Navigation path

Left navigation

Additional tools

Campanha de pesca do atum-rabilho de 2013: UE empenhada na aplicação integral do plano de recuperação plurianual reforçado

European Commission - IP/13/464   27/05/2013

Other available languages: EN FR DE ES IT EL MT

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 27 de maio de 2013

Campanha de pesca do atum-rabilho de 2013: UE empenhada na aplicação integral do plano de recuperação plurianual reforçado

A Comissão Europeia reafirmou o seu empenho na gestão sustentável do atum-rabilho durante a principal campanha de pesca de 2013 no Mediterrâneo e no Atlântico Este. Entre 26 de maio e 24 de junho, os grandes cercadores com rede de cerco com retenida são autorizados a pescar atum-rabilho. As quotas atribuídas a estes navios representam, juntamente com as atribuídas às armadilhas, 83 % da quota total da UE para 2013, que é de 7 548,1 toneladas. Participam nesta pescaria navios de sete Estados-Membros da UE (Espanha, França, Itália, Grécia, Portugal, Malta e Chipre).

A pesca do atum-rabilho é regulamentada pela Comissão Internacional para a Conservação dos Tunídeos do Atlântico (ICCAT), que integra a UE e os Estados-Membros. Na sua última reunião anual, realizada em novembro de 2012, a ICCAT adotou um plano plurianual de recuperação reforçado para o atum-rabilho. O plano melhora a gestão sustentável desta população e introduz uma série de novas medidas de controlo.

Com base na experiência dos anos anteriores e dadas as particularidades da campanha deste ano, foi criado um programa rigoroso de controlo e de inspeção. Esse programa envolve uma grande quantidade de inspetores e navios e aeronaves de patrulha, coordenados pela Agência Europeia de Controlo das Pescas e pelos Estados-Membros em causa. A Comissão Europeia procede também, em permanência, a um acompanhamento das capturas e uma análise dos dados do sistema de localização dos navios (um sistema de controlo por satélite), a fim de assegurar o respeito integral de todas as regras e, nomeadamente, das quotas individuais dos navios.

Todas as medidas necessárias são tomadas em estreita colaboração com a Agência Europeia de Controlo das Pescas, os Estados-Membros e as outras Partes Contratantes na ICCAT, a fim de garantir o respeito integral das novas disposições e, em última análise, o êxito do plano de recuperação e a sustentabilidade a longo prazo da unidade populacional.

Contactos:

Oliver Drewes (+32 2 299 24 21)

Lone Mikkelsen (+32 2 296 05 67)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website