Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia – Comunicado de imprensa

Caminhos-de-ferro europeus: Comissão promove a interoperabilidade e a competitividade

Bruxelas, 25 de janeiro de 2012 – A Comissão Europeia adotou hoje uma decisão que reforça o processo de certificação e autorização de linhas e comboios equipados com o sistema europeu de controlo dos comboios (ETCS). ETCS é a norma europeia para a sinalização e o controlo da velocidade dos comboios. A implantação do sistema ETCS nos corredores principais de mercadorias e de alta velocidade aumentará consideravelmente a competitividade dos caminhos-de-ferro europeus.

O conceito do ECTS é simples: os dados são transmitidos do solo para o comboio, onde um computador instalado a bordo os utiliza para calcular a velocidade máxima autorizada, após o que o sistema reduz automaticamente a velocidade do comboio, se necessário. O ETCS faz parte do sistema europeu de gestão do tráfego ferroviário (ERTMS).

Atualmente, existem mais de 20 sistemas de sinalização diferentes em funcionamento na Europa e a sua incompatibilidade constitui uma importante barreira técnica ao tráfego internacional. Por exemplo, a instalação de mais um sistema nacional de segurança numa locomotiva existente, já autorizada em diferentes países, e a repetição do processo de obtenção de todas as autorizações de segurança exigidas podem custar mais de 2 milhões de euros e demorar mais de dois anos. O ETCS eliminará estes custos.

No entanto, o ETCS apenas surtirá efeito se os produtos forem totalmente compatíveis e conformes com as especificações europeias. A decisão hoje adotada reforça as exigências em matéria de ensaio, em particular a de que os produtos instalados a bordo sejam testados em laboratórios acreditados.

Contexto técnico

O conceito do sistema europeu de controlo dos comboios (ETCS) não é novo: existem mais de 20 sistemas nacionais para controlar automaticamente a velocidade dos comboios. Infelizmente, tais sistemas são incompatíveis uns com os outros. Para circularem em redes equipadas com sistemas diferentes, as locomotivas devem ser mudadas nas fronteiras (o que significa uma perda considerável de tempo) ou então estar equipadas com vários sistemas de bordo compatíveis com os diferentes sistemas instalados nas vias, utilizados pelas diferentes redes (o que aumenta os custos e os riscos de falha). De uma maneira ou de outra, a incompatibilidade cria roturas no mercado único e constitui um obstáculo à livre circulação.

Esta situação tem um efeito especialmente adverso no transporte de mercadorias. Apesar de o transporte ferroviário dever ser mais competitivo nas distâncias longas, cada fronteira acrescenta custos e atrasos suplementares significativos às viagens, o que se traduz em perdas para o mercado e na saturação da rede rodoviária.

O sistema europeu de gestão do tráfego ferroviário (ERTMS) pode aumentar significativamente a competitividade do transporte por caminho-de-ferro. É o que acontece, em particular, com o transporte de mercadorias, quando o sistema é implantado de um modo coordenado ao longo de um corredor e é acompanhado por medidas pertinentes, como a harmonização das regras operacionais ou a melhoria da infraestrutura, se necessário. No corredor Roterdão – Génova, por exemplo, o volume de mercadorias transportadas poderá duplicar até 2020, o equivalente a mais um veículo pesado de mercadorias a cruzar este itinerário a cada 37 segundos.

O ERTMS é um grande êxito industrial para a Europa. O seu desempenho e o seu custo fizeram-no ganhar aceitação rapidamente, mesmo para lá das fronteiras europeias, sendo atualmente a norma de referência mundial, utilizada em todas as novas linhas.

Hoje, na Europa, mais de 4000 km de linhas estão equipados com o ETCS. Além disso, já foi contratado o equipamento de mais de 4000 km adicionais, o que indica que a extensão das linhas equipadas com o ETCS mais do que duplicará nos próximos dois ou três anos, esperando-se que a taxa de instalação aumente ainda mais nos anos seguintes.

Contactos :

Helen Kearns (+32 2 298 76 38)

Dale Kidd (+32 2 295 74 61)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website