Navigation path

Left navigation

Additional tools

Comissão Europeia – Comunicado de imprensa

Eurobarómetro de Outono de 2011: os cidadãos consideram a União Europeia uma parte da solução para a crise

Bruxelas, 22 de Dezembro de 2011 – Os cidadãos europeus continuam a considerar a União Europeia como a entidade mais qualificada – mesmo mais do que os governos nacionais - para fazer face aos efeitos da crise económica (ver Anexo). A UE conserva o seu primeiro lugar (23 %, + 1) e é seguida pelos governos nacionais (20 %, percentagem inalterada), pelo G20 (16 % + 2) e pelo Fundo Monetário Internacional (14 %, -1).

Uma clara maioria de cidadãos europeus (61 %, - 4) afirma que a situação financeira actual da sua família é boa. Subsistem, no entanto, grandes diferenças entre os vários países – desde 24 % na Grécia e na Hungria a 85 % nos Países Baixos, 88 % na Finlândia, 89 % na Dinamarca e 90 % na Suécia.

Tal como nos inquéritos de Eurobarómetros anteriores, as respostas sobre a situação das economias nacionais diferem muito entre os vários Estados‑Membros. Enquanto a situação da economia é considerada boa por mais de três quartos das pessoas na Suécia, no Luxemburgo e na Alemanha, menos de 5 % dos inquiridos partilha essa opinião na Grécia, na Irlanda e em Espanha. Globalmente, nos últimos seis meses verificou-se uma ligeira diminuição do número de pessoas que consideram que a actual situação da economia nacional é boa, tendo passado para 28 % (-2), e um ligeiro aumento das que a consideram má, tendo passado para 71 % (+ 3).

Os cidadãos europeus têm cada vez mais a convicção de que a solução para a crise será uma maratona e não um sprint. Só 23 % pensam que o impacto da crise no emprego atingiu o seu nível máximo, enquanto 68 % pensam o contrário.

Em geral, os cidadãos europeus continuam a ter mais confiança na União Europeia (34 %) do que nos respectivos governos nacionais (24 %). No entanto, ambos os resultados denotam uma acentuada diminuição (- 7 e - 8 pontos, respectivamente) em relação ao inquérito da Primavera de 2011.

Contexto

O Eurobarómetro de Outono de 2011 baseou-se em entrevistas individuais realizadas entre os dias 5 e 20 de Novembro 2011. Foram entrevistadas 31 659 pessoas dos 27 Estados-Membros, bem como dos países candidatos.

Para mais informações

O Eurobarómetro de Outono de 2011 (primeiros resultados) pode ser consultado no seguinte sítio:

http://ec.europa.eu/public_opinion/archives/eb/eb76/eb76_en.htm

ANEXO

1. A UE é a entidade mais qualificada para lutar eficazmente contra os efeitos da crise

2. Diferenciação entre os Estados-Membros no que respeita à avaliação da situação económica actual

3. Diferenciação entre os Estados-Membros no que respeita ao impacto da crise no emprego

Contactos :

Matthew Newman (+32 2 296 24 06)

Mina Andreeva (+32 2 299 13 82)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website