Navigation path

Left navigation

Additional tools

Other available languages: EN FR DE ET

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

Comissão concede a Paris o prémio de cidade europeia mais inovadora em 2017

Lisboa, 7 de novembro de 2017

A Comissão Europeia concedeu hoje a Paris o prémio de Capital Europeia da Inovação 2017 (iCapital), no montante de um milhão de euros.

O prémio iCapital, concedido ao abrigo do programa de investigação e inovação da UE, Horizonte 2020, recompensa a estratégia de inovação inclusiva adotada na cidade. As cidades de Taline (Estónia) e Telavive (Israel) foram também selecionadas como finalistas, tendo sido concedido a ambas um prémio no valor de cem mil euros. O montante do prémio será utilizado para reforçar e expandir as iniciativas em curso nestas cidades no domínio da inovação.

O Comissário Carlos Moedas, responsável pelo pelouro da Investigação, Ciência e Inovação, anunciou os resultados na Web Summit, a decorrer em Lisboa, tendo declarado: «As cidades não se caracterizam pelas dimensões e pela população, mas pelo seu âmbito de visão e pelo poder confiado aos cidadãos. Algumas cidades não têm medo das novas experiências. Não receiam envolver os seus cidadãos no desenvolvimento e no teste de novas ideias. Estas cidades dão poder aos seus cidadãos. Estamos aqui hoje para premiá-las.»

O Comissário Carlos Moedas acrescentou: «Este ano, a competição foi particularmente renhida. Os êxitos notáveis alcançados por todos os concorrentes constituem exemplos acabados da importância vital dos ecossistemas de inovação e da participação dos cidadãos na Europa.»

Na última década, foram construídos em Paris mais de 100 000 m2 de «incubadoras», albergando a cidade, atualmente, o maior campus de empresas em arranque (start-ups) a nível mundial. Além disso, a cidade investe 5 % do seu orçamento em projetos propostos e implementados por cidadãos. Graças a esta estratégia, cidadãos e inovadores dos setores privado, sem fins lucrativos e académico transformaram Paris numa autêntica FabCity.

O projeto Reinventar Paris é um bom exemplo de como a cidade promove a inovação, convidando pessoas de talento, a nível nacional e internacional, para recompor muitos dos seus locais de importância. Na fase atual do projeto, as autoridades municipais estão a convidar equipas interdisciplinares a apresentarem projetos inovadores de desenvolvimento urbano com vista à transformação de diversos locais subterrâneos em Paris.

A cidade de Taline foi premiada pela sua iniciativa de agir como terreno de ensaio de potenciais tecnologias de ponta. O município promoveu a utilização de veículos autoconduzidos, entregas automatizadas e o recurso ao transporte partilhado. A cidade implementou também um sistema inovador de residência eletrónica, que permite uma estreita cooperação de cidadãos e empresas locais com empresários estrangeiros.

Por seu turno, Telavive estabeleceu um Smart City Urban Lab que associa start-ups inovadoras a empresas de tecnologias de ponta, para facilitar inovações promissoras destinadas a responder aos desafios urbanos. Visto que a educação constitui uma das prioridades da cidade, uma parte do montante do prémio será destinada ao reforço da iniciativa Smart Education, desenvolvida pelo município em colaboração com professores, pais, estudantes e start-ups tecnológicas locais.

Contexto

O prémio de Capital Europeia da Inovação 2017 foi lançado em março do corrente ano, abrangendo cidades com mais de 100 000 habitantes dos Estados-Membros da UE e dos países associados à iniciativa Horizonte 2020. Concorreram ao prémio 32 cidades de 17 países. A vencedora e as duas finalistas foram selecionadas de um grupo de 10 cidades, com base em novas iniciativas lançadas desde 1 de janeiro de 2016. Os vencedores foram escolhidos por um painel de peritos independentes de universidades e do setor empresarial. Os avaliadores foram selecionados a partir da base de dados de peritos Horizonte 2020.

Os critérios de seleção centraram-se em cidades que pretendem ser terrenos de ensaio para novas iniciativas impulsionadas pelos cidadãos, com vista a encontrar soluções para os seus principais desafios societais.

O primeiro concurso teve lugar em 2014. Os prémios são concedidos ao abrigo do Horizonte 2020, o maior programa-quadro de sempre da UE no domínio da investigação e da inovação, cujo orçamento ascende a 77 mil milhões de euros para o período 2014-2020. O concurso para a Capital europeia da inovação 2018 será lançado no primeiro trimestre de 2018. 

Para mais informações

Prémio iCapital

Cidades vencedoras nos anos anteriores

Vídeos promocionais de cada finalista

 

 

IP/17/4363

Contactos para a imprensa:

Perguntas do público em geral: Europe Direct pelo telefone 00 800 67 89 10 11 ou por e-mail


Side Bar