Chemin de navigation

Left navigation

Additional tools

Aumento do apoio ao sector dos produtos hortícolas na sequência da crise da E. coli

Commission Européenne - IP/11/938   28/07/2011

Autres langues disponibles: FR EN DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Figures and graphics available in PDF and WORD PROCESSED

Comissão Europeia - Comunicado de Imprensa

Aumento do apoio ao sector dos produtos hortícolas na sequência da crise da E. coli

Bruxelas, 28 de Julho de 2011 – Os Estados‑Membros deram o seu acordo a uma proposta da Comissão para aumento do apoio da UE, de 210 para 227 milhões de euros, no âmbito do plano de emergência destinado aos produtores de produtos hortícolas afectados pela crise da E. coli. A Comissão poderá assim pagar 100% dos pedidos de indemnização dos Estados‑Membros.

Com base nas notificações dos Estados‑Membros sobre o apoio solicitado à UE para todas as medidas excepcionais (retiradas, colheita em verde e não‑colheita), deduz‑se que o impacto financeiro das medidas adoptadas no contexto da crise da E. coli foi ligeiramente maior do que se esperava. Considerando a grande perturbação do mercado da fruta e produtos hortícolas e os prejuízos causados ao sector, a Comissão entende adequado aumentar o orçamento para 227 milhões de euros.

O Comissário europeu da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Dacian Cioloș, afirmou: «A utilização dos fundos da PAC tem de ser plenamente justificada. Alguns Estados‑Membros forneceram informações complementares sobre os seus pedidos de indemnização na semana passada. Hoje dispomos de uma visão clara do total desses pedidos. Para podermos pagar a totalidade dos pedidos, propôs-se aumentar o orçamento disponível. Garantimos assim o apoio devido aos produtores de produtos hortícolas num momento difícil para o sector e o reembolso de todos os pedidos dos Estados‑Membros para o período compreendido entre 26 de Maio de 30 de Junho. Desde o início da crise que queríamos demonstrar que a Europa sabe reagir com celeridade quando é preciso. O pedido de adopção deste orçamento vai ser apresentado ao Colégio com toda a brevidade, para que os Estados‑Membros possam pagar rapidamente esta ajuda da UE aos produtores que a ela têm direito».

Antecedentes

A 17 de Junho, a Comissão acordou na atribuição de um pacote de ajuda de emergência aos produtores de produtos hortícolas frescos, no valor de 210 milhões de euros. O regime permitiu que a UE pagasse aos produtores o pepino, tomate, alface, aboborinha e pimento doce ou pimentão que tiveram de retirar do mercado entre 26 de Maio e o final de Junho, na sequência do surto de E. coli. A decisão prevê o pagamento da taxa máxima de 50% (70% aos membros de organizações de produtores) do preço habitual dos diferentes produtos no produtor, em Junho.

Os Estados‑Membros tinham de comunicar os pedidos finais de indemnização até 18 de Julho. Todavia, impunham‑se informações complementares sobre as notificações de alguns Estados‑Membros, que lhes foram solicitadas. A Comissão analisou as informações recebidas e, em alguns casos, actualizou as notificações dos Estados‑Membros em causa. Possui agora uma visão clara do total dos pedidos.

O quadro em anexo comporta o apoio total da UE por Estado‑Membro, para as operações ocorridas entre 26 de Maio e 30 de Junho.

Apoio UE por Estado‑Membro – em €

Estado-Membro

TOTAL - €

AT

2.234.103

BE

3.605.663

BG

2.562.748

CY

N.C.

CZ

261.935

DE

16.003.721

DK

858.423

EE

1.321

EL

7.788.420

ES

70.971.314

FI

N.C.

FR

1.655.415

HU

1.515.586

IE

13.159

IT

34.624.639

LT

N.C.

LU

N.C.

LV

57.381

MT

N.C.

NL

27.180.632

PL

46.395.480

PT

5.243.752

RO

3.745.035

SE

112.872

SI

192.675

SK

536.107

UK

649.175

TOTAL

226.209.556


Side Bar

Mon compte

Gérez vos recherches et notifications par email


Aidez-nous à améliorer ce site