebido para assegurar a mobilização desses capitais.»

O referido fundo associa o financiamento público e o capital de risco a longo prazo, para que os resultados da investigação e da inovação no domínio das energias limpas se possam incorporar no mercado de forma mais rápida e eficiente. Dispondo de uma capitalização de 100 milhões de euros, o fundo irá centrar-se na redução das emissões dos gases com efeito de estufa e na promoção da eficiência energética nos setores da eletricidade, dos transportes, da agricultura, da indústria transformadora e dos imóveis. Trata-se de um projeto-piloto que pode servir de modelo para iniciativas semelhantes noutros domínios temáticos.

Prevê-se que Breakthrough Energy Europe deverá estar operacional em 2019. Metade do capital será assegurada pela Breakthrough Energy e a outra metade pelo InnovFin, ou seja, pelos instrumentos financeiros com partilha de riscos financiados pelo atual programa de investigação e inovação da UE, Horizonte 2020.

Contexto

Uma vez que o nosso planeta enfrenta cada vez mais as consequências imprevisíveis das alterações climáticas e do esgotamento dos recursos, é urgente tomar medidas tendo em vista a adaptação a um modelo mais sustentável. A UE, que desempenhou um papel decisivo na formação de uma coligação ambiciosa que tornou possível a adoção do Acordo de Paris em dezembro de 2015, é um líder mundial em termos de ação climática. A Comissão apresentou já todas as propostas legislativas destinadas a concretizar o compromisso assumido pela UE no sentido de reduzir as emissões na União Europeia em, pelo menos, 40% até 2030. Para além de atualizar e reforçar a sua legislação em matéria de energia e clima, a UE tem vindo a elaborar medidas de viabilização destinadas a promover o investimento, a criação de emprego e a modernização dos setores industriais, dotando estes últimos dos meios para agir. A Comissão está atualmente a trabalhar numa estratégia a longo prazo para a redução dos gases com efeito de estufa. A proposta será publicada em novembro de 2018, na antecipação da COP24, a realizar em Katowice, na Polónia.

À margem da conferência de Paris sobre o clima (COP21), os dirigentes mundiais lançaram a Mission Innovation, uma parceria internacional destinada a acelerar a inovação no domínio das energias limpas e a dar uma resposta a longo prazo e à escala mundial aos desafios climáticos.

Aquando da sua adesão a esta iniciativa, a Comissão Europeia (em nome da UE) e 23 países comprometeram-se a duplicar o seu financiamento a favor da investigação e da inovação no domínio das energias limpas para cerca de 30 mil milhões de dólares por ano até 2021.

Simultaneamente, um grupo de investidores oriundos de dez países anunciaram a sua intenção de impulsionar a comercialização da inovação resultante da pesquisa experimental mediante investimentos de capitais a longo prazo, a um nível sem precedentes, em prol do desenvolvimento de tecnologias em fase de arranque nos países que participam na Mission Innovation, criando assim a Breakthrough Energy Coalition.

Em dezembro de 2017, no decurso da Cimeira Um Planeta em Paris, a Breakthrough Energy anunciou que seriam testadas parcerias público-privadas com cinco membros da Mission Innovation, incluindo a Comissão Europeia.

Para mais informações:

Comunicado de imprensa: International ministerial meeting demonstrates role of Mission Innovation in accelerating clean energy revolution

Comunicado de imprensa: Mission Innovation Launches New Initiatives at the One Planet Summit Aimed at Promoting Public-Private Collaboration

Bill Gates: 4 signs of progress on climate change

Plano de Ação sobre Finanças Sustentáveis 

 

IP/18/6125

Contactos para a imprensa:

Perguntas do público em geral: Europe Direct pelo telefone 00 800 67 89 10 11 ou por e-mail


Side Bar