Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 4 de março de 2013

Comissão Europeia lança grande coligação para a criação de empregos na área digital

O Presidente da Comissão, José Manuel Durão Barroso, exortou hoje as empresas de tecnologias digitais, os governos e os setores da formação e do ensino da Europa a aderirem a uma grande coligação para a criação de empregos na área digital com vista a preencher as 900 000 vagas que se prevê venham a existir na Europa no setor das tecnologias da informação e das comunicações (TIC) em 2015. Apesar dos níveis atuais de desemprego, o número de empregos no setor digital está a aumentar em mais de 100 000 por ano. Porém, o número de recém-diplomados em TIC e de trabalhadores qualificados nesse domínio não está a acompanhar a procura.

Os Vice-Presidentes Neelie Kroes (Agenda Digital) e Antonio Tajani (Indústria e Empreendedorismo), assim como os comissários László Andor (Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão) e Androulla Vassiliou (Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude), participaram igualmente no lançamento da grande coligação que hoje teve lugar em Bruxelas e que se enquadra na iniciativa da Comissão de tornar a Europa mais competitiva.

O Presidente Durão Barroso declarou: «A grande coligação que hoje lançamos é um elemento essencial do plano para redinamizar a economia europeia e oferecer emprego seguro a alguns dos seus 26 milhões de desempregados. Saúdo as empresas que assinaram hoje este compromisso. Se, em conjunto, pudermos inverter a maré e preencher o número crescente de vagas no setor das TIC, assistiremos a um impacto muito mais alargado em toda a economia. Queremos dar aos europeus capacidades para trabalharem nos domínios que estarão na base da próxima revolução nas TIC

A Europa não pode dar-se ao luxo de desperdiçar oportunidades tão importantes de criação de empregos. O anúncio de hoje baseia-se no trabalho de fundo levado a cabo pela Vice-Presidente Kroes para reunir os compromissos iniciais sobre novos empregos, estágios, locais de formação, financiamento ao arranque de empresas, cursos universitários em linha gratuitos e muitos outros, da parte de empresas tecnológicas, governos, educadores, parceiros sociais, prestadores de serviços de emprego e organizações da sociedade civil presentes no Fórum Económico Mundial de Davos (ver IP/13/52).

Os compromissos iniciais das partes interessadas foram subscritos por mais de 15 empresas e organizações que aderiram à grande coligação. Um dos primeiros compromissos a ver a luz do dia foi uma nova plataforma de aprendizagem em linha para jovens denominada Academy Cube e um novo módulo de formação para técnicos de instalação de redes inteligentes.

A Comissão pediu compromissos nos seguintes domínios:

  • Formação e adequação dos cursos para empregos na área digital – para que as qualificações que as pessoas obtêm sejam aquelas de que as empresas necessitam;

  • Mobilidade – ajudar as pessoas com qualificações a obter emprego onde são necessárias, para evitar a falta ou os excedentes de mão de obra nas diferentes cidades/localidades;

  • Certificação – tornar mais fácil o processo de provar a um empregador as qualificações possuídas, independentemente do país;

  • Sensibilização – para que as pessoas saibam que o setor digital oferece carreiras compensadoras e interessantes tanto a homens como a mulheres;

  • Aprendizagem e ensino inovadores – para que os nossos sistemas de ensino e formação se generalizem e melhorem, dando a um maior número de pessoas as qualificações necessárias para terem carreiras de sucesso.

O Presidente Barroso apelou igualmente às organizações para que sigam o exemplo dos que primeiro se prontificaram a assumir um compromisso. A Comissão tem um papel a desempenhar, mas ações como a formação ditada pelas necessidades das empresas, o apoio à mobilidade dos trabalhadores, a certificação de competências, a melhoria dos programas escolares e universitários, as campanhas de sensibilização e a criação de um ambiente favorável aos empreendedores que desejam criar novas empresas exigem o empenhamento ativo de todas as partes interessadas.

A Comissão vai também lançar a Startup Europe, uma plataforma única para ferramentas e programas que apoiam as pessoas que querem criar e desenvolver novas empresas na área da Web na Europa.

