Navigation path

Left navigation

Additional tools

A Comissão Europeia intensifica os esforços na luta contra a violência extremista

European Commission - IP/11/1011   09/09/2011

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

Comissão Europeia - Comunicado de Imprensa

A Comissão Europeia intensifica os esforços na luta contra a violência extremista

Bruxelas, em 9 de Setembro de 2011 – Cecilia Malmström, Comissária responsável pelos Assuntos Internos, lança hoje uma rede de sensibilização para a radicalização, que tem por objectivo lutar contra a violência extremista. A iniciativa apoiará os esforços dos Estados-Membros no sentido de impedir a radicalização violenta e o recrutamento de indivíduos para a consecução de actividades terroristas. A rede irá interligar os principais intervenientes na luta contra a radicalização em toda a UE, tais como trabalhadores sociais, líderes religiosos, líderes da juventude, polícias, investigadores e outras pessoas que trabalham no terreno junto de comunidades vulneráveis.

«A UE tem de fazer mais para combater a ameaça da crescente violência extremista. Esta é a razão pela qual procedemos ao lançamento da rede de sensibilização para a radicalização, destinada a apoiar os Estados-Membros nos seus esforços para promover a sensibilização para o problema da radicalização e para lutar contra a ideologia e a propaganda extremistas. Tal como a experiência o tem demonstrado, o terrorismo não pode ser associado a uma religião ou à persuasão política, nem a qualquer região em particular. Os nossos esforços na luta contra a violência extremista deve, por conseguinte, ter em conta os diferentes tipos de radicalização. É igualmente importante reconhecer que também pode ser encontrada inspiração ideológica e pontos de referência para a radicalização nas ideias políticas de movimentos populistas existentes na UE», afirmou Cecilia Malmström», Comissária da UE responsável pelos Assuntos Internos.

A inauguração da rede terá lugar em Bruxelas e será seguida de uma primeira sessão de trabalho. A reunião congregará os primeiros membros da rede e os representantes dos Estados ­ Membros, da Noruega e das instituições da UE. A reunião inaugural irá permitir que os participantes debatam a forma de tornar a RSR operacional e troquem pontos de vista sobre as prioridades da rede.

O objectivo da rede consiste em identificar boas práticas e promover o intercâmbio de informações e de experiências nos diferentes domínios da violência radical, tais como, por exemplo, a utilização da Internet e dos meios de comunicação social para a propaganda extremista e a utilização das tecnologias da informação e das comunicações pelos terroristas. A rede centrar-se-á na luta contra a radicalização, antes que esta conduza à violência extremista.

A rede será apoiada por um fórum em linha e por conferências a nível da UE para o intercâmbio de experiências e de conhecimentos, a fim de reforçar a sensibilização para a radicalização e para as técnicas de comunicação. Incentivará personalidades que sejam modelos de comportamento credíveis e líderes de opinião a dar voz a mensagens positivas, propondo alternativas à propaganda violenta e extremista. A rede deverá contribuir igualmente para os processos políticos a nível nacional e europeu e apoiar a Comissão Europeia e os Estados-Membros no seu trabalho, fornecendo-lhes instrumentos adequados para a prevenção do terrorismo.

Antecedentes

Em 22 de Novembro de 2010, a Comissão adoptou uma «Estratégia de Segurança Interna da UE em Acção» (IP/10/1535 e MEMO/10/598). A prevenção da radicalização, susceptível de conduzir a actos de terrorismo, foi identificada como uma prioridade, tendo sido anunciada a criação de uma rede de sensibilização para a radicalização na UE («RSR»).

Foram igualmente previstas outras acções, como a organização de uma conferência ministerial em 2012 sobre a prevenção da radicalização e o recrutamento para o terrorismo.

A Comissão desempenha um papel fundamental na coordenação e na facilitação do trabalho de todos os intervenientes envolvidos na rede. A Comissão fornecerá os meios necessários para a criação da plataforma RSR e para o seu secretariado, bem como para o funcionamento da rede. Mais de 20 milhões de EUR serão consagrados ao projecto durante 4 anos sob a forma de apoio directo aos Estados-Membros e de financiamento de vários projectos.

Na qualidade de «rede de redes», a RSR incluirá grupos, associações e plataformas com uma participação concreta e prática em questões relacionadas com a prevenção da radicalização. O seu trabalho será organizado em grupos de, nomeadamente, decisores políticos, agentes policiais e de segurança, magistrados do Ministério Público, autoridades locais, docentes universitários, peritos no terreno e organizações da sociedade civil, incluindo grupos de vítimas.

Para mais informações

Página Web de Cecilia Malmström, Comissária responsável pelos Assuntos Internos:

http://ec.europa.eu/commission_2010-2014/malmstrom/welcome/default_en.htm

Página Web da DG Assuntos Internos:

http://ec.europa.eu/dgs/home-affairs/index_en.htm

Contactos :

Michele Cercone (+32 2 298 09 63)

Tove Ernst (+32 2 298 67 64)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website