Navigation path

Left navigation

Additional tools

Androulla Vassiliou congratula-se com o lançamento do primeiro MOOC pan-europeu de universitário

European Commission - IP/13/349   23/04/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO RU TR

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas/Heerlen (Países Baixos), 23 de abril de 2013

Androulla Vassiliou congratula-se com o lançamento do primeiro MOOC pan-europeu de universitário

Parceiros de 11 países uniram esforços para lançar a primeira iniciativa «MOOC» (cursos em linha abertos a todos) pan-europeia com o apoio da Comissão Europeia. Os MOOC são cursos universitários em linha que permitem às pessoas aceder a um ensino de qualidade sem terem de abandonar os seus lares. Cerca de 40 cursos, que abrangem uma vasta gama de temas, estarão disponíveis gratuitamente e em 12 línguas diferentes. A iniciativa é liderada pela Associação Europeia de Universidades de Ensino à Distância (EADTU) e envolve principalmente universidades abertas. Os parceiros estão situados nos seguintes países: França, Itália, Lituânia, Países Baixos, Portugal, Eslováquia, Espanha, Reino Unido, Rússia, Turquia e Israel. Informações pormenorizadas sobre a iniciativa e os cursos disponíveis no portal www.openuped.eu/.

Androulla Vassiliou, Comissária para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, saudou a nova iniciativa: «Esta é uma interessante evolução e espero que abra o ensino a dezenas de milhares de estudantes e incentive as nossas escolas e universidades a adotar métodos de ensino mais inovadores e flexíveis. O movimento MOOC já é muito popular, sobretudo nos EUA, mas este lançamento pan-europeu confere-lhe uma nova dimensão. Não só reflete os valores europeus de equidade, de qualidade e de diversidade, como os parceiros envolvidos são uma garantia da elevada qualidade do ensino. Vemos o programa como um elemento central da estratégia de abertura dos sistemas de educação que a Comissão lançará no próximo verão.»

O Professor Fred Mulder, Presidente da Task Force EADTU sobre o ensino aberto e da cátedra da UNESCO dos recursos educativos abertos, lidera a iniciativa. «Temos muito para oferecer na Europa se explorarmos ao máximo as possibilidades criadas pela revolução MOOC, mas com uma perspetiva mais ampla da abertura da educação. O nosso objetivo é responder à necessidade de um acesso mais fácil ao sistema de ensino superior, que coloca o estudante no centro da ação. Os MOOC europeus oferecerão qualidade, materiais de estudo autodidata e uma ponte entre a aprendizagem informal e a educação formal. Alguns dos cursos atribuem créditos formais que serão tidos em conta para a obtenção de um diploma, por exemplo. Nós prezamos a diversidade tanto em termos de língua como de cultura,» acrescenta Mulder, antigo Reitor da Open Universiteit nos Países Baixos entre 2000 e 2010.

O presidente da EADTU, Will Swann, declara, por sua vez: «Desde há décadas, as universidades abertas na Europa e os seus parceiros proporcionam um ensino e uma aprendizagem da mais alta qualidade a todos os interessados. A iniciativa pan-europeia MOOC testemunha a nossa paixão coletiva pela busca da inovação. Pretendemos alargar a gama de cursos propostos pelos nossos parceiros de lançamento e acolher novos parceiros de todo o mundo que partilhem da nossa visão e das nossas práticas de um ensino superior flexível e adaptado às realidades.»

Antecedentes

A Comissária Androulla Vassiliou, juntamente com o Professor Mulder e o Presidente da EADTU, lançarão a iniciativa europeia MOOC numa conferência de imprensa internacional, transmitida pela internet e organizada pela Open Universiteit, dos Países Baixos, na quinta-feira, 25 de abril (11: 00-12: 00 CET). Serão acompanhados por Xavier Prats Monné, Diretor-Geral Adjunto da Direção-Geral da Educação e da Cultura da Comissão. Pode acompanhar a transmissão em linha em: www.ou.nl/moocs. Os meios de comunicação social que desejem participar no debate devem registar-se previamente nesse mesmo sítio.

