Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

Fórum Empresarial UE-África: Juntos em prol do crescimento sustentável e do emprego

Commission Européenne - IP/14/348   31/03/2014

Autres langues disponibles: FR EN DE IT LV

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 31 de março de 2014

Fórum Empresarial UE-África: Juntos em prol do crescimento sustentável e do emprego

O Vice-Presidente da Comissão Europeia, Antonio Tajani, e o Comissário responsável pelo Desenvolvimento, Andris Piebalgs, participam hoje, em Bruxelas, no 5.º Fórum Empresarial UE-África destinado a promover o crescimento sustentável e inclusivo em África, assim como na União Europeia. Um evento que reúne, durante dois dias (31 de Março/1 de abril), mais de 500 representantes de alto nível do mundo empresarial e político, bem como das instituições públicas da Europa e de África.

O debate será centrado nos desafios comuns, tais como a participação dos jovens na vida económica de hoje, o papel dos bancos no crescimento inclusivo e as questões relacionadas com o financiamento das PME, bem como em questões mais específicas como as matérias-primas, os capitais de risco, a energia sustentável ou a cooperação espacial. Antes do fórum, o Comissário Andris Piebalgs anunciou além disso dois novos programas da UE de apoio ao setor privado da África Ocidental e de Madagáscar.

O Vice-Presidente Antonio Tajani, Comissário responsável pela Indústria e o Empreendedorismo, declarou antes do evento: «A África está em mutação. A aceleração do desenvolvimento industrial de África é uma realidade. As regiões e os países em desenvolvimento que tiram vantagens da globalização são os que registam o ritmo de industrialização mais rápido. A União Europeia e a África têm todo o interesse em intensificar as relações comerciais bilaterais, os investimentos e a integração dos mercados, no quadro de relações mutuamente vantajosas que promovam um forte crescimento sustentável e inclusivo e criem emprego».

O Comissário Andris Piebalgs declarou: «Ao longo da última década, África tornou-se uma das regiões de crescimento mais rápido do mundo; há, porém, que acelerar a criação de postos de trabalho dignos e produtivos para que os efeitos benéficos deste crescimento se propaguem de forma mais equitativa. O setor privado tem um papel fundamental a desempenhar neste domínio e a Comissão apresentará brevemente um documento de orientação sobre a forma de modernizar o apoio da UE ao desenvolvimento do setor privado nos países em desenvolvimento e de reforçar o seu papel na prossecução dos objetivos de crescimento inclusivo e sustentável onde ele é mais necessário.»

Foi recentemente lançado em Madagáscar um novo projeto financiado pela UE que permitirá ao setor privado apoiar melhor o crescimento inclusivo e ser mais competitivo nos mercados nacional, regional e internacional. As atividades desenvolvidas no âmbito do projeto, financiado pela UE em 8 milhões de euros, consistem em apoio e formação destinados às associações empresariais (câmaras de comércio, por exemplo) para melhorar os seus conhecimentos e aumentar a competitividade dos seus membros, ajudando-os a representar os interesses económicos nos diálogos e nas negociações entre o setor público e privado. As micro, pequenas e médias empresas receberão um apoio específico que se traduzirá em formação em técnicas de marketing e de gestão e em assistência para o acesso ao financiamento e para a preparação dos planos de atividades das empresas. Serão também ajudadas para melhorarem a qualidade dos seus produtos e procurarem oportunidades de mercado.

Um segundo programa da UE visa aumentar a competitividade das empresas da África Ocidental e melhorar o clima empresarial na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), apoiando, nomeadamente, a região e os países membros na adoção de políticas capazes de atrair os investimentos (financiamento da UE: 20 milhões de euros).

Outros temas importante do debate em que participará o Vice-Presidente Antonio Tajani durante a cimeira será o acesso sustentável às matérias-primas e o acesso a medicamentos de qualidade a preços acessíveis. O Vice-Presidente discutirá com os parceiros africanos sobre os projetos de cooperação nos domínios das tecnologias espaciais, que podem ter um papel positivo nos países em desenvolvimento em termos de desenvolvimento sustentável, em áreas como a segurança alimentar, a saúde e a educação. Além disso, o Vice-Presidente exortará as empresas dos países africanos a aproveitarem as novas oportunidades de negócio criadas pelo programa COPERNICUS, que permite o acesso aos seus dados de satélite.

Antonio Tajani explicará as vantagens da utilização da navegação por satélite em África no âmbito do programa EGNOS da Comissão, que ajudará a otimizar os transportes, graças à orientação por satélite, e a melhorar de forma significativa a segurança nos céus africanos, dirigindo em segurança os aviões para os aeroportos ao longo das rotas regionais e internacionais. Calcula-se que as vantagens associadas a este aumento da segurança em África sejam da ordem dos 1 100 milhões de euros!

Antecedentes

O 5.º Fórum Empresarial UE-África, que se realiza na véspera da Cimeira UE-África, será aberto conjuntamente pelo Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e a Presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini-Zuma. Na sessão de 1 de abril participará Karel de Gucht, Comissário Europeu responsável pelo Comércio, e as observações finais ficarão a cargo de Herman Van Rompuy, Presidente do Conselho Europeu.

A 4.ª Cimeira UE-África, que terá lugar em Bruxelas em 2 e 3 de abril de 2014, reunirá os líderes africanos e da UE, bem como os líderes das instituições da UE e da União Africana. Sob o tema «Investir nas pessoas, na prosperidade e na paz», os participantes irão debater temas como a paz, a segurança, o investimento, as alterações climáticas e a migração. As cimeiras anteriores realizaram-se no Cairo (2000), em Lisboa (2007) e em Trípoli (2010).

As relações UE-África baseiam-se essencialmente na Estratégia Conjunta África-UE, adotada em 2007. A par desta estratégia, o plano de ação 2011-2013 aprovado na última Cimeira UE-África, em 2010, define objetivos concretos em áreas específicas de cooperação, tais como a paz e a segurança, a governação democrática e os direitos humanos.

A Cimeira de 2014 constituirá uma oportunidade para passar em revista a Parceria UE-África, destacar alguns dos resultados alcançados e explorar novas possibilidades de cooperação futura.

Para mais informações:

Fórum Empresarial UE-África: A ação da UE no setor privado em África: MEMO/14/248

Sítio Internet da Direção-Geral do Desenvolvimento e da Cooperação - EuropeAid:

http://ec.europa.eu/europeaid/index_pt.htm

Sítio Internet do Comissário responsável pelo Desenvolvimento, Andris Piebalgs:

http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/piebalgs/index_en.htm

Sítio Internet da DG Empresas e Indústria:

http://ec.europa.eu/enterprise/index_pt.htm

Sítio Internet do Comissário responsável pela Indústria e Empreendedorismo, Antonio Tajani:

http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/tajani/index_pt.htm

Sítio Internet do Fórum Empresarial UE-África:

http://www.euafrica-businessforum.eu/index.php/en/

Sítio Internet da Cimeira UE-África:

http://www.european-council.europa.eu/eu-africa-summit-2014?lang=pt

Contactos:

Alexandre Polack (+32 2 299 06 77)

Maria Sanchez Aponte (+32 2 298 10 35)

Para o público: Europe Direct por telefone 00 800 6 7 8 9 10 11 ou por e-mail


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site