Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 11 de setembro de 2014

Transportes: 11,9 mil milhões de euros para melhorar as ligações europeias

A Comissão Europeia instou hoje os possíveis interessados a apresentarem projetos que absorvam os 11,9 mil milhões de financiamento da UE destinados a melhorar as ligações de transportes na Europa. Este montante constitui o maior financiamento de sempre da UE destinado à infraestrutura de transportes. Os interessados têm até 26 de fevereiro de 2015 para apresentarem propostas.

O financiamento concentrar-se-á nos nove maiores corredores de transportes, os quais, no seu conjunto, constituirão uma rede de transportes basilar e funcionarão como a espinha dorsal económica do Mercado Único (ver mapa em anexo). O financiamento vem suprimir estrangulamentos, revolucionar as ligações Este-Oeste e agilizar as operações de transportes transfronteiriços para as empresas e os cidadãos em toda a UE.

O Vice-Presidente da Comissão, Siim Kallas, responsável pelos transportes, comentou: «Os transportes são fundamentais para uma economia europeia eficiente, o que torna o investimento nas ligações de transportes mais importante do que nunca, para fomentar a recuperação económica. As zonas da Europa que não disponham de boas ligações não irão crescer nem prosperar. Os Estados-Membros têm de agarrar esta oportunidade de se candidatarem a financiamento, para melhorarem as ligações com os outros, a competitividade e a facilidade e rapidez das deslocações dos cidadãos e das empresas.»

O financiamento da UE para os transportes triplicou, atingindo 26 mil milhões de EUR no período 2014-2020 (relativamente aos 8 mil milhões de EUR de 2007-2013), ao abrigo do novo Mecanismo Interligar a Europa (MIE). Esta é a primeira fração disponibilizada para o novo financiamento dos transportes.

No seu conjunto, a triplicação dos fundos para os transportes, aliada à decisão de cingir o financiamento aos nove principais corredores de transportes da UE, traduz-se na remodelação mais radical da política de infraestruturas de transportes da UE desde que surgiu, nos anos 80.

A nova rede basilar, que deverá estar pronta até 2030, irá ligar:

94 grandes portos europeus por caminho de ferro e estrada,

38 aeroportos principais a grandes cidades por caminho de ferro,

15 000 km de linhas férreas adaptadas para alta velocidade,

35 projetos transfronteiriços para redução de estrangulamentos.

O financiamento será atribuído aos projetos mais competitivos e centrar-se-á nos nove principais corredores de transportes da Europa.

Os resultados do processo de candidatura e os montantes afetados aos projetos serão conhecidos no verão de 2015.

Para mais informações:

MEMO/14/525

MIE (sítio Web da DG MOVE): http://ec.europa.eu/transport/themes/infrastructure/ten-t-guidelines/project-funding/cef_en.htm

Jornada de informação sobre transportes MIE: http://inea.ec.europa.eu/en/news__events/events/2014_cef_transport_info_day.htm

INEA: http://inea.ec.europa.eu

Siga Siim Kallas aqui: @SiimKallasEU

Contactos:

Helen Kearns (+32 2 298 76 38)

Dale Kidd (+32 2 295 74 61)

Para o público: Europe Direct por telefone 00 800 6 7 8 9 10 11 ou por e­mail


Side Bar