Informação sobre os cursos

As matérias cobertas pelos cursos vão da matemática à economia, passando pelas competências digitais, o comércio eletrónico, as alterações climáticas, o património cultural, a responsabilidade social das empresas, o moderno Médio Oriente, a aprendizagem das línguas e a escrita de ficção. Cada parceiro propõe cursos através da sua própria plataforma de aprendizagem e pelo menos na sua língua materna. A atual escolha contempla as 11 línguas dos parceiros (ver lista abaixo) e o árabe.

Os cursos podem ser frequentados num período determinado ou a qualquer momento, segundo o ritmo próprio do estudante. Têm geralmente uma duração de 20 a 200 horas de estudo. Todos os cursos podem conduzir a um reconhecimento: um certificado de conclusão, um distintivo, ou um crédito certificado que pode contar para um diploma de fim de estudos. Neste último caso, os alunos têm de pagar o certificado, cujo custo pode ir de 25 a 400 euros, consoante a extensão do curso (o número de horas letivas) e a instituição.

Parceiros originais e contactos

TR Universidade Anadolu

Cengiz Hakan Aydin / +90 222 3201304 oo+90 532 2372821 (m)

LT Universidade Técnica de Kaunas

Gytis Cibulskis / +37 037300611 ou +37 068238080 (m)

FR Ministério do Ensino Superior e da Investigação

Anne Boyer

RU Universidade Estatal de Moscovo de Economia, Estatística e Informática

Maria Tatarinova / skype - mary1621

NL «Open Universiteit» dos Países Baixos

Marga Winnubst / +31 45 5762646

IL Universidade Aberta de Israel

Naama Eliyahu / +972 52 7448889

ES Universidade Nacional de Educação à Distância

Dr. Timothy Read / +34 619 292 575

PT Universidade Aberta

Dr. António Teixeira / +351 963 055965

IT Universisità Telematica Internazionale UNINETTUNO

Nicola Paravati / +39 3393366208

UK The Open University

Open University Media Relations / +44 1908 654316

SK Universidade de Tecnologia Eslovaca de Bratislava (FEI)

Prof. Peter Ballo / +421 260291516 or +421 904879370

UE EADTU:

Darco Jansen, +31 6 1482 9106

A parceria informal permite às instituições colaborem no sentido de oferecer acesso a MOOC em toda a Europa e fora dela.

Membros da EADTU que tencionam aderir à iniciativa: Universidade Aberta de Chipre, Universidade DAOU/Aarhus (DK), Universidade de Tallinn (EE), Universitat Oberta de Catalunya (ES), FIED Fédération Interuniversitaire de l’Enseignement à Distance (FR), Universidade Aberta da Grécia (GR), Universidade AGH de Ciências e Centro Tecnológico de eLearning (PL), Universidade Maria Curie Sklodowska (PL), e Universidade de Liubliana (SI).

Outros parceiros potenciais interessados em aderir deverão contactar a EADTU.

O que significa abrir a educação?

A Comissária Androulla Vassiliou, juntamente com a Vice-Presidente Neelie Kroes, responsável pela Agenda Digital, lançarão no próximo verão a nova iniciativa da Comissão «abrir ao mundo os sistemas de educação». Destina-se a promover a utilização das TIC e dos recursos educativos abertos a todos os níveis de ensino, a fim de dotar as gerações atuais e futuras de estudantes das competências de que necessitam.

Associação Europeia de Universidades de Ensino à Distância

A EADTU é uma rede institucional que congrega dez universidades europeias de ensino à distância/em linha, 14 associações nacionais de universidades convencionais que organizam cursos à distância/em linha para estudantes fora das instalações da universidade e duas universidades de ensino combinado, presencial e em linha. As atividades da EADTU recebem apoio ao abrigo da Ação Jean Monnet, que faz parte do programa Aprendizagem ao Longo da Vida.

Para mais informações:

Comissão Europeia: Educação e formação

EADTU: www.eadtu.eu

Sítio web de Androulla Vassiliou

Acompanhe Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

EADTU: Darco Jansen (+31 6 1482 9106)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website