Navigation path

Left navigation

Additional tools

Primeiros sítios designados para a atribuição da Marca do Património Europeu

European Commission - IP/13/1177   28/11/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO HR

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 28 de novembro de 2013

Primeiros sítios designados para a atribuição da Marca do Património Europeu

Os primeiros sítios aos quais será atribuída a nova Marca do Património Europeu (MPE) foram designados hoje pelo júri de seleção independente criado pela Comissão Europeia. São eles: o Parque Arqueológico de Carnuntum, um bairro romano reconstruído situado em Bad Deutsch-Altenburg, Áustria; o edifício medieval das corporações (Great Guild Hall) situado em Taline, Estónia; o centenário Palácio da Paz em Haia, e o Campo Westerbork, um campo de trânsito nazi da Segunda Guerra Mundial, situado em Hooghalen, também nos Países Baixos.

A Marca tem como objetivo sensibilizar os cidadãos para sítios que tenham desempenhado um papel significativo na história, cultura e desenvolvimento da União Europeia, bem como valorizar a sua dimensão europeia através de atividades educativas e de informação. O objetivo último da MPE é reforçar o sentimento de pertença à União Europeia. A Comissão designará formalmente os referidos sítios em janeiro de 2014.

Androulla Vassiliou, Comissária Europeia da Cultura, declarou: «Gostaria de felicitar os primeiros sítios que irão receber a nova Marca do Património Europeu. Acredito que esta iniciativa pode tornar-se um dos mais bem sucedidos e populares programas organizados pela UE. É dotada de uma forte componente educativa, especialmente para os jovens, que terão a possibilidade de compreender melhor a história da União Europeia através da sua associação a locais simbólicos. Esperamos receber nos próximos anos outras candidaturas tão notáveis quanto estas.»

Em conformidade com a decisão de criação da Marca e de acordo com os seus critérios, cinco países da UE (Áustria, Estónia, Dinamarca, Luxemburgo e Países Baixos) eram elegíveis para a designação de sítios em 2013. Estes países propuseram um total de nove sítios1 para a atribuição da Marca. Um júri independente constituído por 13 peritos independentes do setor da cultura avaliou em seguida as candidaturas com base nos critérios acordados: os mais importantes são a importância europeia do sítio, as atividades propostas para a pôr em destaque e a boa gestão do sítio a fim de atrair o interesse do público.

Em 2014 serão elegíveis para a designação de sítios 18 Estados-Membros (Bélgica, Bulgária, Chipre, República Checa, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia, Portugal, Roménia, Eslováquia, Eslovénia e Espanha). A Suécia, a Finlândia, o Reino Unido, a Irlanda e a Croácia não participarão, por enquanto, mas podem aderir à iniciativa posteriormente caso o pretendam.

Para mais informações:

MEMO/13/1068 Marca do Património Europeu: Perguntas frequentes

Comissão Europeia: Educação e Formação

Sítio web de Androulla Vassiliou

Acompanhe Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

1 :

Os 9 sítios pré-selecionados: http://ec.europa.eu/culture/our-programmes-and-actions/label/european-heritage-label_en.htm


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website