Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 8 de setembro de 2014

Quase todos os europeus consideram que a proteção do ambiente é importante

Três anos após sobre o mais recente inquérito Eurobarómetro do mesmo teor, é óbvio que, apesar da crise económica, a preocupação dos europeus com o ambiente não diminuiu. Reunindo um vasto consenso, 95 % dos 28 000 inquiridos afirmaram que a questão da proteção do ambiente é importante e muitos pensam que é possível fazer mais.

O Comissário Janez Potočnik, responsável pelo Ambiente, declarou a este respeito: «É bom ver um apoio tão sólido e alargado à proteção do ambiente, mesmo em tempos difíceis. As pessoas estão particularmente preocupadas com a poluição da água e do ar, os produtos químicos e os resíduos, e consideram que todos devem envidar mais esforços para proteger o ambiente.»

Pontos principais:

A proteção ambiental faz sentido em termos económicos

Uma grande maioria considera que a utilização eficiente dos recursos naturais (79 %) e a proteção do ambiente (74 %) podem promover o crescimento económico. Se 80 % consideram que a economia influencia a sua qualidade de vida, 75 % pensam que o estado do ambiente tem um impacto semelhante e 77 % dos cidadãos da UE consideram que os problemas de ambiente têm um efeito direto na sua vida quotidiana. Preocupam-se sobretudo com a poluição - a poluição do ar (56 %) e a poluição da água (50 %) estão no topo - bem como a produção de resíduos e o esgotamento dos recursos naturais.

Um número crescente (59 %) considera que os fatores sociais e ambientais devem ser tão importantes como os critérios económicos para medir os progressos alcançados no seu país. Em relação às despesas e investimentos das autoridades públicas, 59 % são de opinião que as autoridades públicas do seu país deveriam dar mais importância às considerações ecológicas do que ao custo.

Aumenta a responsabilidade ambiental

Um maior número de cidadãos do que em 2011 (75 %) afirmam estar dispostos a comprar produtos respeitadores do ambiente, mesmo se isso implica pagar um pouco mais. Uma grande maioria (93 %) pensa que os grandes poluidores devem reparar os danos ambientais que causam. A introdução de coimas mais pesadas para os infratores foi considerada a forma mais eficaz de resolver os problemas em matéria de ambiente.

85 % dos europeus consideram que têm um papel a desempenhar na proteção do ambiente. A maioria está a adotar medidas e comportamentos mais respeitadores do ambiente. As três atividades mais comuns são a separação do lixo para reciclagem (72 %), a redução do consumo de energia (52 %) e a redução do consumo de água (37 %). Apesar de mais cidadãos considerarem que estão bem informados sobre o ambiente em geral, 39 % não dispõem de informação sobre o impacto na saúde dos produtos químicos utilizados em produtos do dia-a-dia.

Uma maioria significativa da população considera que pode ser feito mais para proteger o ambiente. 77 % consideram que as grandes empresas e a indústria não estão a fazer o suficiente; 70 % pensam o mesmo da sua administração nacional; 65 % consideram que os próprios cidadãos podem fazer mais. As prioridades identificadas pelos cidadãos que querem proteger o ambiente foram a separação do lixo para reciclagem (54 %), a redução do consumo doméstico de energia (39 %) e a utilização de transportes públicos (39 %).

Apoio à ação da UE

77 % dos cidadãos da UE consideram que é necessária legislação ambiental europeia para proteger o ambiente no seu próprio país e seis em cada dez pensam que as decisões devem ser tomadas conjuntamente na UE. 79 % consideram igualmente que a UE deveria ser capaz de assegurar que as leis ambientais estão a ser corretamente aplicadas no seu país. 84 % querem que seja atribuído mais financiamento da UE ao apoio a atividades respeitadoras do ambiente. Além disso, a maioria dos cidadãos (56 %) quer que a UE tome ainda mais medidas para proteger o ambiente.

Antecedentes

O mais recente inquérito do Eurobarómetro sobre o ambiente foi realizado três anos após o relatório anterior sobre o tema. Foi levado a cabo nos 28 Estados-Membros da União Europeia entre 26 de abril e 11 de maio de 2014, com o objetivo de avaliar as perceções, atitudes e práticas dos cidadãos da UE em matéria de proteção do ambiente. Foram diretamente entrevistadas 26 825 pessoas de diferentes grupos sociais e demográficos, na sua língua materna, por conta da DG Ambiente.

Informações complementares

O inquérito Eurobarómetro pode ser consultado no seguinte endereço:

http://ec.europa.eu/public_opinion/index_en.htm

Contactos:

Para a imprensa:

Joe Hennon (+32 2 295 35 93)

Andreja Skerl (+32 2 295 14 45)

Para o público: Europe Direct por telefone 00 800 6 7 8 9 10 11 ou por e­mail


Side Bar