Navigation path

Left navigation

Additional tools

Ambiente: os cidadãos da UE estão, na sua grande maioria, profundamente preocupados com o ambiente

European Commission - IP/11/753   20/06/2011

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Comissão Europeia – Comunicado de imprensa

Ambiente: os cidadãos da UE estão, na sua grande maioria, profundamente preocupados com o ambiente

Bruxelas, 20 de Junho de 2011 – O último inquérito realizado pela Comissão Europeia revela que o ambiente constitui uma importante preocupação pessoal para mais de 90% dos inquiridos em todos os Estados-Membros. Uma grande maioria dos europeus concorda que uma utilização mais eficiente dos recursos naturais e a protecção do ambiente podem promover o crescimento económico na UE. O relatório contém igualmente um forte apelo à acção por parte da União: não obstante a crise económica, quase 9 em cada 10 europeus consideram que a UE deveria financiar a promoção de actividades respeitadoras do ambiente. Existe igualmente um apoio maciço à adopção de legislação a nível da UE: mais de 8 em cada 10 europeus concordam que a legislação da UE é necessária para a protecção do ambiente no seu país.

O Comissário Janez Potočnik, responsável pelo ambiente, declarou: «Muitas destas tendências revelam que os europeus estão mais fortemente do que nunca empenhados no ambiente. Estão em causa as acções e não apenas as boas intenções: 2 em cada 3 europeus afirmam que procederam à triagem do lixo para reciclagem no último mês, mais de metade procura reduzir o seu consumo energético, 4 em cada 10 tentam utilizar menos produtos descartáveis e um número crescente de cidadãos opta por formas de transporte mais respeitadoras do ambiente. Os resultados do inquérito constituem também uma importante apologia do projecto europeu, concedendo um apoio inequívoco à adopção de legislação ambiental a nível da UE.»

Recursos naturais: uma preocupação crescente

O inquérito revela uma sensibilização crescente para as pressões exercidas sobre os recursos naturais. Quando inquiridos sobre as soluções possíveis, 8 em cada 10 pessoas reivindicam um reforço da acção das empresas no sentido da utilização mais eficiente dos recursos naturais, mais de 7 em cada 10 exigem um reforço da acção por parte dos Governos nacionais e quase 7 em cada 10 consideram que deveriam ser os próprios cidadãos a empenhar-se mais.

Quando inquiridos sobre as suas cinco principais preocupações ambientais, mais de 3 em cada 10 europeus invocam a diminuição dos recursos naturais (33%, em relação a 26% em 2007), 41% a poluição da água, 33% o aumento dos resíduos (em relação a 24% anteriormente) e 19% o consumo (em relação a 11% anteriormente). Em contrapartida, a preocupação com a perda da biodiversidade permanece reduzida – apenas 22% das pessoas indicam a perda de espécies e habitats.

Apelos à acção

  • o obstante a crise económica, 89% dos europeus consideram que o apoio à protecção do ambiente deve ser objecto de mais financiamentos.

  • Uma percentagem de 81% considera que uma legislação a nível da UE direccionada para o ambiente constitui um meio necessário para proteger o ambiente (- 1 ponto em relação a 2007).

  • Quase 60% dos europeus são de opinião de que os procedimentos de contratação pública respeitadores do ambiente são a forma mais eficaz de enfrentar problemas ambientais, ao passo que menos de 30% são a favor de soluções meramente eficientes em termos de custos.

  • A acção e o apoio financeiro fora das fronteiras da UE gozam igualmente de uma ampla aceitação e 79% dos inquiridos consideram que a UE deveria contribuir para ajudar os países que não são membros da UE a proteger o ambiente.

Mais informações, por favor…

Embora a maioria dos europeus se considere razoavelmente bem informada sobre o ambiente (60%, em relação a 55% em 2007), foram identificados défices de informação em diversos domínios. Cerca de 50% dos europeus entendem que os actuais sistemas de rotulagem não lhes permitem reconhecer, com confiança, produtos respeitadores do ambiente. Os cidadãos gostariam igualmente de ser mais bem informados sobre o impacto dos produtos químicos correntes na saúde (40%), a utilização de OGM na agricultura (37%), a poluição resultante do uso de pesticidas e fertilizantes na agricultura e a diminuição dos recursos naturais (27%).

Antecedentes

Este inquérito foi realizado nos 27 Estados-Membros da União Europeia entre 13 de Abril e 8 de Maio de 2011. Foram entrevistadas frente-a-frente e na sua língua materna, em nome da DG Ambiente, cerca de 26 825 pessoas de grupos sociais e demográficos distintos.

Informações complementares:

http://ec.europa.eu/public_opinion/index_en.htm

http://ec.europa.eu/environment/working_en.htm

Contactos :

Joe Hennon (+32 2 295 35 93)

Monica Westeren (+32 2 295 06 68)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website