Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

eTwinning: os melhores projetos escolares transfronteiriços do ano

Commission Européenne - IP/13/225   14/03/2013

Autres langues disponibles: FR EN DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Lisboa/Bruxelas, 14 de março de 2013

eTwinning: os melhores projetos escolares transfronteiriços do ano

Os melhores projetos de geminação de escolas do ano serão hoje distinguidos, em Lisboa, na cerimónia de entrega dos prémios eTwinning de 2013. O primeiro prémio da edição deste ano é atribuído ao projeto «Rainbow Village, que congregou jovens dos 12 aos 15 anos de idade da França, da Grécia, da Roménia, do Reino Unido, da Turquia, da Itália, da Eslováquia e da Polónia. Os alunos criaram um mundo virtual pós-Armagedão e exploraram temas como a sobrevivência, a proteção da natureza e a cidadania. A Rede eTwinning cria uma sala de aula virtual, na qual alunos e professores de 100 000 escolas de 33 países europeus participam em projetos interativos através da internet. Nove prémios no total serão anunciados na cerimónia desta tarde (ver infra).

Androulla Vassiliou, Comissária Europeia para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, declarou: «Os meus mais sinceros parabéns a todas as escolas vencedoras: sois as melhores da turma! Neste “Ano Europeu dos Cidadãos”, faz todo o sentido que um projeto que tem no seu cerne a cidadania seja o grande vencedor. Estamos muito orgulhosos do êxito do programa de geminação eletrónica de escolas. Para além de proporcionar aos jovens um sentimento de orgulho local e europeu, permite-lhes alargar os horizontes e aprender a tornar-se cidadãos ativos da Europa».

Os vencedores, selecionados a partir de 300 candidaturas, dividem-se em três grupos etários (4-11, 12-15, 16-19), havendo mais seis prémios para categorias específicas: aprendizagem de línguas em espanhol, francês, alemão e inglês, o prémio «Marie Skłodowska Curie», para a matemática e as ciências, e o prémio «Mevlana», para a compreensão intercultural.

O projeto vencedor no grupo etário dos 4 aos 11 anos é «Friends Fur-ever», que se foca nos cães como melhores amigos do Homem e congregou escolas da Roménia, da Polónia e de Portugal. Os vencedores do prémio para o grupo etário dos 16 aos 19 anos criaram um projeto baseado nas aventuras de uma mosca viajante, que deu oportunidade aos alunos de assumir o papel de argumentistas, cartoonistas e tradutores. As escolas participantes situam-se na França, na Espanha, na Itália, na Turquia, na Bulgária, em Portugal e na República Checa.

O prémio de língua espanhola é partilhado por escolas da Itália, da Espanha, de Portugal e da Dinamarca; o prémio de francês por escolas da Itália e da Polónia; o prémio de alemão é partilhado por escolas da França, da Polónia e da Grécia, sendo o prémio de inglês repartido por alunos de escolas da Grécia, da Letónia, da França, da Áustria e de Portugal.

O prémio «Marie Skłodowska Curie» é atribuído ao projeto denominado ««Fly Me to The Moon»», que reúne observações ou medições científicas com investigação sobre as tradições e crenças locais. As escolas vencedoras situam-se na Eslovénia, na França, na Grécia, na Espanha, na Polónia e na Turquia.

Os vencedores do prémio «Mevlana» trabalharam num projeto intitulado «Diálogo Intercultural através de contos infantis, teatro e arte», que congregou alunos e professores de 29 países, que colaboraram para se familiarizarem com as diferentes culturas do país de origem de cada escola parceira.

Antecedentes

A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar em Lisboa durante uma conferência que reúne 500 professores de 33 países europeus, conferência essa que será consagrada à partilha de ideias e de novas formas de ensino, tirando o máximo partido das TIC, por exemplo.

Esta iniciativa eTwinning faz parte do Programa Comenius da UE e é dotada de uma verba anual de cerca de 10 milhões de euros. Não financia projetos individuais, mas oferece instrumentos e apoio a professores e alunos, como é o caso do portal eTwinning, bem como seminários para professores.

Os Serviços de Apoio Nacionais, criados em todos os países da UE e na Croácia, Islândia, Noruega, Turquia, Suíça e antiga República jugoslava da Macedónia, promovem o eTwinning, oferecem formação e prestam apoio em linha e pelo telefone.

De acordo com um estudo recente, o eTwinning é uma forma acessível e económica de as escolas realizarem atividades de cooperação internacional. O mesmo estudo apurou que os professores que participaram no eTwinning aperfeiçoaram as suas competências, melhoraram a sua relação com os alunos e ampliaram as suas redes profissionais. Por seu turno, os alunos ganharam motivação e tornaram-se mais aptos a trabalhar em equipa.

No quadro do novo programa Erasmus para Todos, que terá início em 2014, a Comissão propôs o desenvolvimento do eTwinning como plataforma para todas as escolas que pretendam colaborar a nível transfronteiras com o apoio da UE.

A iniciativa eTwinning contribui para os objetivos da UE de melhorar a competência digital e a aprendizagem mútua colaborativa. No final do ano, a Comissão publicará uma estratégia sobre a promoção do ensino «Abrir a Educação», para melhorar o ensino e o desenvolvimento de competências através das novas tecnologias e de recursos educativos abertos.

No princípio deste mês, a Comissão lançou o «eTwinning Plus», que alarga a rede a escolas da Arménia, do Azerbaijão, da Geórgia, da Moldávia e da Ucrânia. A Comissão tenciona alargar progressivamente o projeto aos países vizinhos do Sul, a começar pela Tunísia (IP/13/183).

Para mais informações

Sítio web da Conferência eTwinning

Comissão Europeia: Programa Comenius

Comissão Europeia: Erasmus para Todos (2014-2020)

Androulla Vassiliou's website

Acompanhe Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site