Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

A União Europeia na Cimeira do G8 a realizar em Camp David (EUA) em 18 e 19 de maio de 2012: «Agir em conjunto»

Commission Européenne - IP/12/480   16/05/2012

Autres langues disponibles: FR EN DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

A União Europeia na Cimeira do G8 a realizar em Camp David (EUA) em 18 e 19 de maio de 2012: «Agir em conjunto»

Bruxelas, 16 de maio de 2012 – A Cimeira do G8 do presente ano, sob o lema «Agir em conjunto», será presidida pelo Presidente Obama dos EUA e terá lugar em Camp David, nas vésperas da Cimeira da NATO em Chicago, a realizar em 20 e 21 de maio, e um mês antes da Cimeira do G20 no México. A União Europeia é um membro de pleno direito do G8 e é representada pelo Presidente da Comissão Europeia Durão Barroso e pelo Presidente do Conselho Europeu Herman Van Rompuy.

A União Europeia participa na Cimeira de Camp David com vista a contribuir ativamente para encontrar soluções comuns para os desafios globais mais prementes, que vão da economia mundial à segurança alimentar, passando pela energia, alterações climáticas, evolução da situação a nível regional e político e questões ligadas à segurança.

O Presidente Durão Barroso declarou: «Tenho grandes expectativas em relação a esta próxima reunião do G8 a realizar em Camp David. A UE irá participar na Cimeira com uma mensagem clara: a Europa está empenhada em manter o rumo traçado, prosseguindo a sua estratégia abrangente de saída da crise e de retoma do crescimento. A principal componente da nossa resposta consiste numa abordagem em duas vertentes: uma destinada a assegurar a solidez das finanças públicas e a outra centrada na tomada de medidas dinamizadoras do crescimento. Trata-se da única maneira de recuperar a confiança. Iremos também discutir as alterações climáticas, a energia, a segurança alimentar e outras questões internacionais da atualidade, como o Afeganistão e a primavera árabe. A União Europeia está a tomar medidas concretas para fomentar o desenvolvimento sustentável, aumentar a capacidade de resistência do setor agrícola e reduzir a pobreza, mediante a promoção dos valores democráticos e do Estado de direito e o reforço da estabilidade internacional. A UE está determinada em enfrentar os desafios globais com sentido de responsabilidade e solidariedade, no âmbito do G8 e para além dele.»

Como o Presidente Van Rompuy afirmou, «esta Cimeira do G8 surge numa altura de importantes desafios económicos e políticos no mundo. O intenso trabalho preparatório realizado pela Presidência dos EUA irá permitir que nos centremos concretamente nas questões mundiais mais prementes. As nossas deliberações em Camp David centrar-se-ão nas questões da economia, energia, segurança alimentar, relações externas e segurança. A UE está totalmente empenhada no processo do G8 e tenciona dar o seu contributo para todas as questões da ordem de trabalhos, em especial com vista a apoiar um forte crescimento das nossas economias que seja gerador de emprego.»

Relativamente à economia mundial, o Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e o Presidente do Conselho Europeu, Van Rompuy, irão igualmente apresentar o ponto da situação no que diz respeito à resposta da UE à crise económica.

Relativamente ao comércio, o Presidente Durão Barroso e o Presidente Van Rompuy irão sublinhar a sua importância como fonte de crescimento e apelarão para o reforço do sistema multilateral, para uma luta sem tréguas contra as medidas protecionistas e para a proteção dos investimentos.

A UE tem sido pioneira na ação climática a nível mundial e irá prosseguir nessa via. Os presidentes irão salientar a necessidade da tomada de medidas fortes e urgentes no contexto da ONU, a fim de reduzir as emissões de CO2 e de outros gases com efeito de estufa, para que sejam cumpridos os objetivos acordados a nível internacional e para a realização de progressos na aplicação da Plataforma de Durban.

Relativamente à segurança alimentar, a União Europeia espera que esta Cimeira tenha como base os progressos já alcançados, nomeadamente a Iniciativa de Áquila sobre a Segurança Alimentar de 2010, para a qual a UE se comprometeu a realizar a maior contribuição no valor de quase 4 mil milhões de USD, num total de 22 mil milhões. Na verdade, a sua contribuição já atingiu este valor, tendo-o mesmo superado em apenas 2 anos. Além disso, a Facilidade Alimentar da UE, anunciada na Cimeira do G8, realizada no Japão em 2008, permitiu alimentar 50 milhões de pessoas em 50 países de todo o mundo, graças a mais de 200 projetos. Não perdendo de vista todos aqueles que ainda necessitam do nosso apoio imediato, é necessário que a comunidade internacional avance na via de sistemas agrícolas com maior capacidade de resistência, como parte da nossa resposta a longo prazo à fome no mundo, inclusive através de investimentos mais vultuosos, mas responsáveis, do setor privado na agricultura.

O Presidente Van Rompuy e o Presidente Durão Barroso irão contribuir ativamente para a ênfase do G8 na evolução a nível regional e político e nas questões de segurança, em especial na transição económica no Afeganistão após 2014 e na Parceria de Deauville, lançada na Cimeira do G8 de 2011.

Para mais informações:

Sítio Web relativo ao G8 do Presidente Durão Barroso:

http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/president/g20/index_en.htm

Sítio Web relativo ao G8 do Presidente Van Rompuy:

http://www.european-council.europa.eu/the-president/summits-with-third-countries?lang=en&summit=201205180

Sítio Web relativo ao G8 do Governo dos EUA:

http://www.state.gov/e/eb/ecosum/2012g8/index.htm

Twitter: http://www.twitter.com/euHvr e http://www.twitter.com/EC_live

Vídeos: http://tvnewsroom.consilium.europa.eu/ e http://ec.europa.eu/avservices/ebs/schedule.cfm

Contactos :

Pia Ahrenkilde Hansen (+32 2 295 30 70)

Jens Mester (+32 2 296 39 73)


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site