Navigation path

Left navigation

Additional tools

Mobilizar o potencial de inovação para o crescimento: Comissário Hahn insta as regiões da UE a agir

European Commission - IP/13/1051   08/11/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO HR

Comissão Europeia

Comunicado de Imprensa

Bruxelas, 8 de novembro de 2013

Mobilizar o potencial de inovação para o crescimento: Comissário Hahn insta as regiões da UE a agir

A importância de melhorar a competitividade das regiões da UE graças aos investimentos da UE e com um planeamento focalizado foi hoje sublinhada por Johannes Hahn, Comissário Europeu responsável pela Política Regional. Ao falar hoje na conferência «Regions as motors of new growth through smart specialisation», em Bruxelas, o Comissário Hahn instou as regiões a identificarem as suas principais mais-valias e a nelas concentrarem os seus recursos para melhorarem a sua vantagem competitiva. Este evento de alto nível, organizado pela Direção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão e a Região da Flandres, procurou analisar a evolução das chamadas estratégias de «especialização inteligente» nos países e regiões da Europa. Estas estratégias constituem um elemento central da nova política de coesão da UE e uma condição prévia para a realização de investimentos no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Em declarações proferidas antes da conferência, o Comissário Hahn afirmou: «As regiões europeias necessitam urgentemente de progredir na "escada da inovação". É necessário identificar, desenvolver e explorar os pontos fortes regionais para garantir investimentos mais inteligentes e focalizados, com mais valor acrescentado e um maior impacto. Será assim possível obter mais resultados com menos recursos e mobilizar o potencial de inovação de cada região europeia.»

E acrescentou: «As estratégias de especialização inteligente devem ser desenvolvidas em paralelo com o setor privado, os investigadores e a comunidade da inovação. Só então poderemos responder às necessidades da economia real, das empresas e dos indivíduos que a dinamizam. As estratégias existentes, nomeadamente a importância dada ao "crescimento azul" nas ilhas Canárias, a estratégia de inovação dos cuidados de saúde na Flandres ou a modernização da indústria italiana do calçado na região de Marche em Itália, são bons exemplos de cooperação entre as regiões e as diferentes partes interessadas para promover objetivos comuns de crescimento e inovação.»

Kris Peeters, Ministro-Presidente do Governo da Flandres, declarou: «Temos de maximizar o nosso potencial de crescimento industrial através da cooperação e de uma utilização inteligente dos nossos trunfos complementares. Esta ambição deve ser partilhada pelos líderes políticos de todas as regiões que desejam conservar e reforçar a sua indústria. É por esta razão que acredito firmemente no importante valor acrescentado da Iniciativa de Vanguarda para o Crescimento através da Especialização Inteligente, que foi lançada hoje pelas 10 principais regiões industriais da Europa. Através desta iniciativa, ressaltamos que as regiões têm de assumir responsabilidade pela elaboração e consolidação das políticas europeias».

Este debate surge num momento crucial, tendo em conta que as propostas para a nova política de coesão de 2014-2020 atingem a fase final. Um elemento-chave da nova política reformada consiste na introdução de condições que devem ser satisfeitas antes de os fundos poderem ser utilizados. Uma delas é o desenvolvimento de uma estratégia clara e cuidadosamente elaborada de «especialização inteligente» para a investigação e a inovação. Essa estratégia deverá orientar a forma como os investimentos serão utilizados nos próximos 7 anos e assegurar a concretização de objetivos claros no terreno.

O Presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, fará o discurso principal do evento. Juntamente com o Comissário Hahn, também Danuta Hübner, Presidente da Comissão do Desenvolvimento Regional do Parlamento Europeu, e Kris Peeters, Ministro-Presidente da Flandres, deverão discursar nesta conferência. Orientado principalmente para os decisores políticos, os investigadores e o setor industrial nos domínios da investigação, da inovação e do desenvolvimento regional, este encontro tem como objetivo explorar a cooperação transfronteiras e criar sinergias entre as estratégias existentes.

A Comissão salientou igualmente a importância da complementaridade entre o financiamento da política de coesão e o financiamento da UE no domínio da investigação para a promoção da inovação nas regiões. O novo programa de investigação e inovação, «Horizonte 2020», irá apoiar a geminação de instituições emergentes e avançadas, a formação de equipas para criar «Centros de Excelência», o intercâmbio de pessoal e o aconselhamento e assistência de peritos, bem como novas «ERA-Chairs» para atrair cientistas de prestígio.

Contexto

As estratégias de especialização inteligente visam ajudar as regiões a explorar plenamente o seu potencial de inovação, concentrando os recursos num número limitado de prioridades de crescimento inteligente com vantagens competitivas. A obrigação de estabelecer uma estratégia de especialização inteligente foi anunciada em 2010, no âmbito da iniciativa emblemática «União da Inovação» da estratégia «Europa 2020» para o crescimento. Em 2011, a Comissão criou uma Plataforma da Especialização Inteligente, para ajudar os Estados-Membros e as regiões a desenvolverem a sua estratégia (RIS3). Esta plataforma compõe-se atualmente de 140 regiões situadas em 13 Estados-Membros.

Elementos-chave de uma estratégia de especialização inteligente:

é elaborada através de um processo de «descoberta empreendedora», envolvendo ativamente e de uma forma estruturada as empresas, a investigação, a educação, a comunidade de inovação e os agentes públicos relevantes;

mobiliza fundos da UE, nacionais, regionais e locais e investimentos do setor privado;

permite que todas as regiões se posicionem na economia do conhecimento global;

está voltada para o exterior e incentiva a internacionalização;

cria sinergias entre diferentes políticas e instrumentos de financiamento, em especial o programa «Horizonte 2020».

Vídeos com exemplos de estratégias de especialização inteligente:

Flaris: criação de aeronaves inovadoras na Baixa Silésia, Polónia

Inovações nos cuidados de saúde na região da Flandres, Bélgica

Utilização de manufatura avançada para modernizar a indústria italiana do calçado na região de Marche, Itália

Plocan: privilegiar o «crescimento azul» nas ilhas Canárias

Informações adicionais

Programa da conferência

Plataforma da especialização inteligente

Vídeos com exemplos de estratégias de especialização inteligente

Twitter @EU_Regional @JHahnEU

Contactos:

Shirin Wheeler (+32 2 296 65 65), TM (+32 4607 66565)

Annemarie Huber (+32 2 299 33 10), TM (+32 4607 93310)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website