Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de Imprensa

Limassol/Bruxelas, 27 de setembro de 2012

O multilinguismo na Europa: Comissária Vassiliou atribui prémios do Selo Europeu das Línguas

Cinco projetos que demonstraram um desempenho excecional na promoção do ensino e da aprendizagem das línguas foram hoje homenageados por ocasião da primeira entrega dos prémios do Selo Europeu das Línguas. As iniciativas vencedoras (ver pormenores infra) estão sediadas na Bélgica, Itália, Lituânia, Noruega e Roménia. Os prémios foram entregues aos representantes dos projetos por Androulla Vassiliou, Comissária Europeia responsável pela Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude, no âmbito da Conferência «Multilinguismo na Europa», em Limassol, Chipre, que constitui um dos quase 500 eventos realizados em toda a Europa para assinalar o Dia Europeu das Línguas.

Os 32 países que participam no Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida da UE (27 Estados-Membros da UE, quatro países EEE/EFTA e a Turquia) foram convidados a nomear os seus melhores projetos nacionais no domínio da aprendizagem das línguas para estes prémios. Um júri composto por especialistas e presidido por Miguel Angel Martínez, Vice‑Presidente do Parlamento Europeu, procedeu à seleção final dos cinco melhores projetos, com base na sua dimensão europeia e o no impacto gerado em termos de melhoria das competências linguísticas do grupo-alvo.

«Endereço as minhas mais calorosas felicitações aos vencedores e a todos os excelentes projetos nomeados. O júri teve dificuldade em escolher os principais vencedores, dada a elevada qualidade dos projetos apresentados. O Selo Europeu das Línguas distingue muitas iniciativas extraordinárias que oferecem às pessoas de todas as idades oportunidades para abraçarem o desafio da aprendizagem de diferentes línguas e conhecerem culturas diferentes. Nos últimos dez anos, mais de 1 500 projetos aderiram à iniciativa, o que demonstra o contributo do SEL para o multilinguismo», declarou a Comissária Vassiliou.

Projetos vencedores

EuroCatering Language Training (Bélgica, Comunidade Francófona e Flamenga): Dirigido aos estagiários, estudantes e trabalhadores do setor hoteleiro e da restauração, este projeto procura melhorar as suas competências linguísticas no domínio da oralidade em 7 línguas europeias (inglês, francês, espanhol, neerlandês, norueguês, esloveno e galego). Articula a aprendizagem das competências linguísticas com as necessidades profissionais e é apoiado pelo programa da Comissão no domínio do ensino e formação profissionais Leonardo Da Vinci. O objetivo é alargar este projeto a outras línguas europeias no presente ano.

CMC_E Communicating in Multilingual Contexts meets the Enterprise (Itália): Este projeto abrange 6 línguas europeias (inglês, espanhol, italiano, polaco, português e eslovaco) e destina-se a desenvolver competências linguísticas avançadas num contexto profissional. Teve um grande impacto em toda a Europa, graças a uma cooperação bem‑sucedida entre as universidades e as empresas europeias.

Learning by moving (Lituânia): Abrangendo 9 línguas (lituano, alemão, inglês, espanhol, italiano, polaco, romeno, turco e maltês), este projeto centra-se na aprendizagem das línguas entre países vizinhos. O seu público-alvo inclui estudantes, pensionistas, turistas, desempregados, imigrantes e trabalhadores.

My language – your language (Noruega): Este projeto visa principalmente as crianças do ensino pré-escolar, ensino primário e secundário. Baseia-se na convicção de que o conhecimento tanto da língua materna como de outras línguas permite aos indivíduos dar um maior contributo à sociedade e à diversidade. Combina a aprendizagem das línguas com certas atividades culturais como exposições.

EuroIntegrELP (Roménia): Abrangendo 15 línguas europeias (EN, FR, DE, EE, EL, ES, SK, EUSK, HR, IT, LT, NL, PL, RO e RU), este projeto envolve quase todos os setores educativos e dirige-se a um grupo-alvo alargado, que inclui estudantes, docentes, trabalhadores e desempregados.

Contexto

A entrega dos prémios do Selo Europeu das Línguas foi organizada de forma a coincidir com o 10.º aniversário da Cimeira de Barcelona de 2002, onde os Chefes de Estado e de Governo apelaram ao ensino de duas línguas estrangeiras desde uma idade muito precoce e ao desenvolvimento de um indicador para a competência linguística, com vista a aferir os progressos alcançados na aprendizagem das línguas.

O multilinguismo está no centro do Selo Europeu das Línguas, que foi lançado sob a forma de projeto-piloto em 1998-1999 e que evoluiu para uma iniciativa à escala europeia em 2001.

Cada um dos 31 projetos nomeados recebeu uma placa comemorativa e está mencionado numa brochura especial (European Language Label – Empowering People), publicada para assinalar estes prémios. A Suécia foi o único país participante que não nomeou nenhum projeto.

Os projetos foram avaliados com base na sua dimensão europeia e no seu impacto. O critério da dimensão europeia está refletido na diversidade linguística dos projetos vencedores e no contributo da aprendizagem das línguas para um conhecimento mais aprofundado das outras culturas. O impacto refere-se aos resultados do projeto, ao seu caráter inovador, à melhoria das competências em línguas estrangeiras, à dimensão do grupo-alvo e ao aumento do número de participantes.

Para mais informações

Selo Europeu das Línguas Selo Europeu das Línguas (ver também a base de dados)

Dia Europeu das Línguas: IP/12/1005 e MEMO/12/703

Sítio Web de Androulla Vassiliou

Siga Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site