Contexto

O Pacote do Emprego adotado pela Comissão em abril de 2012 chamou a atenção para a grande escassez de profissionais das TIC, apesar do elevado desemprego existente noutras áreas (IP/12/380, MEMO/12/252).

Em 2011, havia na Europa 6,7 milhões de trabalhadores das TIC, o que representa 3,1 % do total de trabalhadores. Entre 2000 e 2010, os profissionais das TIC aumentaram a uma taxa média anual de 4,3 %. Segundo números muito recentes e ainda não publicados (Empirica, março de 2013), o número de empregos na área digital que serão criados na Europa até 2015 pode atingir os 864 000. No entanto, a diminuição do número de licenciados em TIC que saem das universidades e o número de profissionais dessa área que passarão à reforma nos próximos anos arriscam-se a pôr em perigo o potencial de crescimento do emprego. Há que reforçar o ensino da ciência, das tecnologias, da engenharia e da matemática e melhorar a imagem das carreiras neste setor, em particular junto do sexo feminino.

Além disso, a garantia de que os trabalhadores da UE possuem as altas competências necessárias contribuirá para atrair investimento e impedir a perda de postos de trabalho fundamentais nas TIC para outras regiões do mundo, como sublinha o documento de trabalho dos serviços da Comissão intitulado «Exploiting the employment potential of ICTs» (Explorar o potencial de emprego das TIC), publicado no âmbito do Pacote do Emprego.

Para obter previsões mais exatas sobre as necessidades de qualificações, a Comissão Europeia lançou em dezembro de 2012 o Panorama de competências na UE, um sítio Web que apresenta informações quantitativas e qualitativas sobre as necessidades, a oferta e os desajustamentos entre a oferta e a procura de qualificações no curto e no médio prazos (IP/12/1329). O Panorama, que se baseia em dados e previsões compilados a nível da UE e dos Estados-Membros, destaca as profissões em maior expansão, bem como as que maiores estrangulamentos registam, com elevados números de vagas por preencher. Existem atualmente cerca de 2 milhões de empregos por preencher em toda a UE, apesar dos elevados níveis de desemprego. O sítio Web contém informações detalhadas sobre cada setor, profissão e país.

Repensar e abrir a educação

A Comissão lançou em novembro de 2012 a sua estratégia Repensar a Educação, que apela a mais investimento para melhorar os sistemas de ensino e formação profissional, especialmente na área das TIC. A estratégia também fornece pistas sobre o modo como o investimento deve ser orientado para maximizar o seu impacto em tempos de austeridade financeira.

Por outro lado, deverá ser adotada este verão a iniciativa conjunta de Androulla Vassiliou e Neelie Kroes «Opening up Education», que visa tornar o ensino mais acessível através das tecnologias e dos recursos educativos abertos.

Ligações úteis

Empregos no domínio digital

Grande coligação para a criação de empregos no domínio digital  

Documento de enquadramento da grande coligação

Participe na grande coligação

Siga a Grande Coligação no Twitter @eSkillsGrowthEU (hashtags: #GC_EU, #eSkills e #ICTjobs)

Sítio Web da Agenda Digital

Pacote do Emprego

Ensino e formação

Plano de Ação Empreendedorismo 2020

Contactos:

Pia Ahrenkilde Hansen (+32 2 295 30 70)

Sarah Collins (+32 2 296 80 76)

Ryan Heath (+32 2 296 17 16)

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58)

Jonathan Todd (+32 2 299 41 07)

Carlo Corazza (+32 2 295 17 52)

Anexo: Percentagem de indivíduos com baixo, médio e elevado nível de competências informáticas, 2011

Figure 6.7. Percentage of individuals with low, medium and high computer skills, 2011

Source: Eurostat, Information Society Statistics. Note: Individuals aged 16 to 74 years. For details about different types of computer activities, see http://epp.eurostat.ec.europa.eu/cache/ITY_PUBLIC/4-26032012-AP/EN/4-26032012-AP-EN.PDF


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website