Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia

Comunicado de imprensa

Bruxelas, 26 de setembro de 2012

Comissão lança estratégia para fomentar o crescimento e o emprego nos setores culturais e criativos

A Comissão Europeia apresentou hoje uma estratégia destinada a explorar todas as potencialidades dos setores culturais e criativos na UE, com vista a fomentar o crescimento e o emprego. Estes setores, que incluem empresas e outras organizações ativas nas áreas da arquitetura, do artesanato, do património cultural, do design, dos festivais, da música, das artes performativas e das artes plásticas, dos arquivos e bibliotecas, da edição e da rádio, representam já 4,5% do PIB e 8,5 milhões de empregos na União Europeia. No entanto, os setores culturais e criativos defrontam-se também com importantes desafios decorrentes da transição para a era digital e da globalização, bem como de uma elevada fragmentação dos mercados em termos culturais e linguísticos. O acesso ao financiamento continua a ser uma dificuldade de vulto.

A nova estratégia da Comissão visa aumentar a competitividade e o potencial de exportação destes setores, bem como maximizar os efeitos benéficos que podem estender-se outras áreas como a, inovação, as TIC e a regeneração urbana. A Comissão apela a uma série de ações para promover as condições adequadas ao desabrochar dos setores culturais e criativos. A sua tónica é colocada no desenvolvimento de competências, no acesso ao financiamento, na promoção de novos modelos empresariais, na captação de audiências, no acesso a mercados internacionais e na melhoria das ligações com outros setores.

«Os setores culturais e criativos da Europa não são apenas essenciais para a diversidade cultural; o seu contributo é também muito importante para o desenvolvimento social e económico dos Estados-Membros e das regiões. A nível local e regional, os investimentos estratégicos nestes setores obtiveram muitas vezes resultados espetaculares, de que são exemplo vários eventos ligados à iniciativa Capitais Europeias da Cultura. Produzem também importantes efeitos de arrastamento e projetam uma imagem dinâmica de uma Europa aliciante e criativa, aberta a culturas e talentos de todo o mundo», afirmou Androulla Vassiliou, Comissária Europeia da Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude.

A estratégia, definida num documento intitulado «Promover os setores culturais e criativos ao serviço do crescimento e do emprego na UE», prevê um conjunto de iniciativas políticas e a promoção de um quadro normativo moderno. A Comissão pretende também incentivar a criação de parcerias sólidas entre diferentes áreas de intervenção, designadamente a cultura, a educação, a indústria, os assuntos económicos, o turismo, o desenvolvimento urbano e regional e o planeamento territorial. Prevê ainda a mobilização de fundos da UE para reforçar o apoio a estes setores, nomeadamente através da proposta de afetação de 1,8 mil milhões de euros ao programa Europa Criativa para 2014-2020 e dos fundos da política de coesão.

Antecedentes

Segundo o Relatório sobre a Competitividade Europeia 2010 e outras fontes, os setores culturais e criativos representam entre 3,3% e 4,5% do PIB e empregam entre 7 e 8,5 milhões de pessoas. Os dados recolhidos aos níveis europeu, nacional, regional e local confirmam a importância económica destes setores, que têm dados provas de uma relativa resistência na atual recessão económica.

Estudos independentes mostraram que as empresas cujos gastos com contributos criativos correspondem ao dobro da média têm 25% mais probabilidades de introduzir produtos inovadores. Outros efeitos colaterais incluem um impacto positivo no turismo, nas indústrias da moda e do luxo, bem como nas indústrias transformadoras tradicionais.

Para mais informações

Communication: Promoting cultural and creative sectors for growth and jobs in the EU

Europa Criativa

Política de Coesão da UE 2014-2020

Sítio Web de Androulla Vassiliou

Siga Androulla Vassiliou no Twitter @VassiliouEU

Contactos :

Dennis Abbott (+32 2 295 92 58); Twitter: @DennisAbbott

Dina Avraam (+32 2 295 96 67)


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site