Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de Imprensa

Bruxelas, 20 de julho de 2012

Comissão propõe lista de países para realização das Capitais Europeias da Cultura após 2019

A Comissão Europeia adotou hoje uma proposta para dar continuidade à iniciativa Capitais Europeias da Cultura. Uma vez que a iniciativa existente termina em 2019, a nova proposta indica a ordem pela qual os países poderão propor cidades para obtenção do título até 2033. Além dos dois Estados-Membros que partilham o título em cada ano, a proposta sugere que os países candidatos ou potenciais candidatos da UE possam também propor uma cidade para Capital Europeia da Cultura, de três em três anos. A proposta será agora debatida pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho, que deverão adotar uma decisão final sobre a futura iniciativa até ao final de 2013.

Na opinião de Androulla Vassiliou, Comissária Europeia responsável pela Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude: «A Capital Europeia da Cultura é uma das iniciativas mais visíveis e mais bem‑sucedidas da UE. Além de promover a excecional riqueza e diversidade cultural da União Europeia, a iniciativa tem sido um catalisador de transformação das cidades, para benefício dos seus cidadãos e visitantes. A competição pelo título nos Estados-Membros é cada vez mais feroz, o que prova o seu extraordinário valor e prestígio.»

A proposta da Comissão mantém as principais características e a estrutura da iniciativa atual. Sugere, em especial, que seja mantida a atribuição rotativa do título entre os Estados‑Membros (ver anexo). Os critérios de seleção foram alterados, a fim de garantir uma maior clareza nas orientações fornecidas às potenciais capitais, melhorando-se desta forma também o procedimento geral de seleção e de acompanhamento das cidades participantes. Será dada mais importância ao efeito de alavanca da iniciativa sobre a dinamização do crescimento a longo prazo e do desenvolvimento urbano, à promoção da dimensão europeia do evento e à melhoria da qualidade dos conteúdos culturais e artísticos de cada ano.

Contexto

A atual iniciativa de apoio à manifestação Capital Europeia da Cultura (Decisão n.º 1622/2006/CE) termina em 2019. Tendo em conta que o concurso relativo a este título é lançado com seis anos de antecedência, para garantir às cidades um período suficiente de preparação, a decisão sobre o novo ciclo precisa de ser adotada pelo Parlamento Europeu e o Conselho até ao final de 2013.

A proposta da Comissão baseia-se em diversas avaliações sobre a iniciativa atual e numa consulta pública realizada entre outubro de 2010 e janeiro de 2011, seguida em março de 2011 de uma sessão pública em Bruxelas. As conclusões alcançadas demonstram claramente que a Capital Europeia da Cultura oferece amplos benefícios às cidades e às regiões: embora constitua sobretudo um evento cultural, gera um importante legado social e económico, especialmente quando o evento se encontra inserido numa estratégia de desenvolvimento a longo prazo baseada na cultura.

Desde a criação do título em 1985, 46 cidades foram já designadas Capital Europeia da Cultura. As Capitais Europeias da Cultura de 2012 são Guimarães (em Portugal) e Maribor (na Eslovénia).

Para mais informações:

Capitais Europeias da Cultura:

http://ec.europa.eu/culture/news/201207201-capitals-beyond-2019_en.htm

Comissão Europeia: Educação e Formação

Sítio Web de Androulla Vassiliou

Siga Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

ANEXO

Futuras Capitais Europeias da Cultura (2013-2019)

2013: Marselha (França) e Košice (Rep. Eslovaca)

2014: Umeå (Suécia) e Riga (Letónia)

2015: Mons (Bélgica) e Plzeň (Rep. Checa)

2016: Donostia-San Sebastian (Espanha) e Wroclaw (Polónia) (Ver também IP/11/800 e IP/11/766)

2017: Na Dinamarca, Aarhus e Sønderborg continuam em competição

Em Chipre, Nicósia e Paphos continuam em competição

2018: Países Baixos e Malta

2019: Itália e Bulgária

Ordem de países proposta para designação de uma cidade candidata a Capital Europeia da Cultura (2020-2033)

2020

Croácia1

Irlanda

País candidato ou potencial candidato

2021

Roménia

Grécia

2022

Lituânia

Luxemburgo

2023

Hungria

Reino Unido

País candidato ou potencial candidato

2024

Estónia

Áustria

2025

Eslovénia

Alemanha

2026

República Eslovaca

Finlândia

País candidato ou potencial candidato

2027

Letónia

Portugal

2028

República Checa

França

2029

Polónia

Suécia

País candidato ou potencial candidato

2030

Chipre

Bélgica

2031

Malta

Espanha

2032

Bulgária

Dinamarca

País candidato ou potencial candidato

2033

Países Baixos

Itália

1 :

Sujeita à sua adesão em 2013.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website