Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 23 de outubro de 2014

União Europeia atribui 24,4 milhões de EUR para incentivar a investigação sobre o vírus ébola

A Comissão Europeia anunciou hoje a atribuição de um montante de 24,4 milhões de EUR do orçamento da UE para financiar a investigação no domínio do Ébola, urgentemente necessária. O financiamento será atribuído a cinco projetos, que vão de um ensaio clínico em grande escala de uma vacina potencial até testes de componentes já existentes e novos para tratar o vírus ébola. Os fundos do programa Horizonte 2020 o programa de investigação e inovação da UE, serão canalisados através de um procedimento de urgência, a fim de dar início aos trabalhos o mais rapidamente possível. A Comissão também está a trabalhar com a indústria tendo em vista a prossecução do desenvolvimento de vacinas, medicamentos e diagnósticos para o vírus ébola e outras doenças hemorrágicas no âmbito da Iniciativa sobre medicamentos inovadores.

O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, declarou: «Estamos numa corrida contra o tempo no combate ao ébola e devemos não só fazer face à situação de emergência mas preparar também uma resposta a longo prazo. Tenho, pois, o prazer de anunciar que será disponibilizado um montante adicional de 24,4 milhões de EUR para acelerar a investigação mais promissora tendo em vista o desenvolvimento de vacinas e tratamentos.»

«Uma das mais importantes mensagens da comunidade internacional, hoje reunida em Genebra sob os auspícios da OMS, é que devemos intensificar a investigação médica no domínio do ébola,» declarou a Comissária Europeia responsável pela Investigação, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn. «Estes projetos combinarão os esforços dos melhores investigadores académicos e da indústria para lutar contra esta doença mortal.»

O financiamento será concedido com base nas propostas apresentadas por equipas provenientes de toda a UE e de numerosos países terceiros, que foram avaliados por um grupo de peritos independentes (consultar anexo para ver os projetos selecionados).

O professor Peter Piot, Diretor da London School of Hygiene and Tropical Medicine, e um dos descobridores do ébola, reagiu assim ao anúncio do financiamento: «Congratulo-me com a ação decisiva da Comissão para apoiar uma série de ensaios e estudos clínicos sobre o vírus Ébola enquanto contributo da Europa para por termo à crise do ébola que já custou a vida a tantas pessoas.»

A Comissão também solicitou à Parceria entre a Europa e os Países em Desenvolvimento para a Realização de Ensaios Clínicos (EDCTP)que incluísse as epidemias emergentes que afetam a África, e nomeadamente o ébola, no seu plano de trabalho. Tal permitirá à EDCTP financiar os ensaios clínicos de medicamentos, vacinas e métodos de diagnóstico em futuros convites à apresentação de propostas.

O anúncio coincide com uma reunião de alto nível que hoje tem lugar em Genebra, sob os auspícios da OMS, com a participação da comunidade internacional e representantes do setor. A reunião deve debater o acesso a vacinas a curto prazo, o financiamento de campanhas de vacinação e imunização e a conceção, capacidade de produção, regulamentação e indemnizações no âmbito de ensaios clínicos.

Contexto

A União Europeia tem desempenhado um papel ativo desde o início da crise. A Comissão Europeia, por si só, já disponibilizou 180 milhões de EUR em assistência humanitária e ajuda ao desenvolvimento para auxiliar os países afetados pela epidemia. Esta ajuda permite, por exemplo, prestar cuidados médicos imediatos às comunidades afetadas e contribuir para conter a propagação da epidemia através de diagnósticos rápidos e de campanhas de sensibilização. Para além do apoio financeiro, a UE está também a contribuir para a luta contra a epidemia através da presença de peritos no terreno e da coordenação da entrega dos fornecimentos e de eventuais evacuações.

A Comissão já financia trabalhos de investigação sobre o ébola no âmbito do Sétimo Programa-Quadro (7PQ) de atividades em matéria de investigação, desenvolvimento tecnológico e demonstração: desenvolvimento de novos medicamentos antivirais, ligação em rede de laboratórios de alta segurança, gestão clínica de doentes, sobretudo na Europa, e na procura de soluções para os obstáculos éticos, administrativos, regulamentares e logísticos que impedem a investigação de dar uma resposta rápida.

Para mais informações

Sítio de coordenação do ébola:

http://europa.eu/newsroom/highlights/special-coverage/ebola/index_en.htm

Ficha informativa sobre a resposta da UE ao Ébola:

http://europa.eu/rapid/press-release_MEMO-14-599_en.htm

Sítio Web do programa Horizonte 2020: http://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/

Contactos :

Michael Jennings (+32 2 296 33 88) Twitter: @ECSpokesScience

Monika Wcislo (+32 2 298 65 95)

Para o público: Europe Direct por telefone 00 800 6 7 8 9 10 11 ou por e­mail

Anexo – lista dos projetos selecionados

Título

Coordenador

Montante

Âmbito do projeto

  • EbolaVac

GlaxoSmithKline Biologicals, BE

15 153 216 EUR

Realização de ensaios clínicos na Europa e em África sobre a vacina candidata mais avançada (ChAd3-EBOV). Estes ensaios devem demonstrar amplamente a segurança e a capacidade de provocar uma resposta imunitária protetora, bem como o calendário de vacinação mais adequado. Estes ensaios constituem o passo necessário para a posterior realização de estudos sobre o efeito protetor da vacina.

  • REACTION

Institut National de la Sante et de la Recherche Medicale (INSERM), FR

2 575 810 EUR

Estudo sobre a segurança e a eficácia de Favipiravir, um medicamento antiviral já autorizado para a gripe, que será realizado em primeiro lugar num modelo animal da doença e, posteriormente em doentes com ébola. Os primeiros resultados estão previstos após 6 meses.

  • Ebola_Tx

Prins Leopold Instituut voor Tropische Geneeskunde, BE

2 892 171 EUR

Estudo sobre a segurança, eficácia e os aspetos práticos da utilização de sangue total ou de plasma de sobreviventes, no tratamento de doentes com ébola.

  • EVIDENT

Bernhard-Nocht-Institut fuer Tropenmedizin, DE

1 759 326 EUR

Investigação sobre as interações entre o vírus ébola e o organismo hospedeiro. Este estudo proporcionará as respostas urgentemente necessárias relativas à fisiopatologia e à transmissibilidade da doença e ajudará a orientar melhor os ensaios clínicos previstos de vacinas e tratamentos potenciais e a melhorar a gestão de doentes com ébola.

  • IF-EBOla

Institut de Recherche pour le Developpement, FR

1 992 770 EUR

Estudo sobre a segurança e a eficácia da utilização de anticorpos produzidos em cavalos para lutar contra o ébola, como tratamento de imunidade passiva dos doentes infetados com o vírus ébola.

24 373 293 EUR


Side Bar