Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão revela vencedores do prémio «RegioStars» para os projectos regionais europeus mais inovadores

European Commission - IP/11/775   23/06/2011

Other available languages: EN FR DE DA NL SV FI PL

Comissão Europeia - Comunicado de imprensa

Comissão revela vencedores do prémio «RegioStars» para os projectos regionais europeus mais inovadores

Bruxelas, 23 de Junho de 2011 - Johannes Hahn, Comissário europeu para a Política Regional, e Ann Mettler, presidente do júri «RegioStars» e directora executiva do grupo de reflexão de Bruxelas sobre o Conselho de Lisboa, anunciam esta noite os vencedores do prémio «RegioStars» 2011. A cerimónia de atribuição dos prémios reconhece os projectos mais inovadores que beneficiaram do apoio da Politica Regional europeia, tendo sido criados graças ao orçamento da UE centenas de novos postos de trabalho que não teriam sido criados de outro modo. A Madeira e os Açores em Portugal, Amesterdão nos Países Baixos, a região do centro Norte, da Suécia, e Gales, no Reino Unido, estarão sob os projectores. As municipalidades das regiões periféricas do Norte da Finlândia, Suécia, Noruega, Islândia e das Ilhas Faroé são também os vencedores de um projecto de cooperação territorial.

Na opinião do Comissário Hahn: «Nestes tempos económicos conturbados e no contexto da ambiciosa estratégia europeia para 2020, estes projectos exemplares são um sinal de optimismo. Com eles se comprova que as nossas regiões e cidades são propícias ao surgimento de novas ideias. As boas soluções para alcançarmos as prioridades europeias de maior competitividade e uma economia de reduzidas emissões de carbono já existem na realidade. Apenas precisamos de as conhecer melhor.»

A presidente do júri, Ann Mettler, acrescentou: «Acreditamos que os projectos vencedores seleccionados em cada categoria são inovadores, inspiradores e exemplares. Podem servir de modelo e inspirar boas práticas nas outras regiões. Além disso, demonstram que os fundos da UE foram bem utilizados, o que é da maior importância à luz das intensas negociações previstas relativamente ao próximo período financeiro de 2013-20».

Todas as regiões da UE foram convidadas a apresentar projectos que beneficiaram de financiamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) ou do Fundo de Coesão após 1 de Janeiro de 2000. Foram apresentadas 66 candidaturas elegíveis de 18 Estados‑Membros, de entre as quais o júri seleccionou 31 projectos. Este ano, eram seis os prémios a concurso: dois no domínio da «competitividade económica», dois no da «economia de reduzidas emissões de carbono» e dois outros no da informação e comunicação.

A cerimónia desta noite realizar-se-á no Centro de Belas Artes (Bozar) em Bruxelas. Integra a conferência anual 'Regions for Economic Change' e constitui uma oportunidade para os políticos e profissionais das regiões da Europa poderem discutir temas fundamentais da política de coesão europeia e observar exemplos de projectos financiados pelos fundos regionais europeus.

Contexto

Os vencedores:

Competitividade económica

Categoria 1: Iniciativas de criação de redes e clusters de apoio ao crescimento regional e ao acesso das PME aos mercados mundiais

Desenvolvimento da ciência marinha ambiental, Gales, RU (1,31 milhões de euros de financiamento da UE através do FEDER)

O projecto visa apoiar empresas na área da ciência marinha e aquática em Gales. Embora os resultados do projecto estejam ainda em fase inicial, já se fizeram sentir, dando apoio a 92 PME, criando 4 novas empresas e 20 novos postos de trabalho e ajudando 60 pessoas a criar novas empresas.

Categoria 2: Preparação para a mudança económica

SLIM (gestão de sistemas para plataformas inovadoras), no centro norte da Suécia (1,30 milhões de euros de financiamento da UE através do FEDER)

Este projecto interligou organizações e empresas, universidades e autoridades regionais em três regiões (Dalarna, Gävleborg e Värmland) para estimular a inovação, o crescimento e o desenvolvimento regional.

Economia de reduzidas emissões de carbono

Categoria 3: «CityStar». Promover as energias sustentáveis nas cidades

Amsterdam Smart City, Países Baixos (1,56 milhões de euros de financiamento da UE através do FEDER)

A cidade de Amesterdão, em sintonia com os objectivos climáticos 20-20-20 da UE, fixou objectivos ainda mais ambiciosos: Com o programa «Amsterdam, Smart City», mostrou como neutralizar o impacto climático dos organismos municipais até 2015 e como reduzir as emissões de CO2 em 40 % relativamente aos níveis de 1990 até 2025, sem deixar de promover o crescimento económico assente na inovação.

Categoria 4: «CityStar». Projectos de transportes urbanos integrados e limpos

Mobilidade inovadora e sustentável no Funchal (CIVITAS MIMOSA), Madeira, Portugal (2,01 milhões de euros de financiamento da UE através do FEDER)

A cidade do Funchal caracteriza-se pelas suas paisagens abruptas e montanhosas, que submetem a rude prova os motores dos transportes públicos urbanos e determinam a sua baixa eficiência energética, aumentando as emissões poluentes e a poluição sonora. Os objectivos deste projecto eram aumentar o número total de passageiros dos transportes públicos, melhorar a satisfação dos utilizadores, a eficiência dos transportes e ainda promover a sua mudança para modalidades alternativas.

Informação e comunicação

Categoria 5: Fotografia promocional de um projecto co-financiado

Seleccionada por votação pública em linha:

Farol dos Capelinhos, Açores, Portugal (3,37 milhões de euros de financiamento da UE através do FEDER)

A fotografia vencedora foi utilizada para promover o desenvolvimento do projecto do Centro de Interpretação do Farol dos Capelinhos. Mostra o interior do farol, situado perto do vulcão do mesmo nome. O projecto pretende desenvolver o sítio enquanto atracção histórica, ambiental e turística sustentável.

Selecção do júri:

Age makes no Difference (A idade não importa) Parceiros: municipalidades do norte da Suécia, Finlândia, Noruega, Islândia e Ilhas Faroé (438 000 euros de financiamento do programa de cooperação transnacional para as periferias do Norte e do FEDER)

A foto foi utilizada para promover o projecto Our life as Elderly II (a vida dos nossos idosos II), que faz parte do programa europeu de cooperação territorial para as periferias do Norte. O intuito era preparar as municipalidades das regiões periféricas do Norte da Suécia, Finlândia, Noruega, Islândia e das Ilhas Faroé, a resolver melhor os desafios relacionados com o envelhecimento da população.

Para mais informações:

http://ec.europa.eu/regional_policy/cooperation/interregional/ecochange/regiostars_en.cfm?nmenu=4

Contactos:

Ton Van Lierop (+32 2 296 65 65)

Marie-Pierre Jouglain (+32 2 298 44 49)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website