Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão europeia - Comunicado de Imprensa

Estudantes de mestrado Erasmus+ vão beneficiar de um novo mecanismo de empréstimos e de apoio de antigos alunos

Bruxelas, 11 Junho 2015

Os primeiros empréstimos para licenciados que fazem o mestrado no estrangeiro estão agora disponíveis ao abrigo do Mecanismo de Garantia de Empréstimos para Mestrados Erasmus+. O acordo, que irá conceder até 30 milhões de EUR de empréstimos, garantidos pela Comissão Europeia no âmbito do seu Programa Erasmus+ será assinado hoje entre pelo MicroBank e o Fundo Europeu de Investimento. Este primeiro acordo irá proporcionar apoio financeiro a estudantes de Espanha que façam o seu mestrado num dos 33 países do Programa Erasmus+, ou a estudantes desses países que se desloquem para Espanha para um mestrado.

Congratulando-se com esta assinatura, o Comissário Europeu Tibor Navracsics declarou: «Estamos empenhados em apoiar os jovens talentosos europeus que pretendam fazer um mestrado no estrangeiro. Estes empréstimos para Mestrados Erasmus+ permitem aos estudantes na Europa investir na sua educação e no seu futuro em condições favoráveis e a preços acessíveis. Saudamos o MicroBank enquanto pioneiro deste mecanismo e aguardo com expectativa a oportunidade de trabalhar com outras instituições financeiras em toda a Europa no futuro.»

O Mecanismo de Garantia de Empréstimos para Mestrados Erasmus+ foi lançado no início deste ano pela Comissão Europeia e pelo FEI por meio de um convite à manifestação de interesse dirigido aos bancos. Este mecanismo receberá uma verba superior a 500 milhões de EUR do orçamento do programa Erasmus+, que irá permitir gerar até 3 000 milhões de EUR em empréstimos para os jovens europeus talentosos. Globalmente, visa apoiar 200 000 estudantes que pretendam obter um diploma de mestrado no estrangeiro.

Ao abrigo deste mecanismo, os estudantes podem receber até 12 000 EUR para um mestrado de um ano e até 18 000 EUR para um mestrado de dois anos. A Comissão Europeia velou por que estes empréstimos fossem propostos em condições favoráveis. Por exemplo, para além de não exigirem garantias dos estudantes ou dos pais, propõem uma taxa de juro favorável e opções de reembolso diferido. Para mais informações sobre o mecanismo, consultar os sítios web Empréstimos para Mestrados Erasmus+ e MicroBank .

Todos os estudantes que beneficiam de uma subvenção, de uma bolsa de estudo ou de um empréstimo Erasmus+ podem doravante receber apoio e orientação por parte da nova Associação de Estudantes e Antigos Alunos Erasmus+ (ESAA), que irá ser lançada a 12 de junho num evento em Bruxelas. A nova associação, que representará mais de 3 milhões de estudantes Erasmus+ até 2020, congregará quatro associações existentes e as suas redes locais (Erasmus Mundus Students and Alumni Association, Erasmus Student Network, garagErasmus (gE) e a rede OCEANS).

Contexto

  • Erasmus+

Apoiar a modernização dos sistemas de ensino superior da Europa e melhorar as competências dos estudantes e a sua capacidade para obter um emprego compatível é um aspeto fundamental do Programa Erasmus+, que também apoia o desenvolvimento de ações de formação e de intervenção no domínio da juventude e do desporto.Um estudo realizado para a Comissão Europeia sobre o impacto do programa da União Europeia de intercâmbio de estudantes, Erasmus, confirma os benefícios da mobilidade dos estudantes: Os diplomados do ensino superior que têm experiência internacional são muito mais bem sucedidos no mercado de trabalho e possuem, de uma maneira geral, mais competências transversais, que são muito valorizadas pelos empregadores. O programa, com uma duração de sete anos (2014-2020), é dotado de um orçamento de 14 700 milhões de EUR, o que representa um aumento de 40 % face aos níveis de despesa anteriores e dá testemunho do empenhamento da UE em investir nesses domínios. O programa Erasmus+ proporcionará a mais de 4 milhões de europeus oportunidades de estudar, realizar formação, adquirir experiência de trabalho e fazer voluntariado no estrangeiro. O programa apoia igualmente as parcerias transnacionais entre instituições de educação, formação e juventude, a fim de promover a cooperação e aproximar os mundos do ensino e do trabalho.

  • Fundo Europeu de Investimento

A missão principal do Fundo Europeu de Investimento consiste em apoiar as micro, pequenas e médias empresas (PME) da Europa, facilitando o acesso ao financiamento. O FEI concebe e leva a cabo operações de capital de risco e de capital de crescimento, assim como garantias e instrumentos de microfinanciamento que visam especificamente este segmento de mercado. A este título, o FEI apoia as iniciativas da UE nos domínios da inovação, da investigação e desenvolvimento, do empreendedorismo, do crescimento e do emprego.

Informações adicionais

Programa Erasmus+

Fundo Europeu de Investimento

MicroBank

IP/15/5153

Contactos para a imprensa

Perguntas do público em geral:


Side Bar