Navigation path

Left navigation

Additional tools

Agenda Digital: Comissão torna o sítio Web Europa acessível para utilizadores da versão 6 do protocolo Internet

European Commission - IP/11/686   08/06/2011

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Comissão Europeia – Comunicado de imprensa

Agenda Digital: Comissão torna o sítio Web Europa acessível para utilizadores da versão 6 do protocolo Internet

Bruxelas, 8 de Junho de 2011 - No Dia Mundial do IPv6, a Comissão Europeia torna o seu sítio Web Europa acessível para os utilizadores da versão 6 do protocolo Internet (IPv6), mantendo-o acessível para os utilizadores da versão 4 (IPv4). O funcionamento da Internet baseia-se na transferência de dados em pequenos pacotes que são encaminhados de modo independente através de redes, como especificado num protocolo internacional de comunicações conhecido como protocolo Internet. Em 1984, com a versão 4 deste protocolo (IPv4), foram disponibilizados mais de quatro mil milhões de endereços, mas, devido à procura crescente de novos serviços Internet, o último endereço IPv4 disponível foi atribuído em Fevereiro de 2011. A adopção do IPv6 disponibilizará uma quantidade praticamente ilimitada de endereços Internet, para dar resposta ao crescimento explosivo de novos serviços no futuro. Tornando o seu sítio Web acessível para os utilizadores do IPv6, a Comissão Europeia dá o exemplo, procurando incentivar as outras administrações públicas a persuadirem as empresas europeias, nomeadamente os fabricantes, a tornarem os seus novos servidores e dispositivos inteligentes compatíveis com o IPv6. A implantação do IPv6 constitui uma acção essencial no âmbito da Agenda Digital para a Europa (ver IP/10/581, MEMO/10/199 e MEMO/10/200).

Neelie Kroes, Vice-Presidente da Comissão Europeia e responsável pela Agenda Digital, declarou: «Exorto os governos, os fornecedores de conteúdos e serviços Internet e as empresas com actividade na Internet a mudarem para o IPv6 assim que possível, caso contrário defrontar-nos-emos com uma situação inaceitável na Europa: uma enorme distorção do mercado, uma Internet mais lenta e um impacto negativo na inovação».

Maroš Šefčovič, Vice-Presidente e responsável pelas Relações Interinstitucionais e Administração, declarou: «A Comissão Europeia dá o exemplo, tornando o seu sítio Web Europa acessível para os utilizadores do IPv6 no Dia Mundial do IPv6. Este primeiro passo constitui uma grande oportunidade para detectar eventuais problemas e avançar para a plena implantação do IPv6».

O IPv6 foi criado para oferecer endereços Internet suficientes para o futuro. Dada a expansão da Internet, prevê-se que milhões de dispositivos (telemóveis, automóveis, contadores de electricidade e aparelhos domésticos) se liguem à Internet. Milhares de milhões de sensores, que constituem a chamada «Internet das coisas», ficarão também ligados para trocar informações, o que dará origem a toda uma geração de novos serviços inteligentes. Cada um deles necessitará de um endereço IP. Com a disponibilidade de muitos milhares de milhões de endereços IPv6, fica assegurado o crescimento da Internet no futuro.

O IPv6 apresenta muitas vantagens técnicas, nomeadamente a simplificação da segurança IP, o encaminhamento normal e a capacidade de funcionamento imediato (plug and play).

A migração para o IPv6 é dispendiosa, mas a renovação do equipamento informático de modo a torná-lo compatível com o IPv6 pode reduzir significativamente esses custos.

No entanto, actualmente, só cerca de 2% do tráfego total na Internet é compatível com o IPv6. É, pois, necessário tornar a actual infra-estrutura da Internet compatível com o IPv6, para evitar o abrandamento da Internet provocado pelo seu êxito, o que, por sua vez, teria consequências negativas no crescimento económico, reduziria a possibilidade de impulsionar a inovação no domínio dos novos serviços e aplicações Internet e criaria o risco de distorção do mercado como resultado da revenda de endereços IPv4 não utilizados já anteriormente atribuídos.

Em 17 de Junho de 2011, por ocasião da Assembleia da Agenda Digital, a Comissão organizará um seminário IPv6 e financiará um projecto-piloto de grande dimensão para estimular a implantação do IPv6 pelas autoridades públicas. A Comissão Europeia investiu já mais de 100 milhões de euros em actividades de investigação e sensibilização para o IPv6. A rede de investigação europeia GÉANT é já plenamente compatível com o IPv6.

Ver MEMO/11/385

Sítio Web dedicado ao IPv6:

http://ec.europa.eu/information_society/policy/ipv6/index_en.htm

Sítio Web da Agenda Digital:

http://ec.europa.eu/information_society/digital-agenda/index_en.htm

Sítio Web de Neelie Kroes: http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/kroes/

Acompanhe Neelie Kroes no Twitter: http://twitter.com/neeliekroeseu

Sítio Web de Maroš Šefčovič: http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/sefcovic/

Contactos:

Jonathan Todd (+32 2 299 41 07)

Linda Cain (+32 2 299 90 19)

Antonio Gravili (+32 2 295 43 17)

Marilyn Carruthers (+32 2 299 94 51)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website