Navigation path

Left navigation

Additional tools

Gasolina para aviões produzida com luz do Sol: projeto da UE permite obter a primeira gasolina «solar»

European Commission - IP/14/481   28/04/2014

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO HR

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 28 de abril de 2014

Gasolina para aviões produzida com luz do Sol: projeto da UE permite obter a primeira gasolina «solar»

www.solar-jet.aero #Solarjet #FP7

O projeto de investigação SOLAR-JET, financiado pela União Europeia, produziu o primeiro combustível para motores a reação a partir de água e de dióxido de carbono (CO2). Pela primeira vez em todo o mundo, os investigadores completaram com êxito uma cadeia de produção de gasolina para aviões renovável, utilizando como fonte de energia, para obter as altas temperaturas necessárias, um foco de luz. O projeto ainda se encontra em fase experimental. Nas condições laboratoriais, utilizando luz solar simulada, obteve-se o equivalente a um copo daquele combustível. Porém, os resultados anunciam a possibilidade de, no futuro, se obter qualquer hidrocarboneto líquido a partir de luz solar, CO2 e água.

Máire Geoghegan-Quinn, Comissária Europeia responsável pela Investigação, Inovação e Ciência, declarou: «Esta tecnologia perspetiva a possibilidade de, no futuro, conseguirmos produzir, de maneira mais ecológica, grandes quantidades de combustíveis para aviões, para automóveis e para outros meios de transporte. Poderá assim melhorar-se muito a segurança energética e converter‑se num recurso útil um dos principais gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento mundial.»

Reator solar que converte CO2 e água em gás de síntese.

Processo

A primeira etapa consistiu em utilizar um foco de luz – simulando luz solar – para converter dióxido de carbono e água no chamado gás de síntese («syngas»), num reator solar de alta temperatura (ver a figura) com derivados de óxidos metálicos desenvolvidos pelo Instituto Federal de Tecnologia (ETH) de Zurique. Em seguida, a Shell converteu o gás de síntese (mistura de hidrogénio e monóxido de carbono) em gasolina para aviões, recorrendo ao conhecido processo Fischer-Tropsch.

Embora a produção de gás de síntese por recurso a focos de radiação solar esteja ainda numa fase inicial de desenvolvimento, a conversão desse gás em gasolina para aviões já está a ser realizada em todo o mundo por diversas empresas, entre as quais a Shell. A combinação dos dois processos tem condições para garantir fornecimentos seguros, sustentáveis e moduláveis de gasolina para aviões, gasóleo, gasolina para automóveis e até plásticos. Os combustíveis obtidos pelo processo Fischer-Tropsch já estão certificados e podem ser utilizados pelos veículos e aeronaves existentes sem ser necessário modificar os motores nem o circuito do combustível.

Contexto

O projeto quadrienal SOLAR-JET iniciou-se em junho de 2011. Conta com um financiamento de 2,2 milhões de euros proveniente do Sétimo Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico e congrega organismos de investigação das universidades e da indústria (ETH Zürich, Bauhaus Luftfahrt, Deutsches Zentrum für Luft‑und Raumfahrt (DLR), Shell Global Solutions e o parceiro gestor ARTTIC).

Na próxima fase do projeto, os parceiros pretendem otimizar o reator solar e verificar se esta tecnologia funciona em maior escala e a custos competitivos.

Descobrir novas fontes de energia sustentáveis será uma das prioridades da iniciativa Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação da UE com a duração de sete anos iniciado a 1 de janeiro de 2014. No convite à apresentação de propostas «Competitive Low‑Carbon Energy» («energia hipocarbónica competitiva»), publicado a 11 de dezembro de 2013, a Comissão propôs-se investir nesta área 732 milhões de euros em dois anos. Uma das vertentes deste convite à apresentação de propostas é o desenvolvimento de uma nova geração de tecnologias para produção de biocombustíveis e de combustíveis alternativos sustentáveis («Developing next generation technologies for biofuels and sustainable alternative fuels»).

Contactos do projeto para os meios de comunicação social

Dr. Andreas Sizmann

Bauhaus Luftfahrt e.V.

+49 (0)89 307 4849 38

andreas.sizmann@bauhaus-luftfahrt.net

Contactos:

Michael Jennings (+32 2 296 33 88); Twitter: @ECSpokesScience.

Monika Wcislo (+32 2 295 56 04).

Para o público em geral: Europe Direct, pelo telefone 00 800 6 7 8 9 10 11 ou por correio eletrónico.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website