Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

Dia Mundial Sem Tabaco 2012: Inquérito revela que a maioria dos cidadãos da UE apoia medidas mais rigorosas na luta antitabaco

Bruxelas, 30 de maio de 2012 – Na véspera do Dia Mundial Sem Tabaco, a Comissão Europeia publica um estudo à escala da UE sobre atitudes em relação ao tabaco. Em média, 60 % dos cidadãos dão o seu apoio a medidas que tornem o tabaco menos visível e atrativo, tais como manter os produtos do tabaco longe da vista nas lojas ou restringir a utilização de aromas e cores atraentes. Simultaneamente, outros valores são preocupantes: 28 % dos cidadãos da UE com mais de 15 anos fumam, e 70 % dos fumadores e ex-fumadores adquiriram o hábito antes dos 18.

John Dalli, Comissário Europeu para a Saúde e Defesa do Consumidor, declarou: «Estou profundamente preocupado pelo facto de a maioria dos europeus começar a fumar na adolescência, antes de completarem os 18 anos. Tal como referi na reunião de hoje com o Dr. Nikogosian, secretário-executivo da Convenção-Quadro da Organização Mundial de Saúde para a Luta Antitabaco, é por esta razão que estou empenhado em garantir que a Europa está à altura dos seus compromissos internacionais na regulamentação em matéria de produtos do tabaco, nomeadamente na redução do caráter apelativo dos cigarros para os jovens. É com este espírito que a Comissão Europeia está atualmente a delinear uma proposta de revisão da diretiva relativa aos produtos do tabaco».

Tecendo comentários acerca de alguns resultados positivos do inquérito, o Comissário John Dalli acrescentou: «Fico satisfeito com o vasto apoio dos cidadãos à adoção de medidas mais rigorosas na luta antitabaco. Também é reconfortante observar uma queda substancial no número de pessoas expostas ao fumo do tabaco. Tal demonstra que a rigorosa regulamentação sobre o consumo de tabaco em locais públicos e as ações de sensibilização quanto às vantagens de não fumar – como a campanha da UE “Os ex-fumadores são imparáveis” – estão a produzir resultados».

Entre as constatações do inquérito da UE sobre as atitudes dos europeus face ao tabaco, contam-se:

  • O número de cigarros fumados por dia é de 14,2, o que representa um ligeiro decréscimo relativamente ao inquérito anterior (2009) (14,4 cigarros/dia),

  • Metade da população da UE nunca fumou: a prevalência não mudou ao longo dos últimos três anos,

  • 61 % dos fumadores atuais já tentaram deixar de fumar, incluindo 1 em cada 5 no ano anterior ao inquérito,

  • Embora se tenha verificado uma redução de 17 % na percentagem de pessoas expostas ao fumo do tabaco em restaurantes e bares, 14 % dos cidadãos da UE ainda declararam ter estado expostos ao fumo em restaurantes e 28 % no interior de cafés e bares ao longo dos últimos seis meses,

  • 73 % dos cidadãos da UE estão a favor da introdução de medidas de segurança para reprimir o tráfico ilícito de cigarros, mesmo que tal torne o tabaco mais caro,

  • 33 % dos fumadores e ex-fumadores na UE declaram que as advertências relativas à saúde nos maços de tabaco têm ou tiveram impacto sobre as suas atitudes e comportamentos face ao tabagismo.

Contexto

O tabagismo é a principal causa de mortes evitáveis na UE, representando anualmente cerca de 700 000 mortes prematuras na UE.

Para reduzir o consumo de tabaco em toda a União Europeia, a Comissão prossegue com a sua política global de luta antitabaco.

Esta política é apoiada e reforçada por um amplo conjunto de mecanismos, atividades e iniciativas, designadamente leis antitabaco e atividades de prevenção e abandono do consumo do tabaco.

Está em curso a revisão da diretiva relativa aos produtos do tabaco de 2001 e a Comissão tenciona apresentar a sua proposta no segundo semestre de 2012. A UE e todos os seus Estados-Membros ratificaram a Convenção-Quadro para a Luta Antitabaco (CQLA) da OMS que entrou em vigor em fevereiro de 2005.

A Recomendação do Conselho sobre Espaços Sem Fumo, adotada em 2009, insta os Estados-Membros a adotar e aplicar legislação que proteja os cidadãos contra a exposição ao fumo do tabaco em locais públicos fechados, locais de trabalho e transportes públicos. Apela igualmente ao reforço da legislação antitabágica com medidas de apoio à proteção das crianças, ao incentivo dos esforços para deixar de fumar e à aposição de advertências ilustradas nos maços de tabaco.

No âmbito das suas ações de sensibilização, a Comissão lançou em 2011 a campanha «Os ex-fumadores são imparáveis». Esta campanha está agora a entrar numa nova fase, na senda do êxito alcançado no primeiro ano. Um programa renovado que conserva a estratégia original, segundo a qual «Os ex-fumadores são imparáveis» deve fomentar uma mudança, deixando de centrar-se nas consequências negativas para a saúde ligadas ao tabagismo e passando a focar os benefícios de se tornar um «ex-fumador», incentivando assim homens e mulheres por toda a Europa a deixar de fumar.

Para mais informações:

Eurobarómetro:

http://ec.europa.eu/health/eurobarometers/index_en.htm

Sítio Web da política antitabaco:

http://ec.europa.eu/health/tobacco/policy/index_en.htm

Campanha «Os ex-fumadores são imparáveis»:

http://www.exsmokers.eu/

Contactos :

Frédéric Vincent (+32 2 298 71 66)

Aikaterini Apostola (+32 2 298 76 24)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website