Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia – Comunicado de Imprensa

Educação para o empreendedorismo em crescimento

Bruxelas, 13 de abril de 2012 – A educação para o empreendedorismo está em crescimento na maior parte dos países europeus, segundo um novo relatório publicado pela Comissão Europeia. Em oito países (Dinamarca, Estónia, Lituânia, Países Baixos, Suécia, Noruega, País de Gales e Bélgica, na Flandres) foram já lançadas estratégias específicas para promover a educação para o empreendedorismo, e noutros 13 (Áustria, Bulgária, República Checa, Finlândia, Grécia, Hungria, Islândia, Liechtenstein, Polónia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha e Turquia) já se incluem estes estudos nas estratégias nacionais no domínio da aprendizagem ao longo da vida, da juventude ou do crescimento. Metade dos países europeus está envolvida em processos de reformas no setor do ensino que incluem o reforço da educação para o empreendedorismo. A situação em 31 países europeus e cinco regiões foi avaliada para o relatório sobre o empreendedorismo no ensino escolar designado «Entrepreneurship Education at School in Europe».

A Comissária responsável pela Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude, Androulla Vassiliou, disse: «A educação para o empreendedorismo é um motor de crescimento futuro e ajudar-nos-á a inspirar os empresários de amanhã. Se a Europa se quiser manter competitiva terá de investir nas pessoas, nas suas competências e nas suas capacidades de adaptação e inovação. Significa isto que temos de promover uma verdadeira alteração das mentalidades na Europa para favorecer o empreendedorismo, começando por promover esse espírito desde os níveis precoces de educação.»

O relatório mostra que a educação para o empreendedorismo é explicitamente reconhecida nos programas de ensino primário de dois terços dos países inquiridos. Embora não seja uma matéria ensinada em separado na escola primária, metade dos países definiram objetivos de aprendizagem relacionados com as atitudes e as capacidades de empreendedorismo, como sejam o sentido de iniciativa, a tomada de riscos e a criatividade.

Em metade dos países, o ensino secundário integra o empreendedorismo em matérias obrigatórias como as ciências económicas e sociais. Em dois países (Lituânia e Roménia) o empreendedorismo é ensinado como matéria separada obrigatória. Em quatro países (Lituânia, Roménia, Liechtenstein e Noruega) as capacidades práticas do empreendedorismo são especificamente referidas.

O relatório mostra que cerca de doze países apoiam iniciativas relacionadas com a educação para o empreendedorismo, como o fomento da cooperação entre as escolas e as empresas, e a criação de pequenas empresas pelos estudantes. Contudo, a formação específica de docentes nesta área só é disponibilizada na comunidade flamenga da Bélgica, na Bulgária e nos Países Baixos. Só um terço dos países europeus tem orientações centralizadas e material didático para o ensino do empreendedorismo.

Contexto

A União Europeia promove o empreendedorismo como fator-chave da competitividade e já destacou a importância de fomentar uma cultura empreendedora europeia através da defesa do empreendedorismo e das respetivas capacidades.

A recomendação de 2006 do Parlamento Europeu e do Conselho sobre as competências-chave para a aprendizagem ao longo da vida inclui o empreendedorismo como uma dessas oito competências-chave(1).

A necessidade de melhorar as capacidades empreendedoras e de inovação dos cidadãos é ainda destacada em três das iniciativas emblemáticas da estratégia Europa 2020 para o emprego e o crescimento sustentável: «União da Inovação», «Juventude em movimento» e «Agenda para novas qualificações e novos empregos».

Melhorar a criatividade e a inovação, incluindo o empreendedorismo, a todos os níveis de ensino e formação é também um objetivo a longo prazo de «Educação e formação 2020», o quadro estratégico de cooperação europeia(2).

A Comissão criou um grupo de trabalho sobre a educação para o empreendedorismo em novembro de 2011. O grupo é composto por peritos de 24 países e representantes de empresas e sindicatos. O intuito é coordenar os esforços dos Estados‑Membros para implementar a educação para o empreendedorismo e orientar o trabalho da Comissão nesta matéria. O grupo produzirá um manual de política sobre educação para o empreendedorismo antes do final de 2013.

Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia

O Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT) dá grande destaque ao empreendedorismo e pretende contribuir para a educação da próxima geração de jovens empresários. O instituto promove e dá apoio a indivíduos e empresas para o desenvolvimento e a comercialização de ideias inovadoras. As primeiras empresas criadas no âmbito das Comunidades de Conhecimento e Inovação do EIT foram recentemente apresentadas na primeira edição dos prémios de empreendedorismo deste instituto (IP/12/160).

Eurydice

A rede Eurydice faculta informação e análises sobre os sistemas e as políticas de educação europeus. É composta por 37 centros nacionais baseados nos 33 países que participam no programa europeu de Aprendizagem ao Longo da Vida (Estados‑Membros da UE, Croácia, Islândia, Liechtenstein, Noruega, Suíça e Turquia). É coordenada e gerida pela Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura da UE, que publica os seus estudos e faculta uma vasta gama de recursos em linha.

Para mais informações:

O relatório está disponível na íntegra, em inglês, em:

Entrepreneurship Education at School in Europe.

Comissão Europeia: Educação e Formação

Anexo

  • Figura 1.2: Estratégias e iniciativas nacionais e regionais em prol da implementação de uma educação para o empreendedorismo no sistema geral de ensino (CITE 1-3), 2011/12

  • Empreendedorismo

    Economia, estudos empresariais e orientação profissional

    Ciências sociais

    Matemática, ciências, tecnologia e TIC

    Arte e música

    Figura 2.3: Matérias dos 2.º e 3.º ciclos do ensino secundário que incluem a educação para o empreendedorismo
    (CITE 2), 2011/12

Não obrigatório/opcional

Obrigatório para todos

Fonte: Eurydice.

Nota

Reino Unido (Inglaterra): A Educação para o Empreendedorismo é ensinada no âmbito da formação pessoal, social, ligada à saúde e económica. A matéria não é obrigatória para as escolas, mas existe na maior parte das escolas com caráter obrigatório para os alunos.

  • Figura 3.3: Disponibilização de orientações centralizadas e material didático para o ensino do empreendedorismo, 2011/12

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58) ; Dina Avraam (+32 2 295 96 67)

Wim Vansteenkiste, Communication & Publications, Eurydice (+32 2 299 5058)

Ania Bourgeois, author, Eurydice (+32 2 296 45 31)

1 :

() http://eur-lex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=OJ:L:2006:394:0010:0018:pt:PDF

2 :

() http://ec.europa.eu/education/lifelong-learning-policy/doc1120_en.htm


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website