Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 26 de março de 2013

Anunciados os vencedores do Prémio do Património Cultural da UE/Prémios Europa Nostra de 2013

Os nomes dos vencedores do Prémio da União Europeia para o Património Cultural/Prémios Europa Nostra de 2013 foram anunciados hoje pela Comissão Europeia e a Fundação Europa Nostra (ver abaixo). Os 30 vencedores, selecionados de entre quase 200 projetos nomeados, são homenageados pelas suas realizações em quatro domínios: preservação, investigação, contribuições exemplares e educação, formação e sensibilização. A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar em 16 de junho, no Odeon de Herodes Atticus em Atenas, na presença de Karolos Papoulias, o Presidente da Grécia, de Androulla Vassiliou, Comissária para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, e de Plácido Domingo, o grande cantor de ópera e Presidente de Europa Nostra. O evento realiza-se sob os auspícios do Presidente grego. Dos 30 projetos vencedores, seis serão proclamados vencedores do «grande prémio» em Atenas, e um destes será também proclamado vencedor do «prémio do público», com base numa votação em linha realizado pela Fundação Europa Nostra.

«Dou os meus sinceros parabéns aos vencedores deste ano, verdadeiros paradigmas da paixão e do profissionalismo que é a marca distintiva do riquíssimo e diversificado património cultural da Europa. O passado pode ensinar-nos muito sobre o presente e o futuro, pelo que temos de criar as condições para que o nosso património possa ser apreciado hoje pelo maior número possível de pessoas, e fazer tudo quanto esteja ao nosso alcance para o proteger, em benefício das gerações futuras. A Comissão Europeia, através do nosso novo programa «Europa Criativa», bem como através de outros instrumentos de financiamento da UE», continuará a apoiar este prémio e outros projetos no domínio do património histórico, declarou a Comissária Vassiliou.

«Neste 50.º aniversário ano do nosso movimento paneuropeu, rendo homenagem a estas realizações notáveis, que demonstram o forte empenhamento dos cidadãos da Europa e das comunidades. Congratulo-me com o facto de o cinquentenário da Fundação Europa Nostra coincidir com o Ano Europeu dos Cidadãos. Este é o momento ideal para sublinhar o potencial único do património cultural, para reforçar a responsabilidade cívica e instilar um sentimento de pertença a uma vasta família europeia. O património histórico reforça-nos a todos e inspira a criatividade e a inovação. Por conseguinte, temos de trabalhar em conjunto para salvar e celebrar os tesouros que nos rodeiam, para os próximos 50 anos sim, mas também para um futuro ainda mais longínquo», acrescentou Plácido Domingo.

Antecedentes

Júris especializados, constituídos por peritos independentes de toda a Europa, avaliam os projetos nomeados nas quatro categorias de prémios — preservação, investigação, contribuições exemplares e educação, formação e sensibilização. Todos os vencedores recebem uma placa ou um troféu. Os seis vencedores do «Grande Prémio» receberão além disso 10 000 euros cada.

Os prémios são apoiados pelo Programa «Cultura» da União Europeia, que investiu mais de 32 milhões de euros no cofinanciamento de projetos de conservação do património desde 2007. Outros programas da UE proporcionam igualmente apoio: o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional concedeu 6 000 milhões de euros para a cultura entre 2007 e 2013. Deste montante, 3 000 milhões de euros destinaram-se à proteção e preservação do património cultural, 2 200 milhões de euros destinaram-se a apoiar o desenvolvimento das infraestruturas culturais e 775 milhões destinaram-se a cofinanciar serviços culturais como a formação profissional e o ensino das artes e do património. Desde 1998, foram ainda disponibilizados 150 milhões de euros adicionais no âmbito dos programas-quadro da UE para a investigação e o desenvolvimento tecnológico.

O património cultural dá um contributo significativo ‑ e frequentemente menosprezado – para o crescimento e a criação de emprego. Representa uma parte significativa dos setores culturais e criativos, que dão emprego a perto de 8 milhões de pessoas na UE e cujo contributo para o PIB europeu chega a 4,5 %. Estima-se que a despesa com a conservação do património cultural pelas entidades públicas e privadas ascenda a 5 000 milhões de euros por ano. Os Números publicados pela Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económicos (OCDE) mostram que 40 % do turismo mundial tem uma vertente cultural. O património cultural é também um recurso crucial para o desenvolvimento sustentável e a coesão social.

Informações adicionais

Apresentações de cada projeto vencedor (sítio web Europa Nostra)

http://ec.europa.eu/culture

Androulla Vassiliou's website

Twitter: @VassiliouEU

http://flickr.com/photos/europanostra

http://www.youtube.com/europanostrachannel

Nota aos redatores

Europa Nostra é uma ONG paneuropeia que atua como a voz do património cultural. Representa 250 organizações não governamentais e sem fins lucrativos de mais de 50 países europeus, que congregam pelo menos 5 milhões de cidadãos de toda a Europa. Conta também com o apoio direto de mais de 150 autoridades públicas e empresas associadas e mais de 1 500 membros a título individual. A sua vasta rede de profissionais e voluntários está empenhada em preservar o património cultural da Europa para as gerações presentes e futuras.

A cerimónia de entrega dos prémios em Atenas está integrada no Congresso Europeu do Património Cultural, organizado anualmente pela fundação Europa Nostra. O prazo de candidatura para a próxima edição dos prémios é 9 de setembro de 2013. A cerimónia do próximo ano terá lugar em Viena, em maio de 2014.

Laureados de 2013 (lista alfabética por país)

Categoria 1 — Conservação

  1. Porto de hidroaviões de Tallinn, ESTÓNIA

  2. Central elétrica de Peenemünde (DAS KRAFTWERK PEENEMÜNDE ), Usedom, GERMANY

  3. A Casa de Taut (Tautes Heim), Berlim, ALEMANHA

  4. Os Propileus da Acrópole de Atenas (ΑΠΟΚΑΤΑΣΤΑΣΗ ΤΗΣ ΑΝΩΔΟΜΗΣ ΤΟΥ ΚΕΝΤΡΙΚΟΥ ΚΤΙΡΙΟΥ ΤΩΝ ΠΡΟΠΥΛΑΙΩΝ), GRÉCIA

  5. Castelo de Festetics (Alsbóbogát, Kiskastély), Alsóbogát, HUNGRIA

  6. O Bosque de São Francisco ( Bosco di San Francesco – Assisi (PG)), Assis, ITÁLIA

  7. Pontes ferroviárias - Langstraat (Spoorweg Bruggen in de Langstraat), Drunen, PAÍSES BAIXOS

  8. Liceu Passos Manuel, Lisboa, PORTUGAL

  9. Chalet da Condessa de Edla, Sintra, PORTUGAL

  10. Románico Norte, Castille-León, ESPANHA

  11. La fuente de los leones, Granada, ESPANHA

  12. Teatro Romano de Medellín, ESPANHA

  13. Abadia Retuerta LeDomaine, Sardón de Duero, Valladolid, ESPANHA

  14. Estação ferroviária de King's Cross (King's Cross Station), Londres, REINO UNIDO

  15. Strawberry Hill, Twickenham, REINO UNIDO

Categoria 2 — Investigação

  1. Restauro das máquinas excecionais da cervejaria Wielemans Ceuppens), Bruxelas, BÉLGICA

  2. Os bairros operários da indústria têxtil europeia 1771-1914 (Zespoły fabryczno-mieszkalne w europejskim przemyśle włókienniczym 1771-1914), Łódź, POLÓNIA

  3. Os celeiros sobre estacas: a antiga arte da construção em harmonia com a natureza (Graneros Elevados: El Arte Perdido de Construir con la Naturaleza), Castropol, ESPAGNE

Nesta categoria, será galardoado com um Prémio Europa Nostra um projeto de um país europeu que não participa no Programa «Cultura» da UE:

O complexo habitacional de Lignon: estudo arquitetónico e estratégias de intervenção, Genebra, SUÍÇA

Categoria 3 — Contribuição exemplar

  1. Fondation du Patrimoine, Paris, FRANÇA

  2. Associação para a promoção da arte e da cultura na antiga Alemanha de Leste, Berlim, ALEMANHA

  3. ESMA- Comité para a conservação dos monumentos da Acrópole, Atenas, GRÉCIA

  4. Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva) (FRESS), Lisboa, PORTUGAL

  5. Martin Drury, Londres, REINO UNIDO

Categoria 4 — Educação, formação e sensibilização

  1. Programa educativo da rede de cidades irlandesas fortificadas (Irish Walled Towns Network Educational Programme), Kilkenny, IRLANDA

  2. Os lugares mais belos de Itália (I Luoghi del Cuore), Milão, Itália

  3. Casas de madeira da cidade velha de Kuldiga (Aktivitāšu komplekss Kuldīgas vecpilsētas saglabāšanai), LETÓNIA

  4. Projeto SOS Azulejo, Loures, PORTUGAL

  5. Os arquivos vivos do Cabanyal (Cabanyal Archivo Vivo), Valencia, ESPANHA

  6. Paisagem da divisão das águas nos Peninos do Sul (South Pennines Watershed Landscape), Bradford, REINO UNIDO

Contactos:

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58) Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

Elena Bianchi +31 703024058, Twitter: @europanostra

Giuseppe Simone +31 703024059


